Criar resumos financeiros

ccppmop157
Compare o VPL, o ROI, o período de retorno do investimento, a taxa de retorno, o breakeven e outras métricas para seus investimentos. Como um gerente executivo ou financeiro, exiba informações de orçamento de alto nível de investimentos em um resumo financeiro.
Avaliação e a análise de investimento exigem que você registre o custo planejado e orçado bem como as informações de benefício usando métricas financeiras. Os valores inseridos são aplicados durante um
período único
, desde a data de início do investimento até a data de término. Os valores são aplicados somente a esse investimento, e não a qualquer um dos seus investimentos filho ou pai.
Se você criar um plano detalhado de custo, de orçamento ou de benefícios depois de definir um resumo financeiro, os dados do plano financeiro detalhado substituirão os dados de resumo. Os campos da página de resumo se tornam de somente leitura. Se excluir todos os planos de custo detalhados juntamente com o plano de registro, você poderá editar os valores de planejamento de custo na página de resumo financeiro. Os planos de orçamento associados aos planos de custo excluídos não serão excluídos e permanecerão intactos para sua referência.
3
Determinar as métricas financeiras a serem usadas para planejamento
Como gerente de projetos, comece com um plano de custo e crie projeções de custo para as propostas de projeto. Você também pode criar um plano de benefícios para definir as projeções de benefícios por projeto. Os planos de benefícios estão associados aos planos de custo correspondentes. Para capturar os custos projetados e os benefícios de um determinado intervalo, visualize um resumo financeiro.
Como gerente executivo ou financeiro, é possível basear suas decisões de financiamento nas métricas padrão. Você pode criar um portfólio de projetos específicos, incluindo seu custo e seus planos de benefícios. Use os dados do portfólio para realizar os seguintes objetivos:
  • Comparar a TIR, a TIRM e o período de retorno de investimento para cada projeto
  • Classificar projetos potenciais e considerar alternativas usando a TIR.
  • Determinar a lucratividade de um projeto usando a TIRM.
  • Medir VPL, ROI e breakeven.
Use as seguintes métricas financeiras para avaliar seus gastos em investimentos individuais. Decida quais investimentos você deseja concentrar no nível do portfólio.
As regras a seguir serão aplicadas para calcular TIR, TIRM, Período de retorno de investimento e outras métricas de investimentos que incluírem investimentos filho. As métricas financeiras são calculadas com base no valor agregado dos projetos e subprojetos.
Na hierarquia de investimento, as métricas financeiras são exibidas para o próprio investimento e são acumuladas para o investimento pai.
  • O fluxo de caixa começa desde o primeiro período fiscal em que o plano de custo inicia em relação a todos os investimentos.
  • O investimento inicial é a soma do custo inicial de todos os investimentos, incluindo investimentos-filhos.
  • Se o investimento principal ou qualquer investimento-filho não tiver custos planejados, será usado zero nos cálculos de métrica.
  • A taxa de reinvestimento e o custo total de capital para o investimento principal de nível superior são considerados para o cálculo da TIRM.
VPL
Essa métrica exibe o VPL (Valor Presente Líquido) do investimento. O VPL considera o custo inicial do investimento, as taxas de juros, a renda futura e o valor temporal do dinheiro. No
Clarity PPM
, o VPL é calculado como sendo a diferença entre a soma da receita do valor presente e a soma do custo planejado do valor presente.
Cálculo
:
 
Essa figura ilustra a equação de VPL (Valor Presente Líquido).
 
  • t
    representa o período do fluxo de caixa em meses
  • N
    representa o tempo total do projeto
  • r
    é a taxa de desconto ou de retorno que pode ser obtida em investimentos com riscos semelhantes
  • C
    0 é o custo inicial do investimento (expresso como um número negativo)
  • C
    t é o fluxo de caixa líquido ou a quantidade de dinheiro para o tempo t (em meses)
A depreciação (expressa em termos de queda no valor de um ativo ou em termos de qualquer tratamento de imposto a beneficiário) não está incluída nos cálculos de VPL. Por não ser uma despesa monetária real a ser paga, a depreciação não afeta
diretamente
o fluxo de caixa, mas reduz o rendimento líquido. O benefício fiscal da depreciação pode afetar positivamente os fluxos de caixa posteriores aos impostos.
Sua organização pode incluir a depreciação nos fluxos de caixa ao calcular o VPL. Por exemplo, você pode subtrair o custo da depreciação de seu fluxo de caixa para cada período. Também é possível adicionar o benefício fiscal da depreciação para os cálculos de valor presente durante o planejamento.O
Clarity PPM
não inclui um campo de sistema padrão para calcular a depreciação. Para incluir a depreciação, adicione um item de linha ao seu plano de custo ou plano de benefícios.
ROI
Essa métrica exibe o ROI (Return On Investment – Retorno Sobre o Investimento). O ROI é a proporção do dinheiro obtido ou perdido no investimento em relação à quantia investida. No
Clarity PPM
, o ROI é a proporção entre o VPL e a soma do ROI do custo planejado do valor presente, calculado da seguinte maneira:
ROI = (benefício planejado do valor presente total - custo planejado do valor presente total)/custo planejado do valor presente total
Outra maneira de expressar isso é apresentada na seguinte equação:
ROI = (Benefício total planejado - Custo total planejado)/(Custo Total planejado)
  • O benefício total planejado é o valor do benefício planejado definido para o investimento. Esse valor é exibido nas propriedades do orçamento ou no plano de benefício detalhado.
  • O custo total planejado é o valor do custo planejado definido para o investimento. Esse valor é exibido nas propriedades do orçamento ou no plano de custo detalhado.
TIR
Essa métrica exibe a TIR (Taxa Interna de Retorno). A TIR representa a taxa de desconto usada para atingir a VPL zero para um investimento. Use a TIR como um método alternativo para avaliar um investimento sem estimar a taxa de desconto. A TIR pressupõe que os fluxos de caixa de um investimento são reinvestidos na TIR.
Cálculo
:
 
Essa figura ilustra a equação TIR (Taxa Interna de Retorno) quando o NPD é zero.
 
  • C0 é o custo inicial do investimento (expresso como um número negativo). É possível definir esse valor usando o campo Investimento inicial, na página Propriedades do orçamento, em um investimento.
  • n
    representa a quantidade de períodos disponíveis no fluxo de caixa.
  • O fluxo de caixa começa com o primeiro período fiscal do plano de custo ou associado ao plano de benefícios, mesmo que anterior, e termina com o último período fiscal do plano de custo ou associado ao plano de benefícios, mesmo que terminar posteriormente. O fluxo de caixa para cada período fiscal corresponde ao benefício projetado menos o custo disponível para o período. Se o benefício ou custo não estiverem disponíveis para um determinado período fiscal, zero é usado.
  • Se o custo e benefício forem definidos nas propriedades de orçamento do investimento, seus valores são distribuídos de forma regular entre as datas de início e término do custo e benefício planejados.
  • Se o custo e benefício forem definidos no plano financeiro detalhado, a TIR é baseada no plano de custo detalhado e seu plano de benefícios associado.
  • Caso não haja fluxo de caixa suficiente para tornar o investimento lucrativo, a TIR será um valor negativo.
  • Caso não exista um fluxo de caixa, positivo ou negativo, a TIR ficará em branco.
TIRM
Essa métrica exibe a TIRM (Taxa Interna de Retorno Modificada). A TIRM representa uma taxa usada para avaliar a viabilidade deste investimento. Use a TIRM como parte de um processo de orçamento do capital para classificar diversas opções alternativas de investimento. A TIRM pressupõe que todos os fluxos de caixa são reinvestidos no custo de capital.
Cálculo
:
 
Essa fórmula ilustra como calcular o TIRM.
 
  • r
    é a taxa de juros anual para reinvestir no fluxo de caixa positivo. Pode-se definir esse valor usando o campo de taxa de reinvestimento, na página Propriedades do orçamento, em um investimento. Se esse valor não estiver definido para um investimento, r será zero.
  • f
    é a taxa de financiamento anual sobre o capital emprestado para investimentos. Pode-se definir esse valor usando o campo de custo total de capital, na página Propriedades do orçamento, em um investimento.
  • n
    representa o último período no tempo de vida do investimento (
    n=i+j).
  • Se o custo e o benefício forem definidos nas propriedades do orçamento do investimento, a TIRM será a soma total distribuída de forma regular no tempo especificado.
  • Se o custo e benefício forem preenchidos a partir do plano financeiro detalhado, a TIRM é baseada no plano de custo detalhado e seu plano de benefícios associado.
  • Caso não haja fluxo de caixa suficiente para tornar o investimento lucrativo, a TIRM será um valor negativo.
  • Caso não exista um fluxo de caixa, positivo ou negativo, a TIRM ficará em branco.
Ponto de equilíbrio
Esta métrica exibe a data em que o fluxo de caixa esperado corresponda à despesa para um investimento. A data de breakeven corresponde ao período de retorno de investimento.
Período de retorno de investimento
Exibe a quantidade de períodos (em meses) necessária para a soma dos fluxos de caixa esperados corresponder à despesa inicial de um investimento. O período de retorno de investimento coincide com a data de breakeven e considera o valor inicial do investimento. Esse valor é parte do custo incluído no primeiro período de um determinado momento.
O período de retorno de investimento provém de uma das maneiras abaixo:
  • Se o custo e o benefício forem definidos nas propriedades do orçamento do investimento, o retorno do investimento será a soma total distribuída de forma regular no tempo especificado.
  • Se o custo e benefício forem preenchidos a partir do plano financeiro detalhado, o retorno de investimento terá como base o plano de custo detalhado e seu plano de benefícios associado.
Definir opções de planejamento financeiro
Pode-se configurar as opções para definir como os resumos financeiros interagem com os planos financeiros detalhados dos investimentos.
Siga estas etapas:
  1. Abra a Página inicial e, em Gestão de portfólio, clique em um investimento (por exemplo, Projetos).
  2. Abra o investimento.
  3. Abra o menu Propriedades e clique em Orçamento.
    As propriedades do orçamento são exibidas.
  4. Preencha os seguintes campos na seção Planejamento financeiro:
    • Moeda
      Define a moeda do investimento.
      Padrão
      : moeda do sistema
    • O orçamento corresponde aos valores planejados
      Especifica se os valores do orçamento nas propriedades de orçamento de um investimento correspondem aos valores planejados. Se um plano de orçamento detalhado existe para o investimento, todos os valores de campo na seção Orçamento serão somente para exibição. Os campos refletem os valores no plano de orçamento detalhado. Quando a caixa de seleção estiver desmarcada, é possível editar os campos do orçamento.
      Padrão:
      selecionado
    • Calcular métricas financeiras
      Especifica se as métricas financeiras para o investimento serão calculadas automaticamente. Se estiver desmarcada, significa que podem ser definidas manualmente.
      Padrão:
      selecionado
  5. Salve as alterações.
Definir o custo de capital e a taxa de reinvestimento do sistema
Defina o custo total anual de capital e a taxa de reinvestimento anual para investimentos no nível do sistema para calcular a TIRM dos custos planejados e do orçamento para investimentos. Se você alterar o custo total de capital e os valores da taxa de reinvestimento na página Padrões de gestão financeira, os valores correspondentes serão alterados conforme o caso na página de propriedades do orçamento do investimento. Os valores correspondentes serão alterados apenas se você selecionar a opção para calcular métricas financeiras automaticamente e usar as taxas do sistema para o custo total de capital e reinvestimento. As métricas de todos os investimentos que usam as opções do sistema serão recalculados. Isso ocorre em segundo plano e pode demorar algum tempo se o sistema tiver de processar muitos investimentos.
É possível substituir os valores do sistema para redefinir tais valores em nível de investimento na página de propriedades do orçamento.
Siga estas etapas:
  1. Clique em Administração, Finanças, Configuração.
    A página Estrutura organizacional financeira é exibida.
  2. Clique no link Padrões.
    A página de padrões de gestão financeira é exibida.
  3. Preencha os campos a seguir na seção Geral:
    • Custo total anual de % do capital
      Define a taxa de financiamento anual sobre o capital emprestado para financiar um investimento. Esse valor é refletido como a taxa do sistema para o custo total do capital na seção Planejamento financeiro, da página de propriedades do orçamento do investimento.
    • % de taxa anual de reinvestimento
      Define a taxa de juros anual usada para reinvestimento do fluxo de caixa positivo de um investimento. Esse valor é refletido como a taxa do sistema para reinvestimento na seção Planejamento financeiro da página de propriedades do orçamento do investimento.
  4. Salve as alterações.
Definir o custo de capital e a taxa de reinvestimento do investimento
Pode-se definir o custo total do capital e a taxa de reinvestimento para um investimento na página de propriedades do orçamento. Essas configurações em nível de investimento substituem as em nível de sistema.
As taxas em nível de investimento são usadas para cálculo de métricas financeiras no investimento individual.
Siga estas etapas:
  1. Abra o investimento.
  2. Abra o menu Propriedades e clique em Orçamento.
    As propriedades do orçamento são exibidas.
  3. Preencha os seguintes campos na seção Opções de métricas financeiras:
    • Usar taxa de sistema para custo total do capital
      Especifica se deseja usar o custo total do capital em nível de sistema para o investimento. Desmarque essa caixa de seleção e insira um valor no campo Taxa do investimento correspondente, localizado abaixo do campo Taxa de sistema. A taxa de investimento define a taxa de financiamento anual sobre o capital emprestado para financiar esse investimento.
      Padrão:
      selecionado
    • Usar taxa de reinvestimento do sistema
      Especifica se deseja usar a taxa de reinvestimento em nível de sistema para o investimento. Desmarque essa caixa de seleção e insira um valor no campo Taxa do investimento correspondente, localizado abaixo do campo Taxa de sistema. A taxa de investimento define a taxa de juros anual usada para investir o fluxo de caixa positivo desse investimento.
      Padrão:
      selecionado
    • Investimento inicial
      Define o custo inicial do investimento usado em todos os cálculos de métricas financeiras. É possível configurar este campo para exibir valores agregados de investimentos e investimentos filhos.
      Caso um valor não seja especificado, o investimento inicial é tratado como zero. Um valor negativo de investimento inicial é permitido.
  4. Salve as alterações.
Gerenciar custo e benefício planejados
Crie os dados de custo e benefício planejados para o investimento no resumo financeiro. Se houver um plano de custo e um plano de benefícios detalhados para o investimento, é possível visualizar os dados de custo e benefício planejados preenchidos previamente no resumo. Se você excluir o plano de custo detalhado, poderá começar a usar o resumo financeiro.
Siga estas etapas:
  1. Abra o investimento.
  2. Abra o menu Propriedades e clique em Resumo financeiro em Propriedades.
  3. Forneça os dados de custo e benefício planejados ou visualize os seguintes dados, se houver um plano financeiro detalhado:
    • Custo planejado
      Define o custo total planejado de investimento. O valor é distribuído entre as datas Início do custo planejado e Término do custo planejado.
      Antes da release 13.2, era possível atualizar o campo Custo planejado diretamente. No entanto, após a release 13.2, esse campo não é mais editável. Em vez disso, é a soma de dois campos editáveis: os campos Custo operacional planejado e Custo de capital planejado.
    • Início do custo planejado
      Define a data em que o custo planejado do investimento iniciará. Este campo é preenchido de acordo com a data de início definida no cronograma do investimento.
    • Conclusão do custo planejado
      Define a data em que o custo planejado do investimento terminará. Este campo é preenchido de acordo com a data de término definida no cronograma do investimento.
    • Benefício planejado
      Define o benefício total planejado que você pode receber desse investimento.
    • Início do benefício planejado
      Define a data em que o benefício planejado para o investimento iniciará.
    • Conclusão do benefício planejado
      Define a data em que o benefício planejado do investimento terminará.
  4. Verifique as métricas de custo e benefício abaixo para avaliar o valor que um investimento agrega à empresa. Se os valores de custo e de benefício planejados não estiverem definidos, essas métricas não exibirão valor algum:
    • VPL planejado
    • ROI planejado
    • IRR planejado
    • MIRR planejado
    • Período de retorno de investimento planejado
    • Ponto de equilíbrio planejado
  5. Salve quaisquer alterações.
Gerenciar o custo orçado e os benefícios para investimentos
Crie os dados de custo e benefício orçados para o investimento no resumo financeiro. Se houver um plano de orçamento e benefícios aprovado para o investimento, visualize os dados de custo orçado e de benefícios preenchidos previamente no resumo.
Siga estas etapas:
  1. Abra o investimento.
  2. Abra o menu Propriedades e clique em Resumo financeiro em Propriedades.
  3. Insira os seguintes dados de custo e benefício orçados ou visualize os seguintes dados se houver um plano detalhado:
    • Custo orçado
      Define o custo aprovado do investimento.
      Esse campo é preenchido automaticamente e torna-se disponível apenas para exibição nos seguintes casos:
      • Se a caixa de seleção do orçamento correspondente aos valores planejados estiver selecionada, esse campo exibirá o valor no campo Custo planejado.
      • Se existir um POR aprovado no plano financeiro, esse campo exibirá a última revisão do orçamento no plano.
    • Início do custo orçado
      Define a data em que o custo orçado para o investimento iniciará.
      Se a caixa de seleção do orçamento correspondente aos valores planejados estiver selecionada, esse campo será somente leitura. Este campo é preenchido de acordo com a data de início definida no cronograma do investimento.
    • Fim do custo orçado
      Define a data em que o custo orçado do investimento terminará.
      Se a caixa de seleção do orçamento correspondente aos valores planejados estiver selecionada, esse campo será somente leitura. Este campo é preenchido de acordo com a data de término definida no cronograma do investimento.
    • Benefício orçado
      Define o benefício orçado total que você receberá desse investimento.
      Esse campo é preenchido e torna-se disponível apenas para exibição nos seguintes casos:
      • Se a caixa de seleção do orçamento correspondente aos valores planejados estiver selecionada, esse campo exibirá o valor no campo Benefício planejado.
      • Se existir um orçamento aprovado no plano financeiro detalhado, esse campo exibirá o último benefício orçado aprovado.
    • Início do benefício orçado
      Define a data em que o benefício orçado para o investimento iniciará.
      Se a caixa de seleção do orçamento correspondente aos valores planejados estiver selecionada, esse campo será somente leitura. Esse campo é preenchido no campo de data Início do benefício planejado.
    • Término do benefício orçado
      Define a data em que o benefício orçado para o investimento terminará.
      Se a caixa de seleção do orçamento correspondente aos valores planejados estiver selecionada, esse campo será somente leitura. Esse campo é preenchido a partir do campo de data Término do benefício planejado.
  4. Verifique as métricas de orçamento abaixo para avaliar o valor que um investimento agrega à empresa. Se os valores de orçamento e de benefício não estiverem definidos, essas métricas não exibirão valor algum:
    • VPL do orçamento
    • ROI do orçamento
    • TIR orçada
    • TIRM orçada
    • Ponto de equilíbrio do orçamento
    • Período de retorno de investimento do orçamento
  5. Salve as alterações.