Entradas do catálogo

Como administrador, você pode usar o CA Service Catalog para criar e manter as entradas de catálogo. Os seguintes tipos de entradas de catálogo existem:
casm173
Como administrador, você pode usar o CA Service Catalog para criar e manter as entradas de catálogo. Os seguintes tipos de entradas de catálogo existem:
Compreenda esses tipos, antes de criar ou modificar as entradas de catálogo.
Muitas entradas em um único recipiente podem dificultam a navegação dos usuários do catálogo. Portanto, como uma diretriz geral, é recomendável que você limite o número de entradas em um recipiente para dez. Por exemplo, verifique se nenhuma pasta contém mais de dez subpastas ou serviços. Da mesma forma, verifique se nenhum serviço contém mais de dez opções de serviço.
O conteúdo pronto
não
adiciona novos status aos status predefinidos no CA Service Catalog.
Pastas
O processo de instalação cria as pastas que você seleciona. Se você selecionar todas as pastas, o processo de instalação cria as seguintes pastas de nível superior:
  • Serviços de TI
  • Serviços de telecomunicação
  • Serviços de rede
  • Serviços de aplicativos
  • Serviços de projeto
  • Serviços corporativos
  • Serviços para pessoal
  • Serviços de instalações
  • Serviços de reserva
Os nomes das pastas e serviços em seu catálogo devem ser exclusivos.
Se criar suas próprias pastas, poderá chamá-las por qualquer nome exclusivo. Você pode modificar o conteúdo das pastas predefinidas. Recomendamos nomes curtos e descritivos para as pastas.
Serviços
O catálogo oferece suporte aos serviços que contêm vários grupos de opções de serviço. No entanto, nessa implementação inicial, a maioria dos serviços contém um grupo de opções de serviço associado. Como o criador do catálogo, você decide usar um ou vários grupos de opções de serviço por serviço. Em ambos os casos, é recomendável organizar grupos de opções de serviço relacionados nos serviços de maneira lógica e intuitiva.
Ao projetar serviços e grupos de opções de serviço, tenha o usuário como foco. Um defeito comum no projeto de catálogos é colocar os grupos de opções de serviço em uma pasta ou serviço não intuitivo. Quando os grupos de opções de serviço em uma pasta ou serviço não são relacionados, os usuários têm dificuldades para localizar os serviços que desejam. Por exemplo, considere um grupo de opções de serviço para um programa de criação de rede. Você pode colocá-lo em um serviço ou pasta chamado Ferramentas de desenvolvimento. No entanto, tal um grupo de opções de serviço se encaixa melhor em um serviço ou pasta chamado Softwares diversos. É mais provável que um administrador de rede primeiro visualize a última pasta para este programa.
O catálogo fornece uma ferramenta de pesquisa que pode ser útil. Essa ferramenta complementa o projeto bem pensado, mas não o substitui.
Grupos de opções de serviço
A maioria dos grupos de opções de serviço no catálogo predefinido recebe o mesmo nome do serviço correspondente, para simplicidade. Eles possuem diversas opções de serviço em seu interior.
À medida que o seu catálogo vai amadurecendo, esse relacionamento direto entre serviços e grupos de opções de serviço provavelmente irá se dissolver. Alguns exemplos de se ter vários grupos de opções de serviço em um serviço existem nos serviços "Comprar laptop" e "Comprar desktop". A configuração de hardware de laptops e desktops tem diferenças. Entretanto, o software padrão e opcional incluído neles em geral é idêntico. Portanto, o catálogo não duplica as opções de serviço que estão relacionadas às escolhas de software nos dois serviços. Em vez disso, ambos os serviços incluem grupos de opção de serviço para pacotes de software padrão e opcionais.
As convenções de nomenclatura se tornam mais importantes à medida que o número de serviços e grupos de opções de serviço aumenta. Os padrões de nomenclatura são os seguintes:
  • Todas as pastas e serviços possuem nomes exclusivos.
  • Se um serviço contiver somente um grupo de opções de serviço, seus nomes são os mesmos.
  • Se um serviço contiver diversos grupos de opções de serviço, um grupo de opções de serviço terá o mesmo nome do serviço e os outros terão nomes exclusivos.
Opções de serviço e elementos de opção de serviço
Uma opção de serviço é o elemento mais básico que os usuários podem solicitar ou assinar no catálogo. Uma opção de serviços consiste em um ou mais elementos de opção de serviço. As opções de serviço no conteúdo de Práticas recomendadas possuem os seguintes elementos de opção de serviço. Seu catálogo modificado pode ter mais ou menos elementos de opção de serviço, dependendo do seu projeto.
  • Descrição breve
    Especifica um campo de texto simples (não rich text) que descreve o serviço sendo solicitado ou assinado.
    Use essa opção para descrever o serviço em casos onde rich text ou HTML não é processado corretamente. Por exemplo, os fluxos de trabalho usam essa coluna para intitular o email.
  • Descrição longa
    Especifica um campo de rich text.
    Esse texto descreve o serviço em detalhes. Esse texto também pode incluir um hyperlink a uma página web interna que contém mais informações sobre o serviço.
  • Taxa
    Especifica o custo da opção de serviço.
    Os consumidores devem compreender o custo do serviço para a empresa, independentemente de a solicitação ser cobrada novamente.
    Visto que a estrutura de custos em seu local será exclusiva, todos os elementos de opção de serviço são configurados para uma cobrança única. Determinar o custo e as estruturas de taxas depende de diversos fatores. Em alguns casos, a taxa registrada no catálogo será apenas uma sugestão: A taxa servirá para lembrar os usuários de que, embora não seja cobrado deles, o serviço não é gratuito. Em outros casos, entretanto, a taxa registrada estará ligada a uma diretiva de estorno. Nesses casos, ela foi projetada para recuperar o custo do serviço. O componente de contabilidade para automatizar o processo de rastreamento dos custos de serviço.
  • Nível do serviço
    Descreve o nível de serviço que o usuário pode esperar. O usuário pode clicar no link "Mais informações" para obter uma descrição dos níveis básicos de serviço que eles podem assinar. As informações de amostra exibidas quando você clica no hyperlink "Mais informações" estão contidas em "sladescription.html" localizado no diretório USM_HOME\filestore\images\offerings.
    É possível alterar esse local, da seguinte maneira: Use o CA Service Catalog, Ofertas de serviço, Grupo de opções para modificar cada elemento de opção de serviço em seu catálogo para fazer referência a um arquivo em outro local.
  • Instruções especiais
    Especifica mais instruções para o usuário. Muitos serviços exigem que os usuários especifiquem mais informações detalhadas. Um exemplo é um serviço do "servidor de produção de backup" no qual você deve fazer backup de arquivos e deve especificar o intervalo de backup. As instruções informam aos usuários para colocar essas informações nas observações associadas a uma solicitação.
    É possível usar o tipo de elemento de opção de serviço Formulário para apresentar formulários personalizados para reunir informações adicionais do solicitante.
Imagens
Opcionalmente, você pode associar imagens a cada pasta, serviço e opção de serviço. Todas as imagens residem em USM_HOME\filestore\images\offerings.
Imagens cujo tamanho é 32x32 pixels se encaixam melhor no catálogo.
As imagens podem estar em qualquer formato adequado para um navegador da web (por exemplo, .jpg, .bmp).
Muitas imagens predefinidas existem nesse diretório. O conteúdo das práticas recomendadas não usa todas elas. Opcionalmente, você pode usar essas imagens predefinidas e adicionar outras para atender às necessidades de sua organização. Use imagens que ajudam os usuários a procurar um serviço para localizar o serviço de que eles precisam.
Categoria, Classe e Subclasse
O primeiro elemento de opção de serviço em uma opção de serviço determina a Categoria, Classe e Subclasse para os outros itens naquela linha. O catálogo base de melhores práticas usa diversas Categorias/classes/subclasses que são definidas em category.xml. Se você estiver criando seu catálogo "do zero", poderá usar qualquer estrutura de classe/subclasse. A Categoria impulsiona o processamento do Fluxo de trabalho associado e outras atividades posteriores. Portanto, não altere a categoria predefinida correspondente aos valores numéricos.
Os elementos de opção de serviço predefinidos referenciam os valores predefinidos de categoria, classe e subclasse no arquivo categoria.xml. Se você criar seu catálogo no conteúdo de práticas recomendadas, não
altere
as configurações predefinidas no arquivo. Em vez disso,
adicione
novas categorias, classes ou subclasses no arquivo se necessário.