Requisitos e plano de liberações

ccppmop157
HID_using_req_plan
Os requisitos abrangentes, as releases e o plano de liberação ajudam a gerenciar a entrega dos projetos, serviços, produtos, programas, aplicativos e recursos. O Planejamento de requisitos do
Clarity PPM
fornece uma estrutura para definir e acompanhar os requisitos do produto tangível da sua empresa. Como o proprietário do produto ou parte interessada, use o planejamento de requisitos para atingir os seguintes objetivos:
  • Entregar requisitos inteligentes aos integrantes da equipe.
  • Simplificar o processo de inovação.
  • Capturar ideias e o valor do negócio na forma de requisitos.
  • Associar os requisitos a outros investimentos e iniciativas para entrar no fluxo dos ciclos de planejamento de liberação.
  • Coletar informações sobre como os requisitos se ajustam aos seus processos e metas de negócios gerais.
Verifique se cada usuário tem os direitos de acesso apropriados para criar, editar, exibir ou excluir requisitos, liberações e planos de liberação.
2
Fluxo de trabalho de planejamento de requisitos
Em geral, o planejamento de requisitos segue este fluxo de trabalho:
  1. Crie os requisitos.
  2. Crie uma ou mais liberações.
  3. Crie um ou mais planos de liberação.
  4. Adicione liberações aos planos de liberação.
  5. Adicione os requisitos a uma liberação ou plano de liberação.
  6. Aprove a liberação.
O diagrama a seguir mostra um típico fluxo de trabalho de planejamento de requisitos:
Imagem mostrando um típico fluxo de trabalho de planejamento de requisitos
Imagem mostrando um típico fluxo de trabalho de planejamento de requisitos
 
A documentação pode não coincidir com o que é exibido na interface de usuário do produto. Essa diferença pode ocorrer porque todo o acesso a recursos, menus, páginas, botões e objetos é determinado pelos seus direitos de acesso. Sua organização também pode configurar as páginas, objetos, pesquisas, partições, processos e a interface de usuário do aplicativo. Entre em contato com o administrador, caso não consiga concluir qualquer uma das etapas na documentação.
Requisitos
Como gerente de produto ou analista de negócios, você tem a visibilidade e o controle sobre os requisitos de qualquer origem. O
Clarity PPM
pode categorizar automaticamente seus requisitos para fornecer uma visão completa de necessidades dos clientes. Você pode produzir roadmaps visuais, painéis e planos de produtos. Defina os requisitos e conecte-os aos projetos e suas atividades.
Melhore a eficiência do produto ou serviço entregue conectando o trabalho de diferentes equipes do projeto aos requisitos definidos pelos proprietários do produto, partes interessadas ou clientes.
Conforme os projetos avançam e os requisitos evoluem, certifique-se de que a intenção original não seja perdida com a alteração dos requisitos. Você pode aplicar o controle de versão e acompanhar as alterações. Para restaurar a partir de versões anteriores, use o histórico de aprovação. Você também pode restringir as alterações de requisito aos editores e aprovadores autorizados.
Normalmente, os requisitos seguem este fluxo de trabalho:
  1. Crie os requisitos e defina a sua prioridade de negócios.
  2. Defina o esforço para o requisito, o orçamento do custo e as estimativas.
  3. Crie o plano de liberação e a liberação.
  4. Adicione os requisitos à liberação ou plano de liberação.
  5. Aprove a liberação.
  6. Vincule cada requisito a uma tarefa do projeto.
  7. Entregue o requisito e altere o status do requisito para
    Implementado
    .
Criar requisitos
A primeira etapa do planejamento de requisitos é criar os requisitos. As informações que você define o ajudam a rastrear cada requisito, da fase de planejamento à fase de implementação. Você também pode criar requisitos a partir de uma hierarquia de requisito.
Siga estas etapas:
  1. Abra a página inicial e, em Planejamento de requisitos, clique em Requisitos.
  2. Clique em Novo e preencha ao menos os campos obrigatórios.
  3. Para categorizar o requisito, preencha os campos Tipo, Tema e Status.
  4. Para especificar se o requisito deve ser entregue para cumprir um compromisso organizacional com um grupo ou indivíduo, selecione Confirmado.
  5. Para definir o risco do requisito, selecione um dos seguintes valores no campo Risco:
    • Baixo: os objetivos, o escopo e os benefícios do requisito são razoáveis, claramente definidos, podem ser medidos e verificados.
    • Médio: os objetivos, o escopo e os benefícios do requisito são pouco razoáveis, claramente definidos, podem ser medidos e verificados.
    • Alto: os objetivos, o escopo e os benefícios do requisito não são razoáveis, claramente definidos nem podem ser medidos e verificados.
  6. Para vincular o requisito a um investimento, preencha o campo Investimento. Indique o produto, aplicativo, ativo, serviço, projeto ou programa que entrega o requisito. A relação fornece um mecanismo para agrupar os requisitos relacionados para um investimento específico. Por exemplo, você pode ter uma lista de requisitos que descreve os novos recursos de um produto. Pode definir o investimento do produto como proprietário do requisito.
  7. Clique em Salvar.
  8. Na seção Esforço, defina o orçamento e as estimativas de esforço do requisito.
    • O valor do esforço orçado que você vê é o esforço orçado do requisito. O esforço não é agregado acima ou abaixo na hierarquia de requisitos, mas é usado em ciclos de planejamento de cima para baixo. O esforço representa o valor que está alocado para entregar o requisito.
    • O esforço estimado é o esforço agregado para a hierarquia de requisitos. As estimativas do esforço são usadas em ciclos de definição do escopo de baixo para cima e representam o trabalho planejado para entregar um requisito. As estimativas de esforço total incluem a estimativa de esforço do requisito mais as estimativas de esforço de seus requisitos descendentes. A unidade de exibição padrão para esforço de trabalho é registrada em horas. O administrador define a unidade de exibição do esforço de trabalho.
    • O Esforço agregado (estimativa) inclui o esforço estimado do requisito filho para entregar o requisito:
      Aggregate Effort (Estimate) = Effort (Estimate) + Child Requirement Effort (Estimate)
       
  9. Na seção Custo, defina os orçamentos e estimativas de despesas operacionais e de capital.
    • O valor do custo orçado é o custo alocado para entregar o requisito. O custo orçado não é agregado acima ou abaixo na hierarquia de requisitos, mas é usado em ciclos de planejamento de cima para baixo. O valor do custo estimado é o custo agregado da hierarquia de requisitos. As estimativas de custo são usadas em ciclos de definição de escopo de baixo para cima e representam o custo planejado para entregar um requisito. O valor agregado inclui as estimativas de custo de requisitos descendentes.
    • Despesas operacionais (orçadas)
      . Define a porção orçada do custo total do requisito para as despesas operacionais.
    • Capital (orçado)
      . Define a porção orçada do custo total do requisito para as despesas de capital.
    • Total (orçado)
      . Exibe o custo orçado total do requisito:
      Custo total (orçado) = Despesas operacionais (orçadas) + Capital (orçado)
    • Despesas operacionais (estimadas)
      . Define a porção estimada do custo total do requisito para as despesas operacionais.
    • Capital (estimativa)
      . Define a porção estimada do custo total do requisito para as despesas operacionais.
    • Total (estimativa)
      . Exibe o custo total estimado do requisito:
      Total (estimativa) = Despesas operacionais (estimadas) + Capital (estimativa)
    • Despesa operacional agregada (estimativa)
      . O requisito agregado inclui a estimativa de custo total do requisito filho para as despesas operacionais:
      Despesa operacional agregada (estimativa) = Despesas operacionais (estimadas) + Despesas operacionais do requisito filho (estimativa)
    • Capital agregado (estimativa)
      . A estimativa do custo total do requisito agregado para despesas de capital se baseia nesta fórmula:
      capital agregado (estimativa) = capital (estimativa) + capital do requisito filho (estimativa)
    • Total agregado (estimativa)
      . O custo total agregado do requisito incluindo os requisitos filho se baseia nesta fórmula:
      total agregado (estimativa) = despesa operacional agregada (estimativa) + capital agregado (estimativa)
  10. Na seção Organogramas, defina os organogramas que você deseja associar ao recurso. Configurações opcionais de organograma são para fins de segurança, de organização ou de geração de relatórios.
    • Departamento
      . Define o departamento financeiro e a entidade associados ao requisito. O departamento deve pertencer à mesma entidade que o local.
    • Local
      . Define o local do departamento financeiro que está associado ao requisito. O local deve pertencer à mesma entidade que o departamento.
  11. Clique em Salvar e voltar.
Você criou um requisito e ele aparece na lista de requisitos.
Você pode adicionar um anexo a um requisito, como um documento de requisitos ou um documento de design detalhado. Abra o requisito, abra o menu Propriedades e clique em Anexos. Defina o caminho do documento que deseja anexar ao requisito e clique em Salvar e voltar.
Definir as prioridades de negócios do requisito
Normalmente, os principais interessados analisam os requisitos para uma próxima liberação. As partes interessadas analisam os requisitos e os classificam depois de discutir as prioridades. As classificações são editadas e a prioridade geral é imediatamente calculada. Essa etapa é importante para avaliar o impacto do requisito nos negócios.
Siga estas etapas:
  1. Abra o requisito, abra o menu Propriedades e clique em Prioridade de negócios.
  2. Preencha os campos. Para cada campo, especifique um valor Baixo (1 a 33), Médio (34 a 67) ou Alto (68-100).
    • Inovação e experiência do usuário
      . Define a prioridade de negócios do requisito em relação à inovação e experiência do usuário.
    • Impacto na receita
      . Define a prioridade de negócios do requisito em relação ao impacto na receita.
    • Produtividade do desenvolvedor
      . Define a prioridade de negócios do requisito em relação à produtividade do desenvolvedor.
    • Custo de operações e suporte
      . Define a prioridade de negócios do requisito em relação ao custo de operações e suporte.
  3. Salve as alterações.
Vincular requisitos a tarefas de projeto
Você pode vincular um requisito à tarefa do projeto. A tarefa representa o esforço para entregar esse requisito como parte de um projeto de implementação. A tarefa de projeto vinculada é uma relação separada do investimento proprietário do requisito. Você pode vincular um requisito a uma tarefa que já está vinculada a outros requisitos. No entanto, você pode apenas vincular um requisito a uma única tarefa. Ao vincular um requisito a uma tarefa de projeto, o requisito é
atribuído à
tarefa e
associado a
ela. Você só pode iniciar essa relação a partir do requisito. Quando necessário, você também pode desvincular um requisito da tarefa do projeto.
Se você excluir a tarefa associada, o requisito não estará mais associado à tarefa do projeto. O requisito não é excluído.
Siga estas etapas:
  1. Abra o requisito.
  2. Clique em Link.
  3. Escolha uma opção para uma tarefa nova ou existente e clique em Avançar.
  4. Siga as instruções para criar vínculo com uma tarefa.
    O requisito está vinculado à tarefa do projeto. O nome do projeto e da tarefa aparecem no campo Tarefa associada da página Geral.
Para desvincular um requisito, abra o requisito e clique em
Desvincular
. O nome do projeto e da tarefa não aparecem mais no campo Tarefa associada da página Propriedades.
Hierarquia de requisitos
Você pode agrupar os requisitos em hierarquias. Por exemplo, um requisito para fornecer um novo telefone é composto por requisitos que descrevem os recursos do telefone. Cada um dos requisitos é dividido em sub-requisitos. Juntos, os requisitos formam uma hierarquia que representa o novo telefone.
Adicionar um requisito a uma hierarquia
Siga estas etapas:
  1. Abra o requisito.
  2. Clique em Hierarquia.
  3. Clique em Adicionar.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado do requisito e clique em Adicionar.
    Um requisito filho é adicionado à hierarquia. Para visualizar a hierarquia de requisitos, abra o requisito e clique em Hierarquia. Para expandir e recolher a lista, use os ícones de sinal de adição e de subtração.
Mover um requisito em uma hierarquia
Você pode mover um requisito de um local em uma hierarquia para outro. Quando um requisito é movido para uma posição posterior a outro, ele se torna filho desse requisito. Quando um requisito é movido para uma posição anterior a outro, ele se torna o pai desse requisito.
Siga estas etapas:
  1. Abra o requisito.
  2. Clique em Hierarquia.
  3. Marque a caixa de seleção ao lado do requisito e clique em Mover.
  4. Selecione uma nova posição de requisito. Clique em
    Inserir antes
    ou
    Inserir após
    .
Subordinar ou recuar um requisito em uma hierarquia
Você pode criar relações hierárquicas entre os requisitos. É possível subordinar um requisito para torná-lo filho do requisito acima dele. Você pode designar requisitos individuais como pai ou filho. Requisitos pai são requisitos de nível superior que têm requisitos filho associados a eles. Os requisitos filho são aninhados abaixo dos requisitos pai. O requisito acima dele na hierarquia pode ser um requisito principal ou de segundo, terceiro ou quarto nível em relação ao requisito acima dele. É possível criar um número ilimitado de níveis de hierarquia.
Siga estas etapas:
  1. Abra o requisito.
  2. Clique em Hierarquia.
  3. Marque a caixa de seleção ao lado do requisito para subordinar ou recuar e selecione uma destas opções:
    • Subordinar
      . O requisito selecionado aparece um nível abaixo do requisito de nível mais alto mais próximo. Um ícone de adição é exibido em frente ao requisito de nível superior.
    • Recuar
      . O requisito selecionado é exibido como recuado em relação ao requisito acima dele.
Remover um requisito de uma hierarquia
Você pode reduzir os totais agregados do orçamento e da estimativa de custo e de esforço para quaisquer requisitos pai (ancestral) na hierarquia. Para atingir essa meta, remova um requisito da hierarquia. Ao remover requisitos de uma hierarquia, considere estas informações:
  • A Remoção de um requisito filho inclui quaisquer requisitos de nível mais baixo concernentes ao filho.
  • O requisito não é excluído; ele só será removido.
Siga estas etapas:
  1. Abra o requisito.
  2. Clique em Hierarquia.
  3. Marque a caixa de seleção ao lado do requisito e clique em Remover.
Dependências de requisitos
É possível indicar as dependências existentes entre requisitos. Uma dependência pode ocorrer quando um requisito deve ser concluído antes que outro possa ser iniciado.
Adicionar uma dependência de requisito
Você pode criar dependências a outros requisitos ou uma dependência mútua entre requisitos.
Por exemplo, você tem um recurso para criar um novo telefone, requisito de telefone WOW (RA). Esse requisito tem uma dependência em dois outros requisitos: requisito de segurança (R1) e requisito de Bluetooth (R2). O recurso requer o requisito R1 (
exigido pelo
); No entanto, o R2 depende do recurso (
depende de
).
Siga estas etapas:
  1. Abra o requisito para criar uma relação de dependência.
  2. Clique em Dependências.
  3. Clique em Adicionar.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado do requisito a ser adicionado como uma dependência e clique em Adicionar.
  5. Escolha uma das seguintes opções:
    • Dependência mútua
      . Define o requisito selecionado como mutuamente dependente do requisito de destino.
    • Necessário para
      . Define o requisito selecionado como dependente do requisito-alvo.
    • Depende de
      . Define o requisito selecionado como o requisito de destino.
    A relação de dependência é criada.
Para remover uma dependência de um requisito, abra o requisito, clique em Dependências, selecione uma dependência e clique em Remover.
Excluir um requisito
É possível excluir um requisito a qualquer momento, exceto nas seguintes situações:
  • Você não pode excluir requisitos atribuídos a uma liberação.
  • Não é possível excluir um requisito com o status
    Aprovado
    ou
    Rejeitado
    .
Excluir um requisito vinculado a uma tarefa de projeto não exclui a tarefa. Em vez disso, a associação com a tarefa vinculada é removida.
Siga estas etapas:
  1. Abra a página inicial e, em Planejamento de requisitos, clique em Requisitos.
  2. Marque a caixa de seleção ao lado do requisito e clique em Excluir.
Releases
Uma release representa um novo futuro produto e inclui requisitos, prioridades, processos, trilha de auditoria e painel.
Em geral, as liberações seguem este fluxo de trabalho:
  1. Defina os investimentos que estão associados à liberação.
  2. Crie a liberação.
  3. Defina os projetos ou programas que estão implementando a liberação.
  4. Defina o orçamento e as estimativas do esforço da liberação.
  5. Defina o orçamento e as estimativas de custo da liberação.
  6. Depois de criar o plano de liberação, adicione a liberação ao plano de liberação.
  7. Depois de adicionar os requisitos ao plano de liberação, aprove a liberação.
  8. Vincule a liberação a um projeto ou programa.
Criar uma release
A primeira etapa ao trabalhar com liberações é criar as informações básicas de uma liberação.
Siga estas etapas:
  1. Abra a página inicial e, em Planejamento de requisitos, clique em Liberações.
  2. Clique em Novo.
  3. Crie a liberação. Estes campos exigem uma descrição:
    • Investimento
      . Indique o produto, o aplicativo, o ativo, o serviço, o projeto ou o programa que representa o trabalho para entregar uma liberação. Diferentemente do projeto ou do programa que acompanha o esforço de implementação da liberação, o investimento que você define funciona como o proprietário da liberação.
    • Projeto/programa associado
      . Exibe o nome do projeto ou programa que está vinculado à liberação. A release só pode ser vinculada a um projeto ou programa.
    • Código da moeda
      . Define a moeda usada para calcular os valores estimados e o orçamento da liberação.
    • Esforço (orçado)
      . Define o esforço orçado para entregar a liberação.
    • Esforço (estimativa)
      . Exibe o valor da estimativa de esforço de sua organização para entregar a liberação.
  4. Clique em Salvar.
  5. Na seção Custo, defina o orçamento e as estimativas com despesas de capital e operacionais para a liberação.
    • Despesas operacionais (orçadas)
      . Define as despesas operacionais orçadas a partir do custo total de uma liberação.
    • Capital (orçado)
      . Define as despesas de capital orçadas do custo total de uma liberação.
    • Custo total (orçado)
      . Exibe o custo total orçado da liberação com base nesta fórmula:
      Custo total (orçado) = Despesas operacionais (orçadas) + Capital (orçado)
    • Despesas operacionais (estimadas)
      . Exibe a porção estimada do custo total da liberação que é atribuída às despesas operacionais.
    • Capital (estimativa)
      . Exibe a porção estimada do custo total da liberação que é atribuída às despesas de capital.
    • Custo total (estimativa)
      . Exibe o custo total estimado da liberação com base nesta fórmula:
      Custo total (estimativa) = Despesas operacionais (estimadas) + Capital (estimativa)
  6. Na seção Organogramas, defina o ORG que deseja associar ao recurso para fins de segurança, organizacionais ou de relatório.
  7. Clique em Salvar e voltar.
Você criou uma liberação e ela aparece na lista de liberações. Quando apropriado, é possível aprovar uma liberação, atualizando o status da liberação para
Aprovado
.
É possível adicionar um anexo a uma liberação. Abra a liberação, abra o menu Propriedades e clique em Anexos. Defina o caminho do documento que deseja anexar à liberação e clique em Salvar e voltar.
Vincular a release a um projeto ou a um programa
Vincule liberações a um projeto ou programa para acompanhar o esforço de implementação da liberação. Quando vinculada, a liberação é atribuída ao projeto. O projeto ou programa vinculado é uma relação separada do investimento proprietário da liberação. É possível vincular um número ilimitado de liberações a um projeto ou programa. No entanto, você pode vincular uma liberação a apenas um projeto ou programa. Pode-se estabelecer essa relação da liberação ou do projeto ou programa. Quando necessário, também é possível desvincular uma liberação do projeto ou programa.
Siga estas etapas:
  1. Abra a liberação.
  2. Clique em Link.
  3. Clique na opção Escolher existente e clique em Avançar.
  4. Selecione a opção ao lado do projeto e clique em Salvar e voltar. A liberação é vinculada ao projeto ou programa.
    O nome do projeto ou programa é exibido no campo Projeto/programa associado, na página Geral.
  5. Para desvincular uma liberação, abra a liberação e clique em Desvincular.
    O nome do projeto ou programa não é mais exibido no campo Projeto/programa associado, na página Propriedades.
Definir o cronograma da release
Especifique o cronograma da liberação para definir as datas de início e término, as datas alfa e beta, e a data programada da liberação para o mercado.
Siga estas etapas:
  1. Abra a liberação.
  2. Clique em Propriedades, Cronograma.
  3. Defina o cronograma da release:
    • Reiniciar
      . Define a data de início programada da liberação.
    • Concluir
      . Define a data de término programada da liberação.
    • Alfa
      . Define a data de início alfa da liberação.
    • Beta
      . Define a data de início beta da liberação.
    • Liberação para o mercado
      . Define a data programada para liberação para o mercado.
  4. Clique em Salvar e voltar.
Adicionar requisitos a um release
Depois de associar requisitos a investimentos, é possível agrupá-los em liberações. Adicione um requisito a uma única liberação usando a liberação ou a partir do plano de liberação.
Siga estas etapas:
  1. Abra a liberação.
  2. Clique em Requisitos.
  3. Clique em Adicionar.
  4. Marque a caixa de seleção ao lado do requisito e clique em Adicionar.
    O requisito é exibido na página de requisitos da liberação.
  5. Altere o status do requisito para Atribuído a uma liberação.
Para remover um requisito de uma liberação, abra a liberação, clique em Requisitos, marque a caixa de seleção ao lado do nome do requisito a ser removido e clique em Remover.
Monitorar as prioridades de negócios do requisito
É possível monitorar as prioridades de negócios do requisito atribuídas a uma liberação. Você pode exibir todos os requisitos que atribuiu à liberação. Além disso, é possível visualizar a prioridade geral de negócios, a inovação e a experiência do usuário, o impacto na receita, a produtividade do desenvolvedor e o custo de operações e suporte do requisito.
Siga estas etapas:
  1. Abra a liberação.
  2. Clique em Prioridades.
Monitorar o desempenho da liberação
Você pode monitorar o desempenho de uma liberação exibindo as seguintes informações:
  • Scorecard
    . Exibe os requisitos que foram adicionados à liberação com base em seu scorecard. Os requisitos estão vinculados a tarefas do projeto. O status baseia-se no status das tarefas associadas.
  • Requirements By Theme
    . Exibe um gráfico mostrando os requisitos por tema.
  • Requirements By Priority
    . Exibe um gráfico mostrando os requisitos por prioridade.
  • Prioridade de negócios
    . Exibe uma grade mostrando os requisitos por prioridade de negócios.
  • Requirements By Risk
    . Exibe um gráfico mostrando os requisitos por risco.
É possível personalizar a página usando o
Clarity PPM
Studio. Abra a página do portlet Layout da liberação no Studio e modifique o conteúdo da guia Painel.
Você pode configurar os portlets nessa página. Por exemplo, no Scorecard, você pode reordenar as colunas. Em Requirements by Theme, é possível alterar o tipo de gráfico de pizza para funil, barras, e assim por diante. Selecione Configurar no menu Opções.
Siga estas etapas:
  1. Abra a liberação.
  2. Clique em Painel.
Excluir uma release
Você pode excluir uma liberação a qualquer momento. Quando você exclui uma liberação que contém requisitos adicionados, esses requisitos se tornam não atribuídos à liberação.
Siga estas etapas:
  1. Abra a página inicial e, em Planejamento de requisitos, clique em Liberações.
  2. Marque a caixa de seleção ao lado da liberação e clique em Excluir.
  3. Confirme a exclusão.
Planos de liberação
Planos de liberação fornecem uma maneira rápida e intuitiva de atribuir requisitos às próximas liberações por investimento. Use planos de liberação para mapear um ou mais requisitos a uma liberação.
Em geral, os planos de liberação seguem este fluxo de trabalho:
  1. Crie os investimentos que fazem parte de seu plano de liberação.
  2. Crie a liberação.
  3. Crie os requisitos.
  4. Crie o plano de liberação.
  5. Adicione os investimentos ao plano de liberação proprietário das liberações que fazem parte do plano de liberação.
  6. Adicione a liberação ao plano de liberação.
  7. Adicione o requisito ao plano de liberação.
Aplique as seguintes práticas recomendadas ao trabalhar com planos de liberação:
  • Vincule os planos de liberação a um plano de projeto e, em seguida, implemente-os.
  • Vincule os requisitos à tarefa do projeto que represente o esforço para entregar esse requisito.
  • Use o Painel da liberação para monitorar o desempenho de uma liberação. Esse painel mostra o status das tarefas e fornece informações sobre a execução dos produtos a serem entregues.
  • Implementar um plano de liberação permite a rastreabilidade de requisitos.
 
Criar um plano de liberação
A primeira etapa ao trabalhar com planos de liberação é criar as informações básicas para o plano.
Siga estas etapas:
  1. Abra a página inicial e, em Planejamento de requisitos, clique em Planejamento de liberações.
  2. Clique em Novo.
  3. Digite as informações para o plano de liberação e clique em Salvar. O seguinte campo requer uma descrição
    :
    • Código da moeda
      . Define a moeda para calcular os valores estimados e de orçamento do plano de liberação.
  4. Clique em Salvar e voltar.
O novo plano de liberação é exibido na página Planos de liberação.
Depois de criar um plano de liberação, você poderá visualizar e opcionalmente editar os detalhes do plano de liberação abrindo-o e clicando em Propriedades na página Planejador de liberação. Nessa página, o campo Custo Total (orçado) exibe o custo total orçado para a release com base nesta fórmula:
Custo total (orçado) = Despesas operacionais (orçadas) + Capital (orçado)
Adicionar um investimento a um plano de release
Você pode adicionar um investimento a um plano de liberação, e o investimento fará parte dele.
Siga estas etapas:
  1. Abra o plano de liberação e clique em Conteúdo.
  2. Clique em Adicionar.
  3. Selecione o investimento para adicionar ao plano de liberação e clique em Adicionar.
    O investimento aparece na lista de conteúdo.
É possível remover um investimento do plano de liberação. Abra o plano de liberação e clique em Conteúdo na página Planejador de liberação. Marque a caixa de seleção ao lado do investimento e clique em Remover.
Atualizar o Planejador de liberação
Planejar liberações usando os portlets Liberações e Requisitos na página Planejador de liberação.
Siga estas etapas:
  1. Abra o plano de liberação.
  2. Para Liberações, edite estes campos:
    • Despesas operacionais (orçadas)
      . Define as despesas operacionais orçadas a partir do custo total de uma liberação.
    • Capital (orçado)
      . Define as despesas de capital orçadas do custo total de uma liberação.
    • Esforço (orçado)
      . Define o esforço orçado para entregar a liberação.
    • Data de início
      . Define a data de início programada da liberação.
    • Concluir
      . Define a data de término programada da liberação.
    • Alfa
      . Define a data de início alfa da liberação.
    • Beta
      . Define a data de início beta da liberação.
    • Liberação para o mercado
      . Define a data programada para liberação para o mercado.
  3. Para Requisitos, edite estes campos:
    • Despesas operacionais (orçadas)
      . Define a porção orçada do custo total do requisito para as despesas operacionais.
    • Capital (orçado)
      . Define a porção orçada do custo total do requisito para as despesas de capital.
    • Esforço (orçado)
      . Define o valor do esforço orçado de sua organização para entregar o requisito.
    • Release
      . Especifica o nome da liberação atribuída ao requisito. Selecione uma liberação para atribuir ao requisito.
Adicionar uma release a um plano de release
Adicione as liberações existentes ao seu plano de liberação. Liberações de propriedade de investimentos vinculadas ao plano de liberação podem ser adicionadas ao plano de liberação. Quando você adiciona uma liberação associada a um requisito a um plano de liberação, o requisito associado é adicionado automaticamente ao plano de liberação. Os requisitos adicionados são exibidos na lista no portlet Requisitos na página Planejador de liberação do plano de liberação.
Siga estas etapas:
  1. Abrir um plano de liberação.
  2. No portlet Liberações, clique em Adicionar liberação.
  3. Marque a caixa de seleção ao lado da liberação e clique em Adicionar.
    A liberação é adicionada ao portlet Liberações na página Planejador de liberação do plano de liberação.
Aprovar uma release em um plano de release
Quando apropriado, aprove uma liberação nos planos de liberação.
Siga estas etapas:
  1. Abrir um plano de liberação.
  2. No portlet Liberações, marque a caixa de seleção ao lado da liberação e clique em Aprovar liberação.
    As alterações de status da liberação para Aprovado e uma marca de seleção amarela aparece na coluna Aprovado.
Você também poderá aprovar uma liberação usando a página da lista de liberações e a página de propriedades da liberação.
Remover uma release de um plano de release
Quando apropriado, remova uma liberação dos planos de liberação.
Siga estas etapas:
  1. Abrir um plano de liberação.
  2. No portlet Liberações, marque a caixa de seleção ao lado da liberação e clique em Remover liberação.
    A liberação é removida do portlet Liberações. Quando você remove uma liberação vinculada a requisitos a partir do plano de liberação, os requisitos também são removidos do plano de liberação.
Adicionar um requisito a um plano de release
Quando apropriado, adicione um requisito aos planos de liberação.
Siga estas etapas:
  1. Abrir um plano de liberação.
  2. No portlet Requisitos, clique em Adicionar requisito.
  3. Marque a caixa de seleção ao lado do requisito e clique em Adicionar.
    O requisito é adicionado ao plano de liberação e é exibido no portlet Requisitos. Se um plano de liberação tiver uma liberação vinculada a um requisito, o requisito associado é automaticamente adicionado ao plano de liberação.
Visualizar uma hierarquia de requisitos de um plano de release
É possível exibir uma hierarquia de requisitos abrindo-se um plano de release e procurando no portal Requisitos. Você só pode exibir a hierarquia de requisitos na página.
Use os ícones de adição e subtração à esquerda do nome do requisito para expandir e recolher a lista.
Visualizar uma dependência de requisito em um plano de release
Você pode vincular diretamente a uma lista de dependências de requisitos de um plano de release.
Siga estas etapas:
  1. Abrir um plano de liberação.
  2. No portlet Requisitos, clique no ícone de dependências ao lado do requisito.
    A página de dependências de requisitos é exibida.
Remover um requisito de um plano de release
Quando necessário, você pode remover um requisito dos planos de liberação. Ao fazê-lo, o requisito não é removido de sua liberação associada.
Siga estas etapas:
  1. Abra o plano de liberação.
  2. No portlet Requisitos, marque a caixa de seleção ao lado do requisito e clique em Remover requisito.
    O requisito é removido do portlet Requisitos na página Planejador de liberação do plano de liberação.
Visualizar o Roadmap do plano de liberação
O roadmap do plano de liberação é uma representação gráfica em escala de tempo das próximas liberações de um produto, serviço ou outro investimento. O roadmap do plano de liberação representa o blueprint de sua organização para lançar o novo produto, serviço ou outro investimento.
Siga estas etapas:
  1. Abra o plano de liberação.
  2. Clique em Roadmap.