Implementar os pacotes de conteúdo

Implementar os pacotes de conteúdo permite executar ambas as tarefas a seguir:
casm173
Implementar os pacotes de conteúdo permite executar
ambas
as tarefas a seguir:
  • Como produtor ou designer de pacotes de conteúdo, empacote uma biblioteca de objetos, incluindo atualizações e personalizações, em um único local.
  • Como cliente ou usuário de pacotes de conteúdo, importe os objetos personalizados por meio de programação em uma única operação, quantas vezes forem necessárias.
Não é necessário repetir operações individuais para cada tipo de objeto. Os pacotes de conteúdo fornecem um método eficiente de empacotamento e aplicação dessas atualizações e personalizações, especialmente quando você passa de uma implementação para outra. Por exemplo:
  • Migrações de ambientes de teste para produção e outras migrações na mesma release
  • Substituição de um computador encerrado
  • Restauração de personalizações do CA Service Catalog após atualizações
Para gerenciar os pacotes de conteúdo, execute as seguintes tarefas:
Etapa 1 - Atender os pré-requisitos
  • Se você estiver usando o CA Process Automation como ferramenta de automação de processos, verifique se você tem:
    • CA Process Automation instalado e configurado.
    • CA Service Catalog integrado com o CA Process Automation.
  • Se você usar pacotes de conteúdo para importar objetos do CA Process Automation e
    ambos
    o CA Process Automation e o CA Service Catalog estiverem usando SSL (Secure Socket Layer - Camada de Soquete Seguro), verifique se você concluiu todas as tarefas aplicáveis para configurar o CA Service Catalog para usar SSL. Como parte desse processo, configure o CA Process Automation para se comunicar com o CA Service Catalog usando SSL.
Etapa 2 - Criar e exportar o pacote de conteúdo
Você cria pacotes de conteúdo para registrar personalizações (exportar) para que você possa reutilizá-las em outra implementação. Usar pacotes de conteúdo fornece maior eficiência e precisão do que repetir vários processos de personalização manualmente.
Siga estas etapas:
  1. Decidir e registrar os objetos que você deseja incluir no pacote de conteúdo.
    Você pode incluir qualquer uma ou todas as seguintes categorias:
    • Plugins de API
    • Processos do CA Process Automation
    • Eventos, incluindo regras e ações
    • Formulários do Criador de formulário
    • Diretivas
    • Objetos de dados de relatório
    • Serviços, incluindo horário de atendimento e SLAs de solicitação
    Para cada categoria que você selecionar, decida e registre os objetos a serem incluídos, da seguinte maneira:
    • Todos os objetos na sua implementação; ou seja, todos os objetos em todas as unidades de negócios (domínios).
    • Todos os objetos de uma ou mais unidades de negócios específicas.
    • Apenas os objetos que você especificar por nomes de objeto, por exemplo, em uma lista separada por vírgulas.
    • Apenas os objetos que você especificar por critérios específicos de objeto.
      Por exemplo, para serviços, você pode especificar a data da última alteração.
    Eventos, regras, ações e objetos de dados de relatório (incluindo plugins de API)
    não
    são específicos a nenhuma unidade de negócios. Ou seja, eles sempre se aplicam a
    todas
    as unidades de negócios. A exceção é ações
    associadas
    . As ações associadas se aplicam
    apenas
    às opções de serviço individuais explicitamente especificadas por você. As ações associadas são elementos de opção de serviço da opção de serviço para a qual elas foram criadas.
  2. Selecione
    Iniciar
    ,
    Programas
    ,
    CA
    ,
    CA Service Catalog
    ,
    Prompt de comando do Service Catalog
    no computador de origem.
  3. Execute o comando a seguir neste prompt de comando:
    ant create-contentpack
    O sistema do Catalog cria a estrutura de pastas do pacote de conteúdo.
    O sistema do Catalog também solicita que você especifique as seguintes informações:
    • Dados de identificação simples para o pacote de conteúdo, como um nome, autor e descrição.
    • A mensagem que deve ser exibida ao usuário durante uma importação.
    É recomendável que você nomeie a
    pasta
    para incluir o nome, versão e configuração regional (idioma) do pacote de conteúdo.
    O comando ant cria a pasta do pacote de conteúdo nomeada
    USM_HOME
    \Armazenamento de arquivos\pacotes de conteúdo\
    nome-da-pasta
    . Esta pasta contém o arquivo contentpack.properties. Este arquivo armazena os dados de identificação do pacote de conteúdo. Essa pasta também contém diversas subpastas, incluindo formulários, diretivas, relatórios e serviços.
  4. Responda à mensagem perguntando se você exportar os objetos para esse pacote de conteúdo agora ou depois, da seguinte maneira:
    • Se você especificar Sim, vá para a próxima etapa.
    • Se você especificar Não, execute o seguinte comando no computador de origem:
      ant export-to-contentpack
  5. Responda aos prompts sobre quais objetos deverão ser exportados e seus atributos.
    O comando ant executa as seguintes funções:
    • Um arquivo XML para cada objeto é criado, usando os atributos que você especificou.
    • Na maioria dos casos, copia o arquivo XML para a subpasta apropriada.
    Por exemplo, se você exportar serviços, o comando ant executa as seguintes funções:
    • Um arquivo serviços.xml é criado usando os atributos que você especificou.
    • Copia o arquivo serviços.xml para a subpasta Serviços da pasta do pacote de conteúdo
    O comando ant copia algumas (mas não todas) categorias de objetos para as suas subpastas. Portanto, você copia as categorias restantes de objetos para suas pastas manualmente, conforme explicado na próxima etapa.
  6. Quando solicitado, copie os objetos que você deseja incluir (se houver) para as seguintes subpastas da pasta do pacote de conteúdo:
    • Processos
      Armazena os processos do CA Process Automation.
    • Imagens\Ofertas
      Armazena imagens dos serviços que você incluiu na subpasta Serviços.
    • Imagens\Planos de taxa
      Armazena imagens para os grupos de opções de serviço que você incluiu na subpasta Serviços.
    • Scripts anteriores
      Armazena scripts personalizados para executar
      antes
      de importar o pacote de conteúdo. Os exemplos incluem scripts necessários para descompactar os arquivos que são necessários para a importação ou os scripts exibirem as informações essenciais.
    • Scripts posteriores
      Armazena scripts personalizados para execução
      após
      a importação do pacote de conteúdo. Os exemplos incluem os scripts que carregam dados para o sistema do Catalog ou que notifica o usuário sobre especificações da configuração.
    • Plugins
      Armazena os plugins de API personalizados.
Você criou e exportou o pacote de conteúdo no computador de origem. Agora, você está pronto para importá-lo para o computador de destino.
Etapa 3 - Importar pacotes de conteúdo
Você importa pacotes de conteúdo para que você possa reutilizar as personalizações que você (ou outro administrador) exportou anteriormente de outra implementação.
Como prática recomendada, use o tempo de inatividade programado. Certifique-se de que nenhum usuário esteja ativo no CA Service Catalog antes de importar, ativar ou desativar pacotes de conteúdo.
Você pode importar os pacotes de conteúdo usando um dos métodos a seguir:
Importar pacotes de conteúdo usando os scripts ant
Esta seção descreve a importação de pacotes de conteúdo usando os scripts ant.
Siga estas etapas:
  1. Copie a pasta do pacote de conteúdo (pasta
    USM_HOME\Armazenamento de arquivos\pacotes de conteúdo\nome-da-pasta
    ) do computador de origem para um local no computador de destino. Registre o local para referência.
  2. Selecione
    Iniciar
    ,
    Programas
    ,
    CA
    ,
    CA Service Catalog
    , Prompt de comando do Service Catalog no computador de destino.
  3. Execute o comando a seguir neste prompt de comando:
    ant import-contentpack
  4. Digite o nome completo do caminho da pasta que armazena o pacote de conteúdo a ser importado.
  5. Execute as seguintes etapas:
    1. Confirme que você deseja continuar a importação.
    2. Digite a ID da unidade de negócios para o pacote de conteúdo. Você pode especificar qualquer unidade de negócios, incluindo a unidade de negócios raiz.
    3. Responda aos prompts específicos do objeto. Quando aplicável, considere cuidadosamente se deseja importar objetos como desativado.
      Por exemplo, você importa uma nova ação de regra que afeta os emails que o sistema de catálogos envia. Antes de ativar a nova ação de regra, provavelmente você deseja atualizar a configuração de seu servidor de email.
      Se você importar objetos como desativados, ative-os manualmente antes de você poder usá-los.
  6. Reinicie o serviço do Windows chamado de CA Service Catalog se o pacote de conteúdo incluir eventos, regras ou ações. Reinicie este serviço em todos os computadores do Componente do catálogo em seu ambiente.
    Se você não reiniciar o serviço do CA Service Catalog como indicado, poderão ocorrer resultados imprevisíveis.
Você importou o pacote de conteúdo usando os scripts ant. Todos os objetos importados são somente leitura ou permitem apenas edição limitada.
Importar pacotes de conteúdo da GUI
Esta seção descreve como você pode importar os pacotes de conteúdo a partir da GUI.
Siga estas etapas:
  1. Clique em
    Catálogo
    ,
    Configuração
    na interface do usuário do CA Service Catalog.
  2. Clique em
    Pacotes de conteúdo
    no menu à esquerda.
  3. Clique na guia
    Importar
    .
  4. Especifique a pasta onde o pacote de conteúdo está armazenado. Selecione o arquivo zip do pacote de conteúdo e clique em Abrir.
  5. Desmarque a caixa de seleção
    Continuar a importação com os valores padrão
    se você deseja importar o Pacote de conteúdo sem os valores padrão.
  6. Clique em
    Iniciar importação
    .
    Se o Pacote de conteúdo incluir quaisquer objetos do CA Process Automation nele, as três opções a seguir são exibidas:
    • Definir a versão importada de objetos do CA Process Automation como a versão atual:
      • Se a opção for selecionada, a versão importada dos objetos do CA Process Automation e a versão atual são as mesmas.
      • Se a opção não for selecionada, a versão importada de objetos do CA Process Automation e a versão atual são diferentes.
    • Tornar disponíveis os operadores ou sensores personalizados que foram importados:
      • Se a opção for selecionada, os operadores ou sensores são importados no status Disponível no CA Process Automation.
      • Se a opção não for selecionada, os operadores ou sensores são importados como estão presentes no pacote de conteúdo.
    • Digite o nome da configuração do CA Process Automation e importe as definições do processo para a instância específica do CA Process Automation.
  7. Se o pacote de conteúdo incluir eventos, regras ou ações, as regras de importação, ações em uma opção de estado desativado são exibidas. Se a opção for selecionada, os eventos, regras ou ações no pacote de conteúdo são importadas no estado desativado, independentemente do status do pacote de conteúdo.
  8. Reinicie o serviço do Windows chamado de CA Service Catalog em
    todos
    os computadores do Componente do catálogo em seu ambiente.
    Se você não reiniciar o serviço do Windows do CA Service Catalog como indicado, poderão ocorrer resultados imprevisíveis.
    Por exemplo, você importa uma nova ação de regra que afeta os emails que o sistema do Catalog envia. Antes de ativar a nova ação de regra, atualize a configuração do servidor de email.
    Ative os objetos manualmente se você importar os objetos como desativados.
  9. Se o pacote de conteúdo incluir diretivas, as diretivas de importação em uma opção de estado desativado são exibidas. Se a opção for selecionada, as políticas no pacote de conteúdo são importadas no estado desativado, independentemente do status do pacote de conteúdo.
  10. Clique em Continuar a importação.
    A importação do pacote de conteúdo foi bem-sucedida.
    A importação dos pacotes de conteúdo é bloqueada com a disponibilidade de todos os arquivos .bat ou .cmd nos pacotes de conteúdo. São usados scripts ant para importar os pacotes de conteúdo que contém arquivos .bat ou .cmd.
Você importou o pacote de conteúdo na interface do usuário do CA Service Catalog. Todos os objetos importados são somente leitura ou permitem apenas edição limitada.
Quando a importação do pacote de conteúdo for concluída, as imagens dos serviços são copiadas para a pasta
USM_HOME\Armazenamento de arquivos\Imagens
. Os plugins são copiados para a pasta
USM_HOME\armazenamento de dados\plugins
.
Etapa 4 - Verifique os pacotes de conteúdo
Depois de importar os pacotes de conteúdo no CA Service Catalog, você pode verificar se os pacotes de conteúdo foram importados com êxito no CA Service Catalog.
Siga estas etapas:
  1. Clique em
    Catálogo
    ,
    Configuração
    ,
    Configuração do sistema
    .
  2. Selecione o pacote de conteúdo que você importou.
  3. Verifique os seguintes critérios:
    • A seção Detalhes do pacote de conteúdo lista os detalhes que você especificou quando você criou o pacote de conteúdo, por exemplo, o nome, a versão e o status.
    • A seção Conteúdo lista o objeto que você especificou, de acordo com os critérios que você especificou.
  4. Certifique-se de que os menus da interface de usuário incluam objetos importados, por exemplo:
    • Selecione o
      CA Service Catalog
      ,
      Ofertas de serviços
      ,
      Ofertas
      ,
      Serviços
      . Verifique se a lista de serviços inclui algum dos serviços que você importou.
    • Selecione
      Administração
      ,
      Eventos
      . Verifique se a lista de eventos inclui algum dos serviços que você importou.
Etapa 5 - Ativar ou desativar os pacotes de conteúdo
É possível ativar e desativar um pacote de conteúdo inteiro ou objetos individuais (se aplicável) no pacote de conteúdo. Ative objetos em um pacote de conteúdo para que o sistema do Catalog possa usar os objetos. Ativar os objetos importados e definir permissões sobre eles funcionam juntos para permitir que os usuários exibam e usem os objetos importados. Depois de ativar objetos em um pacote de conteúdo, é possível desativá-los, por exemplo, se ocorrer um problema.
Como prática recomendada, use o tempo de inatividade programado, certifique-se de que não haja nenhum usuário ativo no CA Service Catalog para importar, ativar ou desativar pacotes de conteúdo.
Siga estas etapas:
  1. Efetue logon na unidade de negócios que contém o pacote de conteúdo que você deseja ativar ou desativar.
  2. Clique em
    Catálogo
    ,
    Configuração
    ,
    Pacotes de conteúdo
    .
  3. Clique no pacote de conteúdo que você deseja e ative.
  4. Ative ou desative objetos na lista, da seguinte maneira:
    • Ative
      todos os objetos
      no pacote de conteúdo, clicando no botão Ativar para o pacote de conteúdo inteiro. Esse botão é exibido na barra Detalhes do pacote de conteúdo.
      Use essa opção com cuidado. O pacote de conteúdo contém regras, ações ou políticas que executam tarefas redundantes ou conflitantes, causando resultados imprevisíveis. Portanto, se você não tiver certeza sobre o objetivo ou a meta do pacote de conteúdo, ative cada objeto individualmente.
    • Por outro lado, desative
      todos os objetos
      no pacote de conteúdo, clique no botão Desativar para o pacote de conteúdo inteiro.
    • Ative ou desative objetos individuais em uma categoria, clicando no botão Ativar ou Desativar do objeto.
      Você pode ativar ou desativar objetos em qualquer uma ou em todas as seguintes categorias:
      • Serviços
        Ativar um serviço ativa a configuração Data disponível: O serviço usa a configuração Data disponível para determinar se e quando ele está disponível para usuários.
      • Grupos de opções de serviço
        A ativação de um grupo de opções de serviço ativa sua configuração de data disponível: O grupo de opção de serviço usa sua configuração de data disponível para determinar se e quando ele está disponível para usuários.
        Ativar um serviço ou grupo de opções de serviço define seu status para Objeto de sistema — Disponível (6). Da mesma forma, desativar um serviço ou grupo de opções de serviço define seu status para o objeto de sistema--Indisponível (7).
      • Diretivas
        Ative uma diretiva para definir seu status como Ativo e desative uma diretiva para definir seu status como Inativo.
        Você pode fazer apenas atualizações limitadas para diretivas importadas que você ativou. Para fazer mais atualizações a tais políticas, copie e modifique-as.
      • Regras
        Ative ou desative regras individualmente, sem afetar o status de qualquer outra regra no mesmo evento.
        Ativar ou desativar uma regra não ativa nem desativa automaticamente as ações na regra. As ações permanecem no status original.
      • de solicitação
        Ative ou desative ações individualmente, sem afetar o status de quaisquer outras ações na mesma regra. Da mesma forma, ativar ou desativar uma ação não afeta o status da regra que contém a ação.
    Ativar e desativar não se aplica aos seguintes objetos: Eventos, Formulários, Relatórios, Imagens e processos do CA Process Automation. Você especificou durante o processo de importação se deseja ativar ou desativar os processos do CA Process Automation.
  5. Clique em
    Concluído
    .
  6. (Opcional) Verifique se o objeto está ativado (ativo) ou desativado (inativo), visualizando seu status. Por exemplo, selecione Serviços,
    nome da pasta
    e abra um serviço que você ativou. Verifique se seu status é Objeto de sistema--Disponível. Também verifique se a Data disponível atende aos seus requisitos.
Você ativou ou desativou objetos no pacote de conteúdo. Todos os objetos que você ativou estão disponíveis no sistema do Catalog.
Se você copiar e personalizar um objeto de um pacote de conteúdo, o objeto personalizado
não
será afetado pela desativação ou ativação do pacote de conteúdo.
Etapa 6 - Modificar os objetos importados
As ações que você pode executar nos objetos importados de um pacote de conteúdo podem variar por objeto. Quando aplicável, execute determinadas ações em determinados objetos importados para que os usuários possam exibir e usar os objetos. A tabela a seguir mostra quais as ações se aplicam a quais objetos.
Objeto
Ativar ou desativar
Definir permissões
Edição limitada
Serviços
S
S
S
Grupos de opções de serviço
S
S
S
Diretivas
S
S
S
Eventos
N
S
N
Regras
S
S
N
de solicitação
S
S
N
Formulários
N
S
N
Objetos de dados de relatório
N
S
N
Imagens
N
N
N
As ações são as seguintes:
  • Ativar ou desativar
    Ative objetos para que os usuários e o sistema do Catalog possam usá-los. Por exemplo, suponha que o seu pacote de conteúdo inclua diretivas. Ative essas diretivas para que o sistema do Catalog possa usá-las e gerenciar solicitações. Da mesma forma, seu pacote de conteúdo inclui serviços e você ativa esses serviços para os usuários exibirem e solicitarem os serviços. Por qualquer motivo, tais como um problema ocorrendo, você pode desativar qualquer objeto que tiver ativado.
  • Definir permissões
    Para definir permissões para cada função do Catálogo em um objeto importado, use a parte da interface do usuário que armazena e mantém o objeto. Por exemplo, para definir permissões para serviços, selecione Catálogo, Ofertas de serviços, Serviços, Permissão e edite os detalhes do serviço.
    Editar atributos limitados
    Em geral, os objetos importados são somente leitura. Você pode executar apenas uma edição limitada em determinados objetos importados, da seguinte maneira:
    • Para serviços e opções de serviço, é possível alterar a data disponível e a data indisponível.
    • Para diretivas, você pode adicionar ou remover aprovadores, alterar a prioridade e definir o status como ativo ou inativo.
    Caso contrário, para personalizar um objeto importado, copie e modifique-o. Por exemplo, para personalizar um objeto de dados de relatório importado, copie e modifique-o.
Etapa 7 - Personalizar os objetos importados
Para personalizar um objeto importado, copie e modifique-o. Por exemplo, para adicionar um campo a um formulário importado, copie o formulário, renomeie-o e adicione o campo.
Você pode personalizar um serviço, grupo de opções de serviço ou um formulário. As personalizações comuns são as seguintes:
  • Adicionar, excluir e modificar os grupos de opções de serviço ou a imagem no serviço.
  • Definir as datas em que o serviço está disponível ou indisponível.
Para obter mais informações sobre como executar essas tarefas, consulte as seções Gerenciar formulários.
Se você copiar e personalizar um objeto importado em um pacote de conteúdo, copie e personalize todos os objetos
pai
que incluírem o objeto original. Esse requisito existe porque formulários, serviços e grupos de opções de serviço permitem apenas uma edição limitada.
Siga este processo para copiar um formulário, personalizar a cópia e incluir o formulário em um grupo de opções de serviço e serviço com base no grupo de opções de serviço original e serviço no pacote de conteúdo:
  1. Copie o formulário A e modifique a cópia, criando o formulário B.
    O SOG A (Service Option Group - Grupo de opções de Serviço A) contém o formulário A. Não é possível modificar o SOG A para substituir o Formulário A pelo formulário B, porque o SOG A permite apenas uma edição limitada. Portanto, execute as próximas etapas.
  2. Copie SOG A para criar o SOG B.
  3. Atualize SOG B excluindo o formulário A e adicionando o formulário B.
    Serviço A contém o SOG A. Não é possível modificar o Serviço A para substituir o SOG A pelo SOG B, pois o Serviço A permite apenas uma edição limitada. Portanto, execute as próximas etapas.
  4. Copie o serviço A para criar o serviço B.
  5. Atualize o Serviço B excluindo SOG A e adicionando SOG B.
  6. Copie a Pasta A para criar a Pasta B.
  7. Atualizar a Pasta B excluindo o Serviço A e adicionando o Serviço B.
A tabela a seguir lista os objetos pai que você deve copiar e personalizar se você copiar e personalizar um objeto filho.
Filho
Pai
Formulário
Grupo de opções de serviço
Grupo de opções de serviço
Serviço
Serviço
Pasta
Pasta
pasta pai