Partições de dados

Índice
casm173
Índice
As partições de dados são os subconjuntos do banco de dados com acesso restrito a registros de dados. Restrinja o acesso definindo uma série de restrições para cada partição de dados. Atribua essas partições de dados a tipos de acesso. A partição de dados determina os registros que o contato pode acessar.
Criar uma restrição da partição de dados
HID_Data_Partition
As restrições da partição de dados limitam o acesso de registro de banco de dados a usuários atribuídos à partição de dados.
Siga estas etapas:
  1. Selecione Gerenciamento de segurança e funções, Partições de dados, Restrições de partição de dados na guia Administração.
    A página Lista de restrições da partição de dados é aberta.
  2. Clique em Criar.
    A página Criar restrição da partição de dados é exibida.
  3. Preencha os campos de restrição de partição de dados, conforme apropriado.
  4. Preencha as informações nas guias, conforme apropriado:
    • Restrição
      Especifica os critérios que controlam os registros da tabela que podem ser exibidos, criados, atualizados ou excluídos por um usuário atribuído à partição de dados. Por exemplo, você pode especificar que usuários só podem atualizar ocorrências atribuídas a eles. Quando um usuário na partição de dados solicita um registro que não corresponde à condição, o registro será somente leitura.
      Limite:
      4000 bytes
    • Conversão SQL
      Exibe a definição de restrição em formato SQL. A condição que você inseriu na guia Restrição é validada e a cláusula SQL WHERE subjacente é criada. Essa conversão é exibida na guia Conversão SQL para verificação.
  5. Clique em Salvar.
    A restrição é salva e adicionada à partição de dados.
Exemplo: criar uma restrição de partição de dados para atribuições do CAB
Você pode criar uma restrição de partição de dados que permita aos usuários atualizarem somente requisições de mudança atribuídas ao CAB ao qual o usuário conectado pertence.
Para criar uma restrição de partição de dados para atribuições de usuário de requisição de mudança do CAB, atribua os seguintes valores de restrição a uma tabela Change_Request controlada em uma partição de dados:
  • Tipo de restrição: Pré-atualizar
  • Especificação de restrição: cab. [group]group_list.member em (@root.id)
O usuário conectado pode atualizar somente requisições de mudança atribuídas a um CAB a que o usuário pertence.
Definição de restrição
Especifique a condição em formato Majic (a metalinguagem usada para definir objetos do CA SDM).
Se o tipo de restrição for Exibição, a condição poderá incluir uniões a outras tabelas e referências no formato @root.att_name a atributos Majic no registro do contato do usuário conectado. Do contrário, não pode incluir uniões a outras tabelas, mas pode incluir referências no formato @root.att_name a atributos Majic no registro do contato do usuário conectado.
Se o tipo de restrição é Padrões, você pode especificar uma ou mais instruções de atribuição, separadas por ponto-e-vírgulas, que especificam valores a serem atribuídos a campos vazios em um novo registro no momento em que o registro é armazenado. A sintaxe de cada instrução de atribuição é:
att_name=value
Onde att_name é o nome de um atributo Majic do registro, e valor pode ser um número inteiro, uma sequência de caracteres entre aspas ou uma referência no formato @root.att_name a um atributo Majic no registro do contato do usuário conectado. O modo como o CA SDM utiliza valores padrão depende da tabela que eles afetam.
Para tabelas atualizadas pelo CA SDM, como Ocorrências, os valores padrão são colocados no registro no momento em que ele é exibido e são mostrados na exibição inicial de um novo registro. Um valor padrão pode ser atribuído a um campo de referência (um SREL Majic) codificando-o na forma de uma ID persistente (um nome da tabela seguido de dois-pontos e uma ID de número inteiro). Por exemplo, você pode definir um valor padrão para categoria incluindo o seguinte na especificação de Padrões:
category='PCAT:12345'
onde 'PCAT' é o destino de SREL, conforme mostrado no arquivo Majic, e 12345 é o número da ID da categoria desejada. É possível listar ID persistentes para uma tabela com um comando da forma:
bop_odump domsrvr pcat "" sym
Campos de restrições da partição de dados
Preencha os campos a seguir para adicionar ou modificar os campos de restrição de partição de dados:
  • Nome da partição de dados
    Especifica o nome da partição de dados para a qual a restrição está sendo definida.
  • Nome da tabela
    Especifica a tabela de banco de dados controlada pela restrição.
  • Tipo de restrição
    O tipo de restrição a ser definido. Há seis tipos de restrição para cada tabela em uma partição de dados.
    • Criar
    Especifica os critérios que devem ser atendidos antes de criar um registro. Quando um usuário na partição de dados tenta criar um registro que não corresponde à condição de teste de criação, o CA SDM exibe a mensagem de erro associada à restrição e não salva o registro.
    • Padrões
    Especifica uma ou mais declarações de atribuição, separadas por ponto-e-vírgula, que definem valores a serem atribuídos a campos em branco em um novo registro no momento em que esse registro é armazenado. A sintaxe de cada instrução de atribuição é, em que
    att_name
    é o nome de um atributo Majic do registro e o
    valor
    pode ser um número inteiro, uma sequência de caracteres entre aspas ou uma referência no formato @root.
    att_name
    a um atributo Majic no registro de contatos do usuário atual:
    att_name=value
    No caso de tabelas atualizadas para tickets, valores padrão são colocados no registro no momento em que esse é exibido, e são mostrados na exibição inicial de um novo registro. Você pode atribuir um valor padrão a um campo de referência (um SREL do Majic) ao inseri-lo no código com o formato de uma ID persistente. Uma ID persistente é um nome de objeto seguido por dois-pontos e uma ID de número inteiro. Por exemplo, você pode definir um valor padrão para a categoria ao incluir o seguinte na especificação de padrão, em que PCAT é o alvo do SREL (como mostra o arquivo Majic) e 12345 é o número de ID da categoria desejada:
    category='PCAT:12345'
    Você pode listar ID persistentes para um objeto usando um comando com o seguinte formato:
    bop_odump domsrvr pcat "" sym
    • Excluir
    Especifica os critérios que devem ser atendidos antes de excluir um registro. Quando um usuário na partição de dados tenta excluir um registro que não corresponde à condição de exclusão, o CA SDM exibe a mensagem de erro associada à restrição e não exclui o registro.
    • Pré-atualizar
    Especifica os registros na tabela controlada que um usuário pode atualizar na partição de dados. Quando um usuário na partição de dados solicita um registro que não corresponde à condição de pré-atualização, o CA SDM torna o registro somente leitura e exibe a mensagem de erro definida com a restrição.
    • Atualizar
    Especifica os critérios que devem ser atendidos quando um registro é salvo. Quando um usuário na partição de dados tenta salvar um registro que não corresponde à condição de atualização, o CA SDM exibe a mensagem de erro associada à restrição e não salva o registro.
    • Exibir
    Especifica os registros na tabela controlada que um usuário pode exibir na partição de dados. Essa restrição é automaticamente aplicada a todas as listas selecionadas por um usuário nessa partição de dados, além de qualquer critério de seleção explicitamente especificado pelo usuário.
    A exibição pode incluir uniões com outras tabelas e referências no formato @root
    .att_name
    a atributos Majic no registro de contato do usuário conectado. Os exemplos válidos são:
    requestor.organization = @root.organization requestor.organization.name = 'MIS' assignee = @root.id assignee.organization = @root.organization
    Os tipos de restrição Criar, Excluir, Pré-atualizar e Atualizar agora oferecem suporte a uniões a outras tabelas. Também podem incluir referências no formulário @root.attribute para atributos no registro de contato para o usuário atual.
  • Status do registro
    Indica se a restrição está ativa ou inativa.
  • Mensagem de erro
    Especifica a mensagem retornada ao usuário, se os critérios de restrição não forem atendidos. Por exemplo, "Você só pode atualizar ocorrências atribuídas a você" ou "Você só pode criar ocorrências para sua organização" ou "Você pode atualizar seu registro de contato mas não pode alterar a partição de dados".
Criar uma partição de dados
Uma partição de dados é um subconjunto de um banco de dados do CA SDM. A partição de dados controla o acesso do usuário para tickets e outros registros de dados com base em seu conteúdo.
Siga estas etapas:
  1. Selecione Gerenciamento de segurança e funções, Partições de dados, Lista de partições de dados na guia Administração.
  2. Clique em Criar.
  3. Preencha os campos conforme apropriado:
    • Partição de dados
      Um identificador exclusivo para a partição de dados.
    • Status do registro
      Status do registro indica se a partição está ativa ou inativa.
  4. Clique em Salvar.
  5. Clique em Nova restrição e vincule definições de restrição à partição.
  6. Clique em Salvar.
    A partição de dados é salva com a restrição de partição de dados.
Exibir tabelas controladas por partições de dados
Tabelas controladas são tabelas às quais você pode restringir o acesso de usuários por meio de partição.
Você não pode adicionar ou excluir tabelas controladas nem alterar seus nomes de objeto.
Siga estas etapas:
  1. Selecione Gerenciamento da segurança e das funções, Partições de dados, Tabelas controladas por partições de dados na guia Administração.
    A Lista de tabelas controladas aparece.
  2. (Opcional) Clique em Mostrar filtro e preencha um ou mais dos campos de pesquisa.
  3. Selecione o nome da tabela que você quer exibir.
    A página Detalhes da tabela controlada aparece.
Campos de pesquisa de tabelas controladas de partição de dados
  • Nome da tabela
    -- A tabela de banco de dados controlada pela restrição.
  • Objeto
    -- O objeto de banco de dados relacionado com a tabela controlada.
  • Descrição
    -- Uma descrição de texto da tabela controlada.
  • Status do registro
    -- Indica se a restrição está ativa ou inativa.