Gerenciador de opções

casm173
HID_Options_Manager
Índice
O Gerenciador de opções permite modificar a funcionalidade de seu sistema. É possível instalar e desinstalar facilmente opções de modificação específicas.
Na configuração de disponibilidade avançada, é possível instalar ou desinstalar uma opção somente no servidor em segundo plano. É possível exibir as opções e as descrições do servidor de aplicativos.
As páginas do Gerenciador de opções relacionam os aplicativos que podem ser modificados, as opções que se aplicam a eles e os valores associados às opções, se for o caso. Também fornece descrições de cada opção e indica o status de cada opção (instalada ou desinstalada).
É possível instalar essas opções de personalização durante a instalação do produto, ou instalar uma opção ou todas elas posteriormente. (Algumas opções são instaladas automaticamente quando o aplicativo que as usa é instalado). Você também pode alterar os valores de opções instaladas a qualquer momento.
Dependendo da sua função, você talvez não tenha acesso a todas as opções
Instalar ou desinstalar uma opção exige a reinicialização de serviços do CA SDM e do serviço da
Interface do xFlow
. Para a configuração de disponibilidade avançada, nem todas as opções exigem a reinicialização de todos os servidores.
Opções de arquivamento e limpeza
Opção
Descrição
busy_agent_threshold
Controla o limite para processamento do arquivo e eliminação de solicitações em segundo plano. Para melhorar a eficiência, as solicitações na fila de processamento em segundo plano devem ser processadas durante os períodos de pouca utilização do sistema (momentos mais ociosos). O campo Valor da opção permite especificar o número de agentes ocupados em porcentagem. Por exemplo, se o Valor da opção é definido como 70, o sistema começa a processar as solicitações na fila de processamento em segundo plano quando a porcentagem dos agentes ocupados é inferior a 70% do total de agentes no sistema.
O campo Valor da opção define a variável NX_BUSY_AGENT_THRESHOLD, localizada no arquivo NX.env.
default_schedule
O Valor da opção especifica o cronograma padrão (entrada de turno de trabalho) usado pela regra de arquivamento e eliminação. Se o Valor da opção for definido com um nome de entrada de turno de trabalho inválido ou sequência de caracteres vazia, a regra não será executada com o valor do cronograma.
O campo Valor da opção define a variável NX_DEFAULT_SCHEDULE, localizada no arquivo NX.env.
rule_history_length
O Valor da opção especifica o número máximo de registros do histórico de regras salvos no banco de dados.
O campo Valor da opção é recuperado por processo de arquivamento e eliminação na inicialização. O valor padrão para essa variável é 50; isso significa que 50 dos registros do histórico de regras mais recentes são salvos.
O campo Valor da opção define a variável NX_RULE_HISTORY_LENGTH, localizada no arquivo NX.env.
Opções de serviço de informações de ativo
Opção
Descrição
allow_exceed
Um ativo/item contém um campo Contagem de inventário. O número de pais de um ativo/item não pode exceder a contagem de inventário. Instalar essa opção permite que o número de pais exceda a contagem de inventário.
allow_unrestricted_asset_upd
Se esta opção estiver instalada, os itens de ativos/configuração de propriedade do CA Asset Portfolio Management podem ser totalmente modificados pelos usuários. Se esta opção não estiver instalada (o padrão), apenas um número limitado de campos do registro de ativo/item pode ser atualizado.
Opções de log de auditoria
Essas opções controlam o registro de atividades nas partições de dados, requisições de mudança, ocorrências e solicitações. Se essas opções estiverem instaladas, uma entrada de log de auditoria será criada para cada atualização de campo e operação de inserção. A operação que deverá ser monitorada é determinada usando as seguintes opções:
Opção
Descrição
audit_ins
Monitora inserções.
audit_upd
Monitora atualizações de campo.
Opções do CA CMDB
Opção
Descrição
allow_updates_to_inactive_ci
Especifica se é permitido que ICs inativos sejam atualizados. O padrão é NÃO (nova instalação) ou SIM (atualização de produto). Para desinstalar esta opção, clique em Editar, Desinstalar e Atualizar. Em seguida, interrompa e reinicie o servidor do CA SDM.
allow_updates_to_superseded_ci
Especifica se é permitido que ICs substituídos sejam atualizados. O padrão é NÃO. Para desinstalar essa opção, clique em Editar, Desinstalar, Atualizar. Em seguida, interrompa e reinicie o servidor do CA SDM.
ci_filter
Especifica se ICs devem ser procurados na página Lista de ICs. O padrão é SIM. Se a opção não estiver instalada, o filtro de pesquisa de IC não terá nenhum valor inicial. Para desinstalar esta opção, clique em Editar, Desinstalar e Atualizar. Em seguida, interrompa e reinicie o servidor do CA SDM.
ci_hierarchy_levels
Especifica o número de níveis (profundidade) a pesquisar serviços dependentes de ICs. Os valores válidos são números inteiros de 0 (zero) a 9 (nove).
cmdb_model_class_inconsistency
Especifica para impedir, avisar ou permitir que uma classe de IC seja inconsistente com a classe que o usuário especificou no modelo opcional do IC.
  • Impedir
    Impede que IC salvar ocorra e exibe uma mensagem de erro.
  • Permitir
    Permite que a classe e a classe do modelo permaneçam inconsistentes.
    Observação:
    use essa opção para compatibilidade com releases anteriores do produto, como o CA SDM r12.6.
  • Aviso
    Atualiza o log padrão (stdlog) com um aviso e permite salvar. Por exemplo, use esta opção se desejar mudar de Permitir para Impedir.
Padrão:
impedir
cmdb_versioning_maxrows
Especifica o número máximo de logs de auditoria e de entradas do histórico da requisição de mudança que é exibido na guia Controle de versão.
Padrão:
400
critical_service_relationship
Especifica um tipo de relacionamento para identificar serviços dependentes de ICs. É possível especificar múltiplos relacionamentos separados por vírgula. Por exemplo, suportes, é gerenciado por.
Opções do fluxo de trabalho do CA Process Automation
Opção
Descrição
caextwf_eem_hostname
Especifica o nome do servidor do CA EEM. Por exemplo,
http://<nomedohost_workflow>
identifica o host de autenticação
.
Instale caextwf_eem_hostname somente se você tiver configurado o CA Process Automation para usar o CA EEM como servidor de autenticação. O CA SDM usa esse valor para transformar um nome de usuário e uma senha em um token do CA EEM. Em seguida, o nome de usuário e a senha não passarão em texto normal sobre HTTP.
Se a instalação do CA Process Automation não estiver usando o CA EEM, não insira um valor na opção caextwf_eem_hostname e não instale o caextwf_eem_hostname. Inserir um valor falso ou instalar o caextwf_eem_hostname quando não for necessário causará falha na integração.
caextwf_endpoint
Especifica o URL que aponta para os serviços da web do CA Process Automation, incluindo o nome de host do CA Process Automation, porta e o caminho obrigatório /itpam/soap.
Por exemplo,
http://<nomedohost_workflow>:<porta_tomcat_workflow>/itpam/soap
identifica o terminal. Se a implementação usa o CA EEM, instalar a opção caextwf_eem_hostname é necessário para a integração entre o CA Process Automation e o CA SDM funcionar corretamente.
caextwf_log_categories
Especifica uma lista separada por vírgulas dos nomes de categorias de log de instâncias de processos do CA Process Automation que aparecerão na guia Solicitação, Requisição de mudança e Tarefas do fluxo de trabalho da ocorrência do CA SDM. Por exemplo,
Operador, Resposta, MinhaCategoria
fornece três categorias de log.
Você instala caextwf_log_categories com base em decisões de negócio do pessoal de criação de processos do CA SDM e CA Process Automation. Esta opção ajusta os dados padrão que são exibidos na guia Tarefas do fluxo de trabalho para solicitações, requisições de mudança e ocorrências.
Ao instalar a opção caextwf_log_categories, todas as mensagens de log de instâncias de processos do CA Process Automation da categoria Processo e das categorias especificadas serão exibidas na guia Tarefas do fluxo de trabalho. Quando caextwf_log_categories não é instalado, somente as mensagens de log de instâncias de processos do CA Process Automation da categoria Processo são exibidas na guia Tarefas do fluxo de trabalho.
Para obter informações sobre as categorias de mensagens de log predefinidas do CA Process Automation e definir categorias personalizadas de mensagens, consulte a documentação de referência do CA Process Automation.
caextwf_processdisplay_url
Especifica como iniciar um instantâneo gráfico de uma instância de processo do CA Process Automation fornecendo o nome de host e o caminho obrigatório /itpam/Web.jsp?page=runtimeeditor&ROID.
Por exemplo,
http://<nomedohost_workflow>:<porta_tomcat_workflow>/itpam/Web.jsp?page=runtimeeditor&ROID=
abre um instantâneo de uma instância de processo. na guia Tarefas do fluxo de trabalho de uma solicitação, requisição de mudança ou ocorrência, o usuário seleciona Exibir processo para visualizar o instantâneo.
Instalar a opção caextwf_processdisplay_url é obrigatório para a integração entre o CA Process Automation e o CA SDM operar adequadamente.
caextwf_retry_count
Especifica o número de vezes que os eventos de fluxo de trabalho anexados do CA PAM podem ser acionados novamente para repetir os eventos de status desconhecido. O valor padrão de contagem de novas tentativas é 3 e o intervalo [1-20].
caextwf_retry_interval
Especifica a duração do intervalo de repetição em minutos para acionar novamente cada evento do fluxo de trabalho do CA PAM desconhecido. A duração padrão do intervalo das novas tentativas é 10 e o intervalo [10-999].
caextwf_worklist_url
Especifica o caminho da instância de processo fornecendo o nome de host e o caminho obrigatório /itpam?page=tasklist. Por exemplo,
http://<nomedohost_workflow>:<porta_tomcat_workflow>/itpam?page=tasklist
permite que os usuários do CA SDM vejam uma lista de instâncias de processo do CA Process Automation que exigem atenção. A lista é exibida no CA Process Automation quando o usuário do CA SDM seleciona um link associado a qualquer tarefa listada na guia Tarefas de fluxo de trabalho de solicitação, requisição de mudança ou ocorrência.
Instalar a opção caextwf_worklist_url é obrigatório para a integração entre o CA Process Automation e o CA SDM operar adequadamente.
caextwf_ws_password
Especifica a senha administrativa associada ao nome de usuário do CA Process Automation a partir da opção caextwf_ws_user. O CA SDM utiliza o nome de usuário e a senha para acessar as funções de serviço web do CA Process Automation para executar atividades de integração, como selecionar formulários de solicitação inicial, informações de definição do processo, informações de instância do processo.
Instalar a opção caextwf_ws_password é obrigatório para a integração entre o CA Process Automation e o CA SDM. O nome de usuário e a senha especificados requerem o acesso apropriado ao CA Process Automation. No entanto, não é necessário para o CA SDM usar o nome de usuário e senha para autenticação.
caextwf_ws_user
Especifica o nome de usuário administrativo do CA Process Automation associado ao nome de usuário do CA Process Automation na opção caextwf_ws_password. O CA SDM usa o nome e a senha do usuário para acessar as funções de serviço web do CA Process Automation a fim de executar as atividades de integração. As atividades de integração incluem selecionar formulários de solicitação de início, informações de definição de processo, informações de sessão do processo ou abrir sessões de processo.
Instalar a opção caextwf_ws_user é necessário para a integração entre o CA Process Automation e CA SDM operar. O nome de usuário e a senha especificados requerem o acesso apropriado ao CA Process Automation. No entanto, não é necessário para o CA SDM usar o nome de usuário e senha para autenticação.
Como criar SLAs
Opções do CA Service Catalog
Instale as opções a seguir para ativar a integração de autoatendimento:
Opção
Descrição
casc_aty_sync
Especifica o tipo de logs de atividades a ser sincronizado a partir do CA SDM para o CA Service Catalog. Se esse campo for deixado em branco, os logs de atividades de comentários serão sincronizados.
Para sincronizar outros tipos de logs de atividades (como Escalonamento, Atualização de status), digite os respectivos códigos de tipo de log, separados por vírgula.
casc_endpoint
Especifica o URL de serviços web do CA Service Catalog.
Format:
http:// : /usm/services
casc_session_timeout
(Opcional) Especifica o tempo em minutos no qual a sessão de serviços web do CA Service Catalog será armazenada em cache.
Intervalo:
20 a 60 minutos.
casc_user
Especifica o nome de usuário de administrador do CA Service Catalog que é responsável por fazer chamadas de serviço web para o CA Service Catalog.
Esse usuário deve existir no CA EEM em relação ao CA SDM que está configurado.
casc_user_password
Especifica a senha do usuário do CA Service Catalog conforme inserida na opção casc_user.
casc_ws_retry
(Opcional) Especifica o número de tentativas para sincronizar uma atualização de ticket do CA SDM (logs de atividades/anexos/status) com o CA Service Catalog, se ocorrer uma falha.
Digite -1 para tentar indefinidamente, até que a sincronização tenha êxito. Como um administrador do sistema, é possível definir o intervalo de tempo após o qual deseja que a atualização do ticket que falhou seja repetida novamente.
Execute o seguinte comando para definir o intervalo de tempo:
pdm_options_mgr -c -a pdm_option.inst -a option.inst -s NX_CASC_RETRY_INTERVAL -v [intervalo de tempo em minutos]
Por padrão, esse intervalo de tempo é definido como 15 minutos. Se você não definir nenhum valor ou fornecer um valor não numérico para essa variável, a atualização que falhou será repetida de acordo com o intervalo de tempo padrão (15 min).
Intervalo:
-1 a 50
casc_integrated
Ativa a integração de autoatendimento.
Opções de Ligar para a central de atendimento
Opção
Descrição
call_service_desk_default_phone_number
Instale essa opção e especifique o valor como número de telefone para os usuários móveis ao ligar para a central de atendimento usando o número do celular especificado.
call_service_desk_mobile_enable
(Instalada por padrão) Permite que os usuários de dispositivos móveis chamem o número do Service Desk a partir do seu dispositivo móvel. O número do Service Desk pode ser especificado usando a opção
call_service_desk_default_phone_number
ou
call_service_desk_tenant_phone_number_field
(no caso de multilocação).
call_service_desk_tenant_phone_number_field
(Aplicável se a multilocação estiver ativada) Instale essa opção e defina o valor como phone_number ou alt_phone, conforme especificado na página de detalhes do inquilino. Essa opção permite que os usuários de dispositivos móveis de inquilino chamem o Service Desk usando este número especificado a partir de seu dispositivo móvel.
Para obter mais informações, os usuários do aplicativo móvel do CA SDM podem consultar a seção Call Service Desk no dispositivo móvel.
Opções do gerenciador da requisição de mudança
Opção
Descrição
asset_only_one_chg
Impede a vinculação de ativos a mais de uma requisição de mudança ativa.
Category_Defaults
Preenche automaticamente determinados campos de uma página de detalhes de requisição de mudança quando o usuário seleciona uma categoria.
Uma categoria pode ter um tipo, responsável, grupo e organização/negócio padrão. Quando essa opção está ativada, os campos correspondentes na página de detalhes de requisição de mudança são preenchidos com padrões de categoria se não tiverem sido preenchidos manualmente pelo usuário. Se os valores forem inseridos pelo usuário, a regra padrão não será aplicada.
chg_allow_sla_downgrade
Altera o comportamento da opção chg_sla, permitindo que o sistema efetue automaticamente o downgrade do Tipo de serviço de uma requisição de mudança.
A opção chg_sla seleciona o melhor Tipo de serviço entre vários atributos de requisição de mudança, mas não pode substituir o Tipo de serviço atual da requisição de mudança por um tipo de classificação inferior. Se essa opção estiver instalada, os Tipos de serviço para todos os atributos afetados serão avaliados sempre que um dos atributos for alterado. O tipo de serviço da requisição de mudança é definido com o tipo com maior valor de classificação encontrado, mesmo que o novo tipo de serviço tenha uma classificação inferior ao tipo de serviço atual da requisição de mudança.
O Tipo de serviço com o menor valor de Classificação é considerado o melhor serviço. Se todos os Tipos de serviço considerados forem iguais quanto à Classificação (incluindo Tipos de serviço com valores de classificação vazios), o Tipo de serviço criado primeiro no banco de dados será selecionado.
A opção chg_sla deve estar instalada para que essa opção funcione corretamente.
Eventos automáticos
Anexa eventos automaticamente a requisições de mudança recém-criadas. Para especificar este anexo, use as opções a seguir:
  • chg_auto_events
    -- Instala ou desinstala a opção.
  • chg_auto_events_name
    -- Especifica o formato de um nome para os eventos vinculados.
  • chg_auto_events_count
    -- Especifica o número de eventos vinculados.
Os nomes de eventos a serem vinculados são criados com a união de chg_auto_events_name a um número entre 1 e chg_auto_events_count. Por exemplo:
  • chg_auto_events_name é "Evento automático"
  • chg_auto_events_count é "3"
Com essas configurações, instalar a opção chg_auto_events resultaria na anexação dos seguintes eventos a todas as requisições de mudança novas:
  • Evento automático 1
  • Evento automático 2
  • Evento automático 3
Para concluir a implementação dessa opção, você deve definir um evento com esses nomes. Para obter mais informações, consulte como criar um evento no tópico Como configurar os SLAs.
chg_calendar_start_day_of_week
Especifica a data de início da semana no calendário de mudanças.
Padrão:
sexta-feira
chg_sla
Instala a regra para definir o padrão do campo Tipo de serviço de uma requisição de mudança. A regra é a seguinte:
  • O melhor serviço entre a prioridade, o solicitante, o contato afetado e a categoria é aplicado à requisição de mudança.
  • O tipo de serviço com o menor valor de classificação é considerado o melhor serviço. Se todos os tipos de serviço considerados forem iguais quanto à classificação (incluindo tipos de serviço com valores de classificação vazios), o tipo de serviço criado primeiro no banco de dados será selecionado.
Essa opção estará disponível somente se a opção Classic SLA Processing estiver instalada.
conflict_added
Gera entradas do Log de atividades quando conflitos são adicionados.
conflict_updated
Gera entradas do Log de atividades quando conflitos são atualizados.
force_closure_code
Modifica o valor de código de fechamento de filhos para que ele idêntico ao do pai. Os seguintes valores são válidos:
  • Vazio
    - (Padrão) Impõe o valor do código de fechamento do pai aos filhos quando o filho não tem um valor para o código de fechamento. Não substitui um código de fechamento existente.
  • Tudo
    - Impõe o valor do código de fechamento do pai a todos os filhos, mesmo que eles já tenham um valor de código de fechamento.
impact_explorer_exclude_hier
Usado ao criar uma lista de ICs filho para um IC na árvore Impact Explorer. Se essa opção estiver instalada e definida como Sim, os ICs filhos relacionados pela guia Relacionamentos do CMDB de uma página Detalhes de CI
não
serão exibidos na árvore Impact Explorer nem na Lista de descendentes do IC.
Os ICs filho relacionados por meio do CA CMDB serão exibidos.
require_change_assignee
Proíbe que requisições de mudança sem nenhum valor no campo Responsável sejam salvas.
require_change_group
Proíbe que requisições de mudança sem nenhum valor no campo Grupo sejam salvas.
require_closure_code
Exige um valor de código de fechamento antes de fechar ou resolver uma requisição de mudança.
Opções Change-Issue
  • edit_completed_tasks
    Quando essa opção está instalada com o valor Sim, é possível definir os sinalizadores Permitir atualização da tarefa e Tarefa concluída em um detalhe de Requisição de mudança ou de Status de tarefa de ocorrência. No entanto, se ambos os sinalizadores, Permitir atualização da tarefa e Tarefa concluída, são definidos, só é possível atualizar a Descrição de tarefa do fluxo de trabalho. O comportamento padrão é não permitir a configuração de ambos os sinalizadores ("Permitir atualização da tarefa" e "Tarefa concluída") em um detalhe de Status da tarefa.
Opções de email
A interface de email envia notificações de email e permite que os usuários criem tickets a partir de um email.
Opção
Descrição
mail_from_address
Especifica a notificação de correio do endereço De: O endereço está no formato Displayname<usuá[email protected]company.com>.
mail_login_password
Especifica a senha de logon do servidor SMTP.
mail_login_userid
Especifica a ID de usuário para logon do servidor SMTP.
mail_max_threads
Especifica o número máximo de conexões simultâneas de SMTP que podem tentar se comunicar com o servidor.
mail_reply_to_address
Define a resposta para endereços para notificação de email. Essa opção é útil se os emails forem enviados de uma conta de usuário, mas desejar que as respostas sejam enviadas a outro endereço de email. O valor padrão é o mesmo do endereço "de".
mail_smtp_domain_name
Forneça o nome de domínio do servidor do SMTP. É possível limpar o nome de domínio ao definir o valor para NONE.
mail_smtp_hosts
Especifica uma lista separada por espaço de nomes de host do servidor do SMTP para notificações de email.
mail_smtp_host_port
Especifica uma porta SMTP para substituir a porta STMP padrão.
mail_smtp_security_level
Especifica o nível de segurança SMTP. As configurações válidas são: 0=no security, 1=basic authentication, 2=NTLM, 3=MD5 e 4=LOGIN. Se definir esta opção para 1, defina as opções mail_login_password e mail_login_userid. A maioria dos servidores SMTP não exige autenticação.
mail_smtp_use_tls
Especifica o uso do protocolo TLS (Transport Layer Security) no email. As configurações válidas são Sim=Usar TLS, Não=não usar TLS.
mail_ca_cert_path
Especifica o caminho no qual o certificado confiável foi implantado.
Para obter a configuração de disponibilidade avançada, é preciso implantar o certificado confiável no mesmo local em todos os servidores CA SDM. O CA SDM suporta apenas o formato codificado com base-64 (PEM) para certificados de autoridade de certificação.
mail_show_to_cc_list
Mostra todos os destinatários da notificação de email. Para a notificação manual por email, ambos os destinatários da lista "Para" e "Cc" são exibidos e para a notificação automática por email, são exibidos apenas os destinatários de lista "Para". Por padrão, essa opção é instalada.
O método de notificação de email do pager não oferece suporte à listagem de todos os destinatários na lista Para ou Cc.
Opções gerais
Opção
Descrição
add_utf8_byte_order_mark
Faz os dados padrão incluírem uma assinatura de codificação (marca de ordem de bytes UTF-8). Os editores que suportam o UTF-8 usam essa assinatura para exibir a codificação UTF-8.
catalog_server
Especifica a localização do servidor do CA Service Catalog (por exemplo: http[s]://
servername
:8090). Se estiver em uso um balanceador de carga, verifique se essa opção o especifica.
default_superuser_id
Especifica a ID de superusuário padrão do CA SDM, por exemplo, ServiceDesk.
Status_Policy_Violations
Especifica com que rigidez o sistema impõe as políticas de
Status
. Essa opção se aplica apenas a processos de sistema automatizados, tais como integrações e macros. O usuário final não é afetado por essa opção.
Os valores da opção válidos são:
  • Aviso
    -- Permite que a violação da política de status prossiga, mas é escrita uma mensagem de aviso no log.
  • Permitir
    – Permite que a violação da política de status prossiga, mas
    não
    é escrita nenhuma mensagem de aviso no log.
  • Rejeitar
    – Rejeita a violação da política de status e aparece uma mensagem de erro.
xflow_installed
Ative essa opção se a
Interface do xFlow
estiver instalada.
singleton_notify_list
O CA SDM envia a notificação de falha do daemon singleton quando não for possível reiniciá-lo. Esta opção controla a lista de destinatários de email que serão notificados quando um daemon singleton não puder ser reiniciado no servidor do CA SDM. Alguns campos dessa página são autoexplicativos. A seguir estão os campos que precisam de explicação:
Status da ação
Indica o status de instalação da opção.
  • Valor da opção
    Especifica uma lista separada por vírgulas de endereços de email para enviar o email de falha de daemon singleton.
  • Mensagem de status da ação
    Especifica o texto da mensagem a ser incluído no email de falha do daemon singleton.
Opções do gerenciador de ocorrências
Opção
Descrição
iss_allow_sla_downgrade
Altera o comportamento da opção SLA ocorr., permitindo que o sistema efetue automaticamente o downgrade de um tipo de serviço da ocorrência.
A opção de SLA de ocorrência seleciona o melhor Tipo de serviço entre vários atributos de ocorrência, mas não pode substituir o Tipo de serviço atual da ocorrência por um tipo de classificação inferior. Se essa opção estiver instalada, os Tipos de serviço para todos os atributos afetados serão avaliados sempre que um dos atributos for alterado. O Tipo de serviço da ocorrência é definido com o maior valor de classificação encontrado, mesmo que o novo Tipo de serviço tenha um valor de classificação inferior ao Tipo de serviço atual da ocorrência.
O Tipo de serviço com o menor valor de Classificação é considerado o melhor serviço. Se todos os Tipos de serviço considerados forem iguais quanto à Classificação (incluindo Tipos de serviço com valores de classificação vazios), o Tipo de serviço criado primeiro no banco de dados será selecionado.
A opção SLA ocorr. deve estar instalada para que essa opção funcione corretamente.
iss_assignee_set
Define o destinatário para ocorrências conectadas ao usuário se o usuário for um analista. Se a opção estiver instalada, quando um analista cria uma nova ocorrência, ela será atribuída automaticamente ao analista.
Eventos automáticos da ocorr.
  • Vincula eventos automaticamente a ocorrências recém-criadas. Isso é especificado usando três opções:
    • iss_auto_events
      -- Instala ou desinstala a opção.
    • iss_auto_events_count
      -- Especifica o número de eventos vinculados.
    • iss_auto_events_name
      -- Especifica o formato de um nome para os eventos vinculados.
    Os nomes de eventos a serem vinculados são criados com a união de iss_auto_events_name a um número entre 1 e iss_auto_events_count. Por exemplo:
  • iss_auto_events_name é "Evento automático"
    • iss_auto_events_count é "3"
    Com essas configurações, instalar a opção iss_auto_events resultaria na anexação dos seguintes eventos a todas as ocorrências novas:
  • Evento automático 1
    • Evento automático 2
    • Evento automático 3
    Para concluir a implementação dessa opção, você deve definir eventos com esses nomes.
Iss_Category_Defaults
Determina o que acontece quando o campo de categoria é especificado em uma página de detalhes de ocorrência.
Uma categoria pode ter um responsável, grupo e organização/negócio padrão. Quando essa opção está ativada, os campos correspondentes na página de detalhe de ocorrência são preenchidos com padrões de categoria se não tiverem sido inseridos manualmente pelo usuário. Se esses valores forem inseridos pelo usuário, a regra padrão não será aplicada. Assegure-se de que o responsável padrão seja na verdade um membro do grupo padrão.
iss_sla
Instala a regra para definir o padrão do campo Tipo de serviço de uma ocorrência. A regra é a seguinte:
O melhor serviço entre a prioridade, o solicitante, o contato afetado e a categoria é aplicado à ocorrência.
O tipo de serviço com o menor valor de classificação é considerado o melhor serviço. Se todos os tipos de serviço considerados forem iguais quanto à classificação (incluindo tipos de serviço com valores de classificação vazios), o tipo de serviço criado primeiro no banco de dados será selecionado.
Essa opção estará disponível somente se a opção Classic SLA Processing estiver instalada.
require_issue_assignee
Proíbe que ocorrências sem nenhum valor no campo Destinatário sejam salvas.
require_issue_group
Proíbe que ocorrências sem nenhum valor no campo Grupo sejam salvas.
Opções de conhecimento
Esta opção controla a funcionalidade Conhecimento:
Opção
Descrição
analyst_preferred_ticket
Define o link para abrir um ticket de um documento de conhecimento para a interface do usuário de analista. O analista tem a configuração padrão de Incidente, e as opções disponíveis são: Incidente, Solicitação, Incidente/Solicitação e Ocorrência.
kt_disallow_forums
Se essa opção estiver definida como Sim, o recurso Fórum não será permitido (inativo), o que significa que você não poderá criar nem atualizar fóruns nem exibir qualquer item de menu.
kt_report_card_issue_status
Permite que estatísticas de ocorrência sejam calculadas e exibidas na seção Reutilização da Ficha de relatório de documento de conhecimento. A validade da cláusula Where não é verificada.
Exemplo:
status='CL'
kt_report_card_request_status
Permite que estatísticas de solicitação sejam calculadas e exibidas na seção Reutilização da Ficha de relatório de documento de conhecimento. A validade da cláusula Where não é verificada.
Exemplo:
status='CL'
Opções KPI
Estas opções controlam a operação do daemon do KPI:
Opção
Descrição
kpi_ticket_data_table
Permite que o daemon de KPI colete dados sempre que tickets do CA SDM forem abertos, fechados ou que certos campos forem modificados. Os dados do ticket são gravados na tabela de banco de dados usp_kpi_ticket_data e ficam disponíveis para gerar relatórios com base na web.
Ativar esse recurso pode reduzir o desempenho do CA SDM.
concurrent_lic_refresh_interval
Especifica o intervalo de tempo de atualização simultâneo (em segundos) para todos os KPIs simultâneos (por exemplo, o KPI webConcurrentLicenseCt). Se essa opção estiver instalada, todos os KPIs simultâneos calculam a contagem somente depois do intervalo especificado. Se não instalar essa opção, o intervalo de atualização do tempo é padronizado como 3600 segundos para todos os KPIs simultâneos.
Intervalo:
600 a 7200 segundos.
Opções LDAP
É possível definir o nome de domínio para servidores LDAP que foi configurado por meio do Gerenciador de opções, adicionando o nome do domínio na variável do arquivo NX.env e executando os seguintes comandos:
pdm_options_mgr -c -a pdm_option.inst -s NX_LDAP_DOMAIN -v <DEFAULT_LDAP_SERVER_DOMAIN_NAME> -t pdm_options_mgr -c -a pdm_option.inst -s NX_LDAP_DOMAIN -v <DEFAULT_LDAP_SERVER_DOMAIN_NAME>
Reinicie os serviços e efetue logon no CA SDM com credenciais de domínio\nome do usuário.
As seguintes opções de LDAP estão disponíveis para instalação via Gerenciador de opções na guia Administração do CA SDM.
As opções identificadas como obrigatórias devem ser instaladas juntas para ativar a integração com um diretório LDAP. As opções identificadas como opcionais são recursos que você poderá adicionar apenas se as opções obrigatórias estiverem instaladas.
Opção
Descrição
default_ldap_tenant
(obrigatório)
Especifica o inquilino padrão para contatos importados de um diretório LDAP em uma instalação configurada para um ambiente de multilocação.
O valor da opção deve definir o UUID para esse inquilino. Você pode obter o UUID do inquilino em uma consulta ao banco de dados. Por exemplo, "SELECT * FROM ca_tenant".
Importante:
Esta opção só é obrigatória se a multi-locação estiver ativada. Essa opção entra em vigor apenas se a opção "multi_tenancy" estiver definida como "on". Antes de executar o utilitário pdm_buildtenant e se desejar reter o valor do inquilino, você
deve
modificar NX.env adicionando manualmente a variável NX_RETAIN_TENANT_VALUE e definindo-a para "sim".
Se a multilocação estiver definida como "on" e a variável como "no", estiver ausente ou não tiver sido definida adequadamente, o utilitário substituirá as informações do inquilino. A variável não tem efeito quando a multilocação está no modo "setup".
ldap_dn
Especifica o nome exclusivo de LDAP para efetuar logon no servidor LDAP.
Por exemplo
: CN=Joe, CN=Users, DC=KLAND, DC=AD, DC=com
Dependendo da configuração de rede de sua localidade, a id de usuário
pode
ser usada no lugar de um nome exclusivo.
Se o servidor LDAP aceitar vínculos anônimos, este valor pode estar vazio.
Por exemplo, se o diretório LDAP for o repositório de identidades do CA EEM, esta opção não será obrigatória porque o CA EEM permite acesso anônimo.
ldap_enable
Especifica se a integração com LDAP está ativada. O valor padrão é Sim. Além dessa opção, instale todas as outras opções de LDAP indicadas como obrigatórias.
ldap_enable_auto
(opcional)
Especifica se a criação automática de contatos de informações LDAP está ativada. O valor padrão é Sim. Se você instalar esta opção, um contato será criado automaticamente das informações de LDAP sempre que um novo usuário efetuar logon.
ldap_enable_groups
(opcional)
Especifica se o CA SDM atribui um Tipo de acesso do contato com base na participação no Grupo LDAP. O valor padrão é Sim.
Para usar esse recurso, você deve associar os tipos de acesso do CA SDM a Grupos LDAP.
Essa opção é aplicável somente para o Microsoft Active Directory.
ldap_enable_tls
(opcional)
Especifica se TLS (Transport Layer Security) está ativado durante o processamento de LDAP. O valor de opção padrão é Sim.
ldap_group_object_class
Especifica o valor do atributo de objectClass de LDAP. O valor padrão é
grupo
.
Esse valor sempre é incluído na cláusula Where dos filtros gerados automaticamente usados para pesquisar grupos LDAP.
ldap_host
Indica o endereço IP ou o nome do host de servidor LDAP.
Se o diretório de LDAP for o repositório de identidades do CA EEM, use o nome do host da máquina onde o Ingres está instalado.
ldap_port
Especifica o número da porta do servidor LDAP.
Se o diretório de LDAP for o repositório de identidades do CA EEM, use 1684 como número da porta.
ldap_pwd
Especifica a senha do ldap_dn para logon no servidor LDAP.
Se o servidor LDAP aceitar vínculos anônimos, este valor pode estar vazio.
Por exemplo, se o diretório LDAP for o repositório de identidades do CA EEM, essa opção não é necessária porque o CA EEM permite acesso anônimo.
ldap_search_base
(obrigatório)
Se desejar pesquisar contatos para um servidor LDAP padrão, mantenha o campo do nome de domínio na página Pesquisa de diretório LDAP em branco ou forneça o nome do domínio LDAP exato configurado no CA SDM para recuperar os contatos no diretório LDAP especificado.
Especifica o ponto inicial para pesquisas na árvore de esquema de LDAP:
  • UNIX
    -- você
    deve
    especificar um recipiente inicial, como: CN=Users, DC=KLAND, DC=AD, DC=com
  • Windows
    -- Você não precisa especificar um recipiente e pode iniciar no topo da árvore de esquema, como: DC=KLAND, DC=AD, DC=com
Se o diretório de LDAP for o repositório de identidades do CA EEM, use: cn=Users,cn=Entities,cn=iTechPoz. Isso se aplica somente quando o CA EEM está configurado para usar o MDB em vez de um diretório externo.
ldap_service_type
(opcional)
Instale esta opção para estabelecer o tipo de serviço LDAP. Se o tipo de LDAP for Active Directory, especifique a sequência de caracteres "Active Directory". Se o tipo de LDAP não for Active Directory, especifique qualquer outra sequência de caracteres, por exemplo, "eTrust" ou "Novell".
ldap_sync_on_null
(opcional)
Especifica se valores de atributo de contato existentes são substituídos por dados inválidos caso o atributo de usuário de LDAP correspondente contenha um valor nulo. O valor padrão é Sim.
ldap_user_object_class
(obrigatório)
Define o valor do atributo de objectClass de LDAP. O valor padrão é
pessoa
. Esse valor sempre é incluído na cláusula Where dos filtros gerados automaticamente usados para pesquisar usuários de LDAP.
Se o diretório LDAP for o repositório de identidades do CA EEM, use pozObject. Para muitos armazenamentos LDAP não-AD, a configuração correta é inetOrgPerson.
num_ldap_agents
Especifique o número de agentes LDAP. Instale esta opção somente se você tiver vários agentes LDAP. O valor padrão é 2.
Opções Multi-Tenancy
Opção
Descrição
max_tenant_depth
Especifica um limite para a profundidade da hierarquia do inquilino. O padrão é quatro (4) níveis de inquilinos.
multi_tenancy
Controla os recursos de multi-locação. A multi-locação permite que organizações ou grupos compartilhem uma única instalação. Os seguintes valores estão disponíveis:
  • inativo
    -- Multi-locação não está em uso.
  • configurar
    -- Multi-locação não está em uso, mas os administradores podem exibir e editar objetos e atributos relacionados a inquilinos na interface de usuário.
  • ativo
    -- Multi-locação está completamente operacional. Você também pode adicionar opções de nível obrigatório após a configuração de "ativo", como segue:
    • avisar
      : Objetos sem inquilino podem ser criados ou atualizados, mas uma mensagem de erro é gravada no log.
    • permitir
      -- Objetos sem inquilino podem ser criados ou atualizados, mas uma mensagem de aviso é gravada em stdlog.
A configuração de um nível obrigatório é útil durante a migração. Permite atualizações de SLA e eventos vinculados a dados legados sem locação.
Opções de notificação
Opção
Descrição
add_know_list
Adiciona a lista de notificação informativa a todas as notificações futuras concernentes a uma requisição de mudança, ocorrência ou solicitação. Quando esta opção está instalada, os contatos listados na lista de notificação são adicionados a todas as notificações futuras.
log_all_notify
Registra todas as notificações, independentemente do método usado. Registrar uma notificação cria um objeto de log de notificação que registra o destinatário, a data/hora, o método de notificação e o texto da notificação.
O administrador usa a lista
Histórico de notificações
para exibir e manter objetos de log de notificação. O histórico de notificações também pode ser exibido a partir de um ticket individual.
Se esta opção não estiver instalada, o contato receberá somente a notificação especificada no registro Contato. Nenhum registro de tentativa de notificação é mantido.
notification_allow_temp_address
Permite que as notificações manuais sejam enviadas para endereços de email SMTP inseridos manualmente, em vez de apenas para contatos registrados.
web_cgi_url
Permite que o destinatário de um email de notificação clique em um URL e exiba o objeto sobre o qual foi notificado. Essa opção também é usada em notificações de pesquisa.
Para definir um URL para que um usuário alcance o CA SDM, uma referência à interface web é necessária. O valor de referência é o URL de interface web usado para acessar o componente da web do CA SDM.
O URL tem a seguinte sintaxe.
http://hostname/CAisd/pdmweb.exe
  • nome do host
    Especifica a localização do seu servidor web.
    (Recomendado) Para a configuração de disponibilidade avançada, é altamente recomendável que essa opção aponte para um dos servidores de aplicativos e não para o servidor em espera ou de segundo plano. Ela também pode apontar para um web director ou para um balanceador de carga de terceiros.
    Altere o valor dessa opção para apontar para:
    • O balanceador de carga, se você tiver mais de um servidor de aplicativos.
    • O servidor de aplicativos, se você tiver somente um servidor de aplicativos.
Opções do gerenciador de solicitações
Opção
Descrição
Area_Defaults
Determina o que acontece quando o campo Área de solicitação é especificado em uma página Detalhes da solicitação.
Uma Área de solicitação pode ter um destinatário e grupo padrão. Quando essa opção é ativada, o destinatário e o grupo do Detalhe da solicitação são preenchidos com os padrões da Área de solicitação.
Assignee_set
Define o destinatário das solicitações como o usuário conectado, quando o usuário é um analista. Se a opção estiver instalada, quando um analista cria uma solicitação, ela é atribuída automaticamente àquele analista.
autoasg_ci_assign_lowest_agt
Ativa a atribuição automática com base no IC para atribuir um analista do grupo. O analista precisa ter o status Ativo e Disponível como Sim. Os tickets atribuídos a todos os analistas que atendam a este critério são contados, mas o primeiro encontrado com o menor número de tickets atribuído a eles é atribuído ao ticket. É preciso instalar essa opção para usá-la. Após a instalação, essa opção reinicia os servidores do CA SDM.
autoasg_override
Controla como a Atribuição automática lida com uma Solicitação criada com um Responsável, Grupo, ou ambos. Configure seu sistema definindo essa opção para um dos seguintes valores:
  • Usa o Responsável, Grupo, ou ambos, existente(s). O processamento da Atribuição automática não ocorre se o Responsável, Grupo ou Ambos, foi definido durante a criação da Solicitação.
  • Ignora o Responsável, Grupo, ou ambos, existente(s). O processamento da Atribuição automática ocorre e tenta localizar um Responsável, Grupo, ou ambos.
O Responsável, Grupo, ou ambos, pode ser definido de várias formas:
  • Manualmente pelo Analista
  • Padrões da área e opções de definição de Destinatário
  • Modelos de solicitação
  • Desinstalar essa opção faz com que funcione no modo padrão, que é 0.
Eventos automáticos
  • Vincula eventos automaticamente a solicitações recém-criadas. Isso é especificado usando três opções:
    • auto_events --
      Instala ou desinstala a opção.
    • auto_events_count --
      Especifica o número de eventos vinculados.
    • auto_events_name --
      Especifica o formato de um nome para os eventos vinculados.
    Os nomes de eventos a serem vinculados são criados com a união de auto_events_name a um número entre 1 e auto_events_count. Por exemplo:
  • auto_events_name é "Evento automático"
    • auto_events_count é "3"
    Com essas configurações, instalar a opção auto_events causa a anexação dos seguintes eventos a todas as solicitações novas:
  • Evento automático 1
    • Evento automático 2
    • Evento automático 3
    Para concluir a implementação dessa opção, defina um evento com esses nomes. Para obter mais informações, consulte como criar um evento no tópico Como configurar os SLAs.
clear_scratch_pad
Limpa o texto do Bloco de anotações após a criação de uma solicitação. O comportamento padrão é aplicar o texto do Bloco de anotações a todas as novas solicitações.
cr_allow_sla_downgrade
Altera o comportamento da opção SLA da CR, permitindo que o sistema efetue automaticamente o downgrade de um Tipo de serviço da solicitação.
A opção SLA da CR seleciona o melhor Tipo de serviço entre vários atributos de solicitação, mas nunca substitui o Tipo de serviço atual da solicitação por outro de classificação inferior. Se essa opção estiver instalada, os Tipos de serviço para todos os atributos afetados serão avaliados sempre que um dos atributos for alterado. O Tipo de serviço da solicitação é definido com o maior valor de classificação encontrado, mesmo que o novo Tipo de serviço tenha um valor de classificação inferior ao Tipo de serviço atual da solicitação.
O Tipo de serviço com o menor valor de Classificação é considerado o melhor serviço. Se todos os Tipos de serviço considerados forem iguais quanto à Classificação (incluindo Tipos de serviço com valores de classificação vazios), o Tipo de serviço criado primeiro no banco de dados será selecionado.
A opção SLA da CR deve estar instalada para que essa opção funcione corretamente.
cr_sla
Seleciona o melhor Tipo de serviço entre vários atributos de solicitação e nunca substitui o Tipo de serviço atual da solicitação por um tipo de classificação inferior. O Tipo de serviço com o menor valor de Classificação é considerado o melhor serviço. Se todos os Tipos de serviço considerados forem iguais quanto à Classificação (incluindo Tipos de serviço com valores de classificação vazios), o Tipo de serviço criado primeiro no banco de dados será selecionado.
efficiency_tracking
Especifica o Acompanhamento de eficiência, que permite que os analistas usem opções para acompanhar incidentes. Essa opção exibe a guia Mostrar acompanhamento de eficiência na página Detalhes do incidente.
employee_intf_incident_support
Exibe os tipos de ticket Incidente, Solicitação, ou ambos, para usuários conectados com o tipo de interface Funcionário. É possível selecionar um dos Valores de opção:
  • Somente incidente
  • Somente solicitação
  • Incidente e solicitação
A opção employee_intf_incident_support é instalada durante a instalação do CA SDM e não pode ser desinstalada.
force_resolution_code
Especifica como o campo Código de resolução é tratado em solicitações e incidentes quando o analista fecha a solicitação ou incidente.
Quando essa opção estiver instalada, selecione um dos seguintes valores:
Vazio
: O valor do código de resolução do pai é forçado aos filhos somente quando o filho não tem um valor para o campo de código de resolução. A opção não substitui um valor de código de resolução existente. Esse é o valor padrão.
Todos
: O valor de código de resolução do pai é forçado a todos os filhos, mesmo que eles já tenham um valor para o campo de código de resolução. A opção substitui o valor atual pelo valor do pai.
  • Se essa opção não estiver instalada, os valores de código de resolução de todos os filhos permanecem inalterados.
  • Se a opção estiver instalada, o valor do código de resolução do pai é propagado para os filhos.
force_resolution_method
Especifica como o campo Método de resolução é tratado em solicitações e incidentes quando o analista fecha a solicitação ou incidente.
Quando essa opção estiver instalada, selecione um dos seguintes valores:
Vazio
: O valor do método de resolução do pai é forçado aos filhos somente quando o filho não tem um valor para o campo de método de resolução. A opção não substitui um valor de método de resolução existente. Esse é o valor padrão.
Todos
: O valor de método de resolução do pai é forçado a todos os filhos, mesmo que eles já tenham um valor para o campo de método de resolução. A opção substitui o valor atual pelo valor do pai.
  • Se essa opção não estiver instalada, os valores de método de resolução de todos os filhos permanecem inalterados.
  • Se a opção estiver instalada, o valor do método de resolução do pai é propagado para os filhos.
guest_intf_incident_support
Exibe os tipos de ticket Incidente, Solicitação, ou ambos, para usuários conectados com o tipo de interface Convidado. É possível selecionar um dos Valores de opção:
  • Somente incidente
  • Somente solicitação
  • Incidente e solicitação
A opção guest_intf_incident_support é instalada durante a instalação do CA SDM e não pode ser desinstalada.
monitor_joins
Especifica se as tabelas unidas para atualizações de listas dinâmicas devem ser monitoradas.
Atualizações em outra tabela podem afetar o conteúdo de uma lista. Esse efeito ocorre frequentemente quando se usam restrições de exibição de partição de dados que contêm uma união. Por exemplo, uma restrição de exibição em requisições de mudança ou ocorrências onde:
assignee.organization = @root.organization
resulta em uma união da tabela Change_Request à tabela Contact em todas as listas de requisições de mudança, ocorrência, ou ambos.
Manter atualizada uma lista de requisições de mudança ou ocorrências que contenham essa restrição requer monitorar as atualizações na tabela Contact e atualizar a lista sempre que um contato alterar sua organização/negócio. O resultado pode ser um grande número de listas sendo atualizado simultaneamente depois de uma atualização em uma tabela unida, com possível degradação de desempenho enquanto ocorre essa atualização. A opção Monitorar uniões permite que a atualização da lista (e a monitoração da tabela unida) sejam suprimidas em locais onde a exatidão da atualização das listas é menos importante do que a degradação no desempenho.
Netres_pty
Escalona uma solicitação com base no ativo associado. Se for especificado um ativo com Prioridade superior àquele na solicitação, a Prioridade da solicitação é definida de forma a corresponder ao ativo. Não é criada uma atividade de encaminhamento. Essa opção não substitui uma Prioridade que tenha sido definida manualmente na página Detalhe da solicitação na mesma sessão de edição.
require_incident_assignee
Proíbe que incidentes sem nenhum valor no campo Destinatário sejam salvos.
require_incident_group
Proíbe que incidentes sem nenhum valor no campo Grupo sejam salvos.
require_problem_assignee
Proíbe que problemas sem nenhum valor no campo Destinatário sejam salvos.
require_problem_group
Proíbe que problemas sem nenhum valor no campo Grupo sejam salvos.
require_request_assignee
Proíbe que solicitações sem nenhum valor no campo Destinatário sejam salvas.
require_request_group
Proíbe que solicitações sem nenhum valor no campo Grupo sejam salvas.
urgency_on_employee
Especifica se deve ser mostrado o campo Urgência em incidentes ou solicitações de Autoatendimento. Quando a opção urgency_on_employee não está instalada, o campo Prioridade aparece nos incidentes ou solicitações de Autoatendimento. Quando a opção urgency_on employee está instalada, o campo Urgência aparece, em vez do campo Prioridade. O intervalo de valores de Urgência se baseia nas configurações de
web.cfg
.
use_incident_priority
Especifica se deve ser calculado o campo Prioridade do incidente na página Detalhes do incidente. Quando o administrador usa o Web Screen Painter para adicionar o campo Prioridade do incidente, o campo Prioridade do incidente aparece na página Detalhes do incidente. Quando a opção use_incident_priority não está instalada, o valor Prioridade de incidente calculado é zero. Quando a opção use_incident_priority está instalada, a Prioridade de incidente é calculada como a soma dos valores de Urgência e Impacto.
Opções Request-Change
Opção
Descrição
edit_inactive
Impede a edição de requisições de mudança, ocorrências ou solicitações, a menos que seu status seja Ativo. O comportamento padrão é permitir a edição de tickets inativos.
set_sla_evt_open_date
Usa o valor de data/hora de abertura de uma requisição de mudança, ocorrência ou solicitação como a data/hora de abertura de eventos vinculados. Os eventos vinculados são acionados assim que o ticket é salvo.
Opções Request-Change-Issue
Opção
Descrição
activity_log_security
Permite ou impede que os campos de Log de atividades sejam editados. A única exceção à configuração desta opção é o campo Interno. Ele é sempre editável.
A opção activity_log_security é instalada durante a instalação e não pode ser desinstalada.
Any_Contact
Alguns objetos do CA SDM restringem valores de campo para Contatos com base no Tipo de contato. Esse tipo de restrição geralmente ocorre em campos rotulados "Responsável" e só permite Contatos com um tipo de contato de analista. Esta opção remove as restrições de tipo de contato de todo o aplicativo do CA SDM, permitindo que qualquer tipo de contato seja usado como destinatário.
classic_sla_processing
Ativa o modelo "clássico" de tipos de serviço e SLAs. Esse modelo usa o valor Classificação para Tipos de serviço para determinar o tipo correto para um ticket. Somente um tipo de serviço pode ser aplicado a um ticket.
As opções SLA MUD, SLA da CR e SLA OCOR estarão disponíveis se a opção Classic SLA Processing estiver instalada.
delete_null_properties
Determina o que acontece às propriedades quando a Categoria de mudança, a Categoria da ocorrência, Área de solicitação, Área de incidente ou Área de problema mudam e você instala a opção keep_tasks. Um ticket salvo com uma categoria especificada pode ter um número de propriedades e tarefas.
Se esta opção não estiver instalada, ocorrerá o seguinte:
  • Todas as propriedades existentes serão mantidas.
  • Qualquer novas propriedades, caso existam, da nova categoria são adicionadas.
Se esta opção estiver instalada, ocorrerá o seguinte:
  • Todas as propriedades existentes que contiverem valores não vazios serão mantidas.
  • Todas as propriedades existentes que contiverem valores vazios serão excluídas.
  • As novas propriedades da nova categoria, caso existam, que não têm o mesmo valor de rótulo de qualquer das propriedades existentes são adicionadas.
Quando novas propriedades são adicionadas a um ticket com propriedades existentes, o sistema ajusta automaticamente (aumenta) os números de sequência das novas propriedades para garantir que não ocorram conflitos com as propriedades existentes. As novas propriedades sempre terão números de sequência maiores que as existentes.
filter_template_search
Filtra a pesquisa de modelo inicial com Organização do usuário final.
force_rootcause
Especifica como o campo Causa Raiz é manipulado para solicitações, requisições de mudança e ocorrências.
  • Se essa opção não está instalada, os valores do campo de causa raiz de todos os filhos ficam inalterados.
  • Se a opção estiver instalada, o valor da causa raiz do pai é propagado para os filhos.
Quando esta opção estiver instalada, escolha um dos seguintes valores:
  • Vazio
    : O valor da causa raiz pai é imposto aos filhos somente quando os filhos não têm um valor para o campo Causa raiz. Não substitui um valor de causa raiz existente. Esse é o padrão.
  • Tudo
    -- O valor de causa raiz pai é imposto a todos os filhos, mesmo que eles já tenham um valor para o campo Causa raiz. Substitui um valor de causa raiz existente pelo valor do pai.
init_list_search
Executa uma pesquisa ao abrir as páginas Solicitação, Requisição de mudança e Lista de ocorrências para exibir a lista de tickets do usuário conectado. Se essa opção não estiver instalada, essas páginas da lista estarão vazias após a abertura até que o usuário execute uma pesquisa.
keep_tasks
Especifica o que acontece se você mover um ticket para uma categoria ou área diferente:
  • Se keep_tasks
    não
    estiver instalado, todas as propriedades existentes no ticket serão removidas. Qualquer propriedade ou tarefa associada à nova categoria ou área será adicionada. As tarefas com o status Aguardar são removidas. As tarefas com qualquer outro status serão mantidas.
  • Se keep_tasks
    estiver
    instalado, todas as tarefas e propriedades existentes no ticket serão mantidas. Qualquer propriedade ou tarefa associada à nova categoria ou área será adicionada.
Quando novas propriedades ou tarefas são adicionadas a um ticket com propriedades ou tarefas existentes, os números de sequência são automaticamente ajustados para evitar conflito. As novas propriedades e tarefas sempre recebem números de sequência maiores que as existentes.
leave_children_open
Mantém os incidentes, as solicitações, os problemas, as mudanças ou as ocorrências filho abertos quando o pai é fechado.
lex_lang
Permite selecionar o idioma ser usado para verificação ortográfica. O padrão é Inglês (EUA).
Essa opção define a variável NX_LEX_LANG localizada no arquivo de configuração NX.env.
sla_workshift_override
Use essa opção para definir o padrão de turno de trabalho para Eventos de tipo de serviço.
  • Quando essa opção não está instalada, os eventos para um Tipo de serviço sempre usam o turno de trabalho especificado no modelo de cada evento.
  • Instalar essa opção define o padrão para turno de trabalho de Eventos de tipo de serviço com o turno de trabalho especificado no Tipo de serviço. O padrão só ocorre quando o evento não especifica seu próprio turno de trabalho. Se um modelo de evento especifica um turno de trabalho, ele sempre é usado.
Defina o turno de trabalho do evento como turno de trabalho de ‘24 horas' fornecido se desejar que o evento inicie sempre, independentemente de qualquer turno de trabalho de Tipo de serviço.
Opções do mecanismo de pesquisa
As seguintes opções controlam o desempenho de pesquisa do Gerenciamento de Conhecimento:
Opção
Descrição
ebr_max_qps
Especifica o número máximo de consultas por segundo (QPS) que é registrado no arquivo .stdlog. O padrão é 2 (Normal). O QPS abaixo desse número é registrado no modo rastreamento.
ebr_qps_timeout
Especifica o intervalo de tempo (em segundos) pelo qual o QPS é medido. O padrão é 300 segundos.
As seguintes opções controlam a integração do mecanismo de pesquisa:
Opção
Descrição
ebr_search_engine_baseport
Especifica a porta selecionada quando o mecanismo de pesquisa foi instalado. O padrão é 13000.
ebr_search_engine_host
Especifica o nome do host ou endereço IP em que o mecanismo de pesquisa está instalado.
ebr_version
Define o mecanismo de pesquisa que você quer que o Gerenciamento de Conhecimento use. O mecanismo de pesquisa KM especifica o mecanismo que está instalado e configurado com o CA SDM.
O documento não é indexado quando o Mecanismo de pesquisa e todos os campos de texto contêm palavras não pesquisáveis.
Opções de segurança
Opção
Descrição
bopauth_host
(Aplicável somente para a configuração de disponibilidade avançada). Especifica o nome do servidor onde o bopauth_nxd está em execução. O bopauth_nxd autentica usuários que acessam o CA SDM por meio de interfaces diferentes. Selecionar padrão se o bopauth_nxd tiver que ser executado no servidor em segundo plano. Essa opção não pode ser desinstalada.
ldap_virtdb_host
(Aplicável somente para a configuração de disponibilidade avançada). Especifica o nome do servidor onde o ldap_virtdb está em execução. Selecionar padrão se o ldap_virtdb for executado no servidor em segundo plano. Essa opção não pode ser desinstalada.
eiam_hostname
Especifica o nome do host do servidor em que o EEM está sendo executado. Obrigatório para nome de usuário e senha do EEM ou para autenticação do artefato.
force_browser_to_send_cookie_only_in_ssl_connection
(opcional) Force o navegador a enviar o cookie da SID (Session ID – ID de Sessão) somente se houver uma conexão SSL. Esse atributo é aplicável apenas se você tiver ativado
use_encrypted_sid_and_cookie
como (Sim). Isso vem desativado por padrão. Se esse sinalizador for ativado, o CA SDM só pode ser acessado por meio de uma conexão SSL.
force_unique_userid
Impede o uso de nomes de logon ativos duplicados no sistema.
Recomendamos que você mantenha a opção force_unique_userid sempre ativada. Se essa opção estiver desinstalada e houver vários registros de contato com o mesmo ID de logon, você poderá enfrentar problemas com partições de dados, multilocação, segurança e outras funcionalidades.
guest_user_name
Especifica a ID de logon de usuário convidado. O padrão é Anônimo. Deve ser uma ID de usuário válida.
ignore_security_case
Se essa opção estiver instalada, a ID de usuário não diferenciará maiúsculas de minúsculas.
Portal_Safe_List
Armazena uma lista de nomes de máquinas e números de portas em que o Portal está instalado.
O nome da máquina e a porta são informados conforme a seguir:
machine-name:8080
Para várias instalações do Portal, separe o nome da máquina do número da porta com uma vírgula. Por exemplo:
machine-name1:8080,machine-name2:8081,machine-name3:8080
url_etrust_password_reset
O URL para a interface web do eTrust Admin. Ele ativa o link de redefinição de senha na interface web.
Por exemplo:
http[s]://hostname/EAOWebi/EAOLogin
use_eiam_artifact
Permite usar o artefato do EEM quando usuários efetuarem logon no CA SDM / Gerenciamento de Conhecimento usando URL.
use_eiam_authentication
Permite usar a autenticação do EEM quando usuários fizerem logon no CA SDM / Gerenciamento de Conhecimento e a autenticação do tipo de acesso estiver definida como SO.
use_encrypted_sid_and_cookie
(opcional) Use a SID (Session ID - ID da Sessão) e o cookie criptografados para impedir o ataque de spoofing e man-in-the-middle à SID. Por padrão, esse atributo está desativado. Se você deseja ter segurança do CA SDM aprimorada, esse atributo pode ser ativado (Sim). Permitir que esse atributo possa ter algum impacto no desempenho no aplicativo CA SDM.
Opções da Automação de suporte
Opção
Descrição
sa_domsrvr
Especifica que o servidor principal da Automação de Suporte se comunique com o domsrvr especificado da Automação de Suporte. Se essa variável não estiver instalada, o servidor principal da Automação de Suporte se comunica com o Domsrvr primário e padrão do CA SDM chamado "domsrvr".
sa_primary_domsrvr
Especifica se deve ser iniciado o domsrvr primário da Automação de Suporte. Essa variável é usada para determinar se um servidor de objeto dedicado já foi configurado. Se essa opção não estiver instalada, o domsrvr: SA é executado em um dos servidores secundários do CA SDM e é necessário iniciar o domsrvr: SA.
supportautomation_url
Especifica o URL do aplicativo web da automação de suporte, que o CA SDM usa para se comunicar com o servidor principal da Automação de Suporte. O nome do host e o número da porta devem corresponder aos valores definidos durante a configuração. Recomendamos a configuração do supportautomation_url com nome de host porque pode haver problemas ao configurar o supportautomation_url com endereço IP. Se for usado um endereço IP que tem um mapeamento para nome de host existente, o processamento da solicitação HTTP poderá ser resolvido com esse nome de host.
O administrador instala essa opção depois de configurar o servidor principal da automação de suporte em um servidor principal ou secundário do CA SDM para ativar o uso de automação de suporte no CA SDM. Não instale essa opção se a automação de suporte não estiver configurada.
Opções Time-to-Violation
Essas opções controlam o processo que monitora os acordo de nível de serviço em todos os tickets e tarefas abertos, registrando o horário em que Tipo de serviço insere a violação:
Opção
Descrição
ttv_enabled
Executa o daemon de horário para violação, que monitora os SLAs para todos os tickets e tarefas abertos. Esse processo não define a violação do SLA, mas registra a data em que o ticket ou a tarefa são violados em seu estado atual. Essa projeção é atualizada quando o ticket ou a tarefa são atualizados. Essa opção deve ser instalada para que as outras opções de horário para violação funcionem corretamente.
Essa opção requer que a opção classic_sla_processing
não
esteja instalada.
ttv_evaluation_delay
Define o atraso entre uma solicitação ao daemon do horário para violação (TTV, time-to-violation) e quando ele realmente avalia um ticket. Sempre que um ticket é atualizado, uma solicitação é enviada ao daemon de TTV para que atualize as projeções de horário para violação. Como os tickets frequentemente são atualizados várias vezes em rápida sequência, um atraso na avaliação evita avaliações desnecessárias e aumenta o desempenho.
Essa opção depende da opção ttv_enabled, que também deve ser instalada.
Esse valor nunca pode ser definido abaixo de 60 segundos.
ttv_highlight
Realça um ticket em uma lista quando o ticket tem um valor de horário para violação definido para início em determinado horário. O padrão de cor de realce padrão é amarelo pálido.
O número de ticket é realçado apenas se um de seus valores de horário para violação for inferior à data/hora especificada pelo Período, "TTV_THRESHOLD". Por padrão, esse Período é definido para exibir tickets com valores de horário para violação inferiores à meia-noite do dia atual, por exemplo, "hoje". Você pode modificar esse Período para qualquer valor.
Essa opção só afeta formulários da lista de tickets no cliente de interface web. Ela se aplica a listas de Solicitações, Ocorrências, Requisições de mudança, Incidentes, Problemas e Tarefas. É uma opção porque o valor de horário para violação é armazenado em uma tabela de banco de dados separada do ticket e requer uma consulta adicional ao banco de dados *para cada linha exibida*. Considerando esta atividade extra de DBMS, instalar essa opção pode aumentar a carga em seu banco de dados e o desempenho pode ser afetado.
Essa opção depende da opção ttv_enabled, que também deve ser instalada.
Opções de controle de versão
A opção ver_ctl controla as ações adotadas pelo gerenciador de controle de versão quando uma discrepância de versão for detectada. O Gerenciador de controle de versão detecta discrepâncias comparando arquivos de versão em todos os servidores do CA SDM (cliente e servidores). Dependendo da configuração do CA SDM, os clientes e servidores a seguir são usados:
  • Convencional:
    • Cliente: servidor secundário
    • Servidor: servidor principal
  • Disponibilidade avançada:
    • Cliente: servidor de aplicativos e servidor em espera
    • Servidor: servidor em segundo plano
Somente os componentes listados nos arquivos da versão são controlados. Ao reiniciar os servidores, se uma discrepância for detectada, o cliente se conectará ao servidor para enviar uma lista de seus componentes controlados. O servidor compara a lista a sua própria lista mestra. Os componentes afetados no cliente são atualizados ou finalizados, dependendo da opção ver_ctl.
ver_ctl
A instalação dessa opção ativa o Gerenciador de controle de versão. Os valores da opção válidos são:
  • Falha
    -- Uma discrepância de versão encerra a conexão do servidor secundário com o servidor primário. O servidor secundário é impedido de se conectar com o servidor primário até ser atualizado manualmente.
  • Notificar
    -- Valor padrão. No Windows, uma discrepância de versão gera uma janela de mensagem perguntando se você quer que o servidor secundário continue ou feche. Em UNIX, uma discrepância de versão é registrada, mas o servidor secundário sempre completa a inicialização.
  • Atualizar
    -- Quando uma discrepância de versão é detectada, uma atualização dos componentes afetados é tentada no servidor secundário. Se a atualização for bem-sucedida, a conexão do servidor secundário continuará; caso contrário, a conexão do servidor secundário será encerrada.
  • Desativar
    -- As discrepâncias de versão são ignoradas. Todos os servidores secundários têm permissão para se conectar com o servidor primário.
Opções da web
Estas opções controlam a operação da interface web do CA SDM:
Opção
Descrição
auto_suggest_status
Exibe os registros correspondentes ao texto digitado nos campos de pesquisa na interface do analista.
Para que essa opção funcione corretamente, a preferência de usuário Using Screen Reader deverá estar desativada. Para especificar as preferências do usuário, selecione Exibir e, em seguida, Preferências na barra de menus.
Padrão:
Ativado
copy_inactive
Copia os atributos inativos de um objeto (como o responsável anterior) do registro original para o novo registro.
Por padrão, essa opção está desinstalada para que links de objetos inativos não sejam copiados. Se instalar essa opção ou se você migrou do CA SDM r12.5, os links para objetos inativos serão copiados.
Charset
Define o conjunto de caracteres HTTP padrão para a interface web. Você não pode desinstalar esta opção.
O valor dessa opção é definido no parâmetro charset do cabeçalho de tipo de conteúdo HTTP e corresponde à codificação de caracteres do ambiente operacional quando o CA SDM é configurado.
Em circunstâncias normais, essa opção não precisa ser atualizada após a configuração inicial.
Não
é necessário reiniciar o servidor do CA SDM.
export_max_fetch_rows
Determina o número máximo de linhas que os usuários podem exportar para uma lista.
Padrão:
5000
max_files_to_upload_simultaneously
Define o número máximo de arquivos que você pode carregar simultaneamente durante a mesma operação.
Intervalo válido:
Maior que ou igual a 0. Zero significa ilimitado.
Padrão:
10
max_records_auto_suggest
Especifica o número de sugestões para exibição nos resultados correspondentes. Por exemplo, aumente o número de sugestões se os analistas em seu ambiente solicitarem 50 sugestões.
Padrão:
25
min_chars_auto_suggest
Especifica o número mínimo de caracteres que um usuário precisa digitar em um campo de pesquisa para começar exibir os resultados correspondentes no campo. Por exemplo, aumente o número de caracteres se seu ambiente apresentar muitos usuários que compartilham os três primeiros caracteres em seus nomes de usuário. T
Padrão:
3.
mouseover_preview_delay_time
Especifica o tempo de atraso, em milésimos de segundos entre mover o cursor do mouse sobre um link de objeto e a visualização automática. A visualização não será gerada se o mouse for movido para longe do link, antes que o tempo de atraso expirar. Digite um valor de 100 a 5000 no campo Valor da opção.
Padrão:
1000
pdmweb_cache_disable
Todos os arquivos regulares de bopcfg/www são armazenados em cache. Se essa opção estiver instalada, o servlet PDMWEB não armazena os arquivos em cache, o que significa que todos os arquivos são recuperados do diretório sempre que são necessários.
pdmweb_cache_sitemods
Por padrão, o servlet PDMWEB não armazena em cache os arquivos da pasta $NX_ROOT/site/mods. Se essa opção está instalada, os arquivos são armazenados em cache na pasta sitemods.
prompt_for_knowledge
Ativa uma caixa de diálogo que solicita que os usuários pesquisem na base de conhecimento antes de criar ocorrências na interface web de clientes e solicitações na interface web de funcionários.
scoreboard_entry_limit
Limite para adicionar novos nós e pastas do Gerenciador de filas. Quando o sistema alcança o limite, as pastas e nós existentes continuam a exibir informações. Contudo, o usuário precisa excluir pastas ou nós não utilizados antes de criar outros.
suppress_web_hier_search
Suprime a pesquisa hierárquica usada na web para áreas para a solicitação, incidente e áreas de problema, categoria e causa raiz. Essa opção é útil para tabelas que não estão organizadas hierarquicamente ou quando um ou mais níveis hierárquicos contêm um grande número de registros. Quando a pesquisa hierárquica é suprimida para uma tabela, as solicitações de pesquisa na tabela são processadas como pesquisas.
O valor dessa opção é uma lista dos nomes de objeto das tabelas para as quais a pesquisa hierárquica será suprimida. Se mais de um nome da tabela for especificado, os valores serão separados por espaços. Os valores válidos são:
  • chgcat
    - Categoria de requisição de mudança
  • isscat
    - Categoria de ocorrência
  • pcat_cr
    - Área de solicitação
  • pcat_in
    - Área de incidente
  • pcat_pr
    - Área de problema
  • rc
    - Solicitação de causa raiz
Para evitar erros ao usar AutoCompletar, recomendamos utilizar esta opção em vez de modificar a macro dtlHier para dtlLookup no arquivo HTMPL.
use_nested_tabs
Exibe as guias aninhadas dentro do formulário atual. O analista pode expandir cada guia para visualizar detalhes da chave. Se desejar reverter para os estilos do bloco de notas usados no CA SDM r12.5, poderá desativar o controle das guias aninhadas. Por exemplo, os analistas preferem clicar em uma guia que mostre apenas o conteúdo dela.
web_auto_update
Solicita a atualização automática de contagens do gerenciador de filas para usuários da web analistas. Quando essa opção for instalada, cada sessão de analista da web solicita contagens do gerenciador de filas atualizadas no intervalo especificado na opção.
O valor dessa opção é o número de segundos entre as atualizações, com um valor mínimo de 60 segundos (um minuto). A atualização do gerenciador de filas da web ocorre em plano de fundo. O usuário final do analista pode ver a atividade periódica na página principal. Além disso, os valores de contagem atualizados são realçados no gerenciador de filas. O realce permanece até o usuário clicar no link do gerenciador de filas para exibir a lista associada ou pressionar o botão Atualizar contagens.
Ativar essa opção afeta o carregamento total do sistema da seguinte maneira:
  • Cada usuário da web pode enviar solicitações adicionais para o servidor na frequência especificada na opção.
  • O mecanismo da web recebe mensagens do mecanismo de objeto a cada vez que uma atualização de banco de dados gera uma mudança na contagem associada a uma consulta.
Quando a opção de atualização automática da web não está instalada, o mecanismo da web solicita contagens do mecanismo de objeto apenas quando um usuário da web solicita uma atualização.
web_wildcard_search
Instalar essa opção ativa uma pesquisa de caracteres-curinga para todos os campos de texto ao usar Filtros de pesquisa. Para executar uma pesquisa de caracteres-curinga, adicione o símbolo "%" após uma sequência de caracteres de texto. Por exemplo, a inserção da sequência "opção%" recupera todos os registros que começam com a palavra "opção". A instalação dessa opção elimina a necessidade do símbolo "%" e executa as pesquisas de caracteres-curinga por padrão.
A instalação dessa opção ativa a funcionalidade equivalente ao uso do símbolo "%" somente no
fim
da sequência de caracteres de pesquisa, não no início. Por exemplo, com essa opção instalada, a pesquisa da lista de opções Gerenciador de opções para a sequência "ldap" encontra todas as opções com nomes que começam com "ldap", mas não encontra a opção “default_ldap_tenant”.
wsp_domsrvr
Especifica o nome de um mecanismo de objeto dedicado ao WSP (Web Screen Painter - Pintor de Telas da Web). O mecanismo da web do WSP, designado pela opção acompanhante wsp_webengine, é o único processo de cliente com autorização para se conectar ao mecanismo de objeto identificado por wsp_domsrvr. Você deve instalar as opções wsp_webengine e wsp_domsrvr para ativar os recursos de teste de modificação de esquema do WSP.
O valor dessa opção deve ser uma sequência iniciada com os caracteres "domsrvr:". É recomendado usar domsrvr:wsp como o nome do mecanismo de objeto do WSP.
Instalar essa opção executa automaticamente o mecanismo de objeto do WSP no servidor primário.
wsp_webengine
Especifica o nome do slump do mecanismo da web usado pelos usuários do WSP. Todos os usuários do WSP conectam-se a este mecanismo da web e o usam para sessões de visualização.
Todos os arquivos salvos por usuários do WSP são armazenados no diretório site/mods no servidor que executa este mecanismo da web, que deve ser o servidor primário do CA SDM. Como o WSP salva informações no servidor que executa seu mecanismo da web, todos os usuários do WSP devem se conectar ao mesmo mecanismo da Web. Se a opção wsp_wengine não estiver instalada, os usuários do WSP se conectarão com o mecanismo da web padrão: web:local, compartilhando-o com outros usuários.
O valor dessa opção deve ser uma sequência iniciada com os caracteres: "web:". Recomendamos usar web:wsp como o nome do mecanismo da web do WSP.
Opções do relatório da web
Estas opções controlam a integração de geração de relatórios do CA Business Intelligence com o servidor BusinessObjects:
Opção
Descrição
bo_server_auth
Especifique que tipo de autenticação você quer usar para a geração de relatórios. Você pode especificar os seguintes tipos de autenticação:
  • SecEnterprise
    . (Padrão) Especifica Enterprise Authentication como seu tipo de autenticação caso você prefira criar contas e grupos distintos no BusinessObjects para uso com o CA Business Intelligence, ou caso uma hierarquia de usuários não tenha sido configurada em um servidor LDAP ou em um servidor AD Windows.
Se escolher a opção secEnterprise, você precisará adicionar seus usuários de relatório do CA SDM ao CMC (Central Management Console - Console de Gerenciamento Central) do BusinessObjects. O CMC permite controlar o acesso dos usuários ao Business Intelligence Launch Pad e outros aplicativos do BusinessObjects. No CMC, você deve inserir os mesmos nomes de usuário e senhas configurados no CA SDM.
  • secLDAP
    . Especifique LDAP Authentication como seu tipo de autenticação se você já configurou um servidor de diretório LDAP e quer usar suas contas e grupos de usuários LDAP no BusinessObjects com o CA Business Intelligence.
  • Quando você mapeia contas LDAP para o BusinessObjects, os usuários podem acessar o CA Business Intelligence com seus nomes de usuário e senhas LDAP. Isso elimina a necessidade de recriar contas de usuários individuais e grupos no BusinessObjects.
  • secWinAD
    . Especifique Windows AD Authentication como seu tipo de autenticação se estiver trabalhando em um ambiente Windows 2000 e quiser usar suas contas de usuário e grupos AD existentes no BusinessObjects com o CA Business Intelligence.
  • secExternal
    . Especifique External Authentication como seu tipo de autenticação se você integrar a solução de autenticação do BusinessObjects com uma solução de autenticação de terceiros (por exemplo, se usar JCIFS com Tomcat). Esse tipo de autenticação requer a configuração de Trusted Authentication no BuisnessObjects para permitir que os usuários façam logon sem fornecer suas senhas.
Durante a configuração de Trusted Authentication, você deve definir o método de recuperação de nome de usuário como REMOTE_USER no arquivo web.xml do BusinessObjects.
bo_server_cms
Especifique o nome do CMS (Central Management Server) responsável pela manutenção de um banco de dados de informações sobre o BusinessObjects que você usa com o CA Business Intelligence.
Para bo_hostname, use o nome do host da máquina em que o CA Business Intelligence está instalado. O padrão de bo_cms_port é 6400.
bo_server_location
Especifique bo_hostname usando o nome do host da máquina em que o CA Business Intelligence está instalado. O CA SDM usa esse URL para montar URLs de relatório para solicitar relatórios do servidor do BusinessObjects. A localização do CMS é especificada pelo nome do host e pela porta.
O bo_application_server_port padrão é 8080 (por exemplo, essa pode ser a porta do Tomcat). Se você instalar o CA SDM e o CA Business Intelligence no mesmo servidor, deve especificar uma porta diferente. Use a porta especificada ao iniciar o Business Intelligence Launch Pad.
Por exemplo, http://hostname:8180/businessobjects/enterprise115/desktoplaunch/businessintelligencelaunchpad/logon/logon.do mostra que 8180 é o valor a ser usado para bo_tomcat_port.
Opções de serviços web
Opção
Descrição
rest_webservice_access_duration
Especifica o número de horas que a chave de acesso de serviços web do REST permanece ativa antes de expirar. O tempo limite de chave de acesso não tem por base o tempo de inatividade, mas o período de tempo desde sua criação. Após que a chave de acesso atende a duração especificada, a chave de acesso termina, independentemente de estar ou não sendo usada.
Opcionalmente, o cliente REST também pode fornecer o tempo de duração da chave de acesso para a chave de acesso específica durante a solicitação de chave de acesso. Para fornecer o valor de duração, defina-o no atributo expiration_date do recurso rest_access, como parte da carga de implantação da solicitação POST.
Intervalo válido:
1-8760 horas
Padrão:
168
rest_webservice_disable_basic_auth
Desativa a autenticação básica em serviços web do REST.
Padrão:
Não
rest_webservice_list_max_length
Especifica o número máximo de linhas que uma consulta de serviço web do REST retorna.
Padrão:
500
rest_webservice_list_page_length
Especifica o número máximo de linhas que uma consulta de serviço web do REST retorna por página.
Intervalo válido
: 1-500 horas
Padrão:
25
rest_webservice_resources_to_expose
Especifica a lista de fábricas Majic (recursos) que o CA SDM exibe por meio dos serviços web do REST. Esta opção substitui o comportamento padrão. Por padrão, o CA SDM exibirá todas as fábricas por meio dos serviços web do REST.
Se você não inserir os valores dessa opção, o comportamento padrão exporá qualquer fábrica Majic que não a tenha propriedade REST_OPERATIONS definida como NONE. Por padrão, nenhuma fábrica Majic tem essa propriedade definida como NONE.
Use a propriedade REST_OPERATIONS para definir os métodos HTTP CRUD (CREATE, READ, UPDATE, DELETE) específicos para o CA SDM expor em uma determinada fábrica Majic.
Padrão:
rest_access
Exemplo:
rest_access, cnt, grp, cr, crs, pri, alg, urg, imp, pcat, org
hmac_algorithm
Especifica o algoritmo usado para calcular a assinatura para Custom/Secret Key Auhentication em Serviços web do REST.
Padrão
HmacSHA1
string_to_sign_fields
Especifica os campos que você usa para calcular a assinatura para Custom/Secret Key Authentication nos Serviços web do REST, além dos campos padrão juntamente com o padrão REQUEST_METHOD, REQUEST_URI, and QUERY_STRING.
Padrão
: em branco
webservice_domsrvr
Especifica o nome do mecanismo de objeto usado pelos serviços web SOAP. Se não estiver instalado, os serviços web SOAP usarão "domsrvr".
O valor dessa opção deve ser uma sequência de caracteres iniciada com os caracteres "domsrvr:".
webservice_session_timeout
Define o valor de tempo limite (em minutos) para sessões de serviços web SOAP. Se o tempo entre chamadas sucessivas de método da web for maior do que o valor especificado, a ID de sessão será marcada como expirada. Em seguida, a sessão não será mais válida.
Para evitar que as sessões expirem por atividade, defina o valor dessa opção como 0. Outros métodos, como rotinas de logoff, ainda poderão invalidar as sessões.
xMatters
O xMatters é usado para alertas e notificações em massa. Quando um ticket do CA SDM (incidente, solicitação ou problema) é criado ou atualizado, o mecanismo de integração envia a notificação, junto com informações do ticket, para o agente xMatters. A notificação funciona somente com objetos do CA SDM CR (incidente, solicitação ou problema). O recurso de notificação do CA SDM envia notificações a usuários com base nas regras definidas para a notificação. O CA SDM envia automaticamente as informações de Leitor de logs de notificação juntamente com informações do ticket para o agente xMatters configurado.
Os administradores do CA SDM podem ativar ou desativar a integração com o xMatters por meio das opções Gerenciador de opções. É necessário instalar essas opções, pois elas não vêm instaladas. Reinicie os serviços do CA SDM depois de instalar ou desinstalar essas opções. Na instalação bem-sucedida das opções do xMatters, um novo daemon, o pdm_xmatters_sync, é iniciado e pode ser monitorado por meio da lista de processos do gerenciador de tarefas. Esse daemon é um processo singleton e é executado no servidor primário ou de segundo plano.
O daemon pdm_xmatters_sync reúne registros de notificação com status
Pendente
ou
Erro
com base no valor opção
xmatters_retry_count
. Ele também mantém uma lista de registros de notificação recém-criados. Depois que a lista de registros existente for executada, o pdm_xmatters_sync executa a lista de registros recém-criados. Esse é um processo contínuo. Em caso de falha, quando o agente xMatters não estiver disponível, os registros aguardam o tempo especificado na opção
xmatters_retry_interval
do Gerenciador de opções e re-aciona o daemon pdm_xmatters_sync até que todos os registros atinjam um status de
Êxito
ou
Cancelar
.
O daemon pdm_xmatters_sync executa os registros na mesma ordem em que são criados. Registros com o status
Pendente de xMatters
ou
Erro de xMatters
são processados primeiro e, em seguida, os registros recém-criados são processados.
Com base nas regras de notificação definidas, a página do histórico de notificações terá informações juntamente com o status.
Regra
Informações
xMatters – Erro
Retorne o status de código de erro para o CA SDM. Indica que essa mensagem de notificação foi enviada ao agente xMatters, mas não foi recebida por ele. Isso pode acontecer devido a um agente xMatters não estar em execução ou a outros problemas com o agente. As notificações com este status serão novamente enviadas com base no
xmatters_retry_count
e
xmatters_retry_interval
do Gerenciador de opções.
xMatters – Anular
Retorne o status de código de erro para o CA SDM. Indica que o CA SDM acionou o número de iterações mencionadas nas opções
xmatters_retry_count
e
xmatters_retry_interval
do Gerenciador de opções, mas o agente do xMatters não recebeu a mensagem.
xMatters – Sucesso
Este status indica que o agente xMatters recebeu essa mensagem de notificação com êxito e retornou o código do status de êxito. Esses registros podem ser mostrados na interface web do sistema do xMatters.
Instale as seguintes opções do Gerenciador de opções do xMatter. Estas opções controlam a integração do CA SDM e do xMatters e fornecem um mecanismo confiável e estável para integrar as notificações.
Opção
Descrição
xmatters_cr_attr
O nome de atributo majic de CR válido. Especifique os atributos de solicitação para notificação xMatters. Isso pode incluir atributos personalizados.
xmatters_retry_count
O valor mínimo e padrão é definido como 3, no intervalo [1-20]. Esse valor indica o número de vezes que a opção de repetição pode ser disparada para transações ou notificações que falharam.
xmatters_retry_interval
O padrão e o valor mínimo é definido como 15 minutos no intervalo de [15-999]. Esse valor indica o intervalo de tempo entre cada tentativa e especifica a duração do intervalo de repetição em minutos para cada notificação xMatters falha.
xmatters_URL
Número da porta e agente do servidor xMatters válido. Especifica o link do URL de integração do xMatters.
Exemplo de URL:
http://<xmattersagentname>:<port>/http/caservicedesk15_caservicedesk15
Para obter mais informações, consulte o tópico Como configurar SLAs.