Atualização e impacto de mudanças

ccppmop1581
HID_HID_release_info_change_impact_od
A página
Atualização e impacto de mudanças
destaca alterações significativas, ações necessárias, problemas conhecidos e opções recomendadas para os clientes que estão atualizando para o
Clarity
15.8.1 a partir da release anterior. Planeje a atualização do
Clarity
e determine as opções que melhor atendem às suas necessidades de negócios. As equipes também podem usar essas informações para planejar a adoção de novos recursos, a integração e os esforços de treinamento.
Por exemplo, você está atualizando da release 15.3 do
Clarity
para a 15.8. Revise as alterações feitas nas releases 15.4, 15.4.1, 15.5, 15.5.1, 15.6, 15.6.1, 15.7 e 15.7.1 antes e depois da atualização. Para alternar para a página
Atualização e impacto de mudanças
de cada release, clique no menu
Versões
no topo desta página. Verifique periodicamente se o conteúdo foi atualizado, principalmente se você tiver baixado um arquivo PDF. A edição em inglês desta documentação é atualizada periodicamente com novas informações, incluindo novos exemplos, explicações, correções e informações de patch.
De modo a se preparar para uma atualização para o
Clarity
15.8.1, verifique os caminhos de atualização suportados, os recursos, os aprimoramentos e as ações de atualização necessárias. As informações a seguir resumem como as novas alterações introduzidas nessa release afetam a sua experiência de atualização.
O
Clarity
SaaS agora oferece suporte ao JasperSoft 7.1.3 no Google Cloud Platform
Os clientes do
Clarity
SaaS no GCP em breve serão atualizados para o JasperSoft 7.1.3. Os clientes podem continuar usando o JasperSoft Studio 7.1 e seus adaptadores de solução existentes do Studio e do SOW. Consulte Install Jaspersoft Studio Professional 7.1 and CA JDBC Adapter para obter mais informações.
Somente para clientes SaaS do
Clarity
GCP
Os domínios migrados para o PostgreSQL exibirão erros quando forem exibidos ou editados no Domain Designer. Verifique este artigo da base de conhecimento para resolver esse problema.
Verifique também este artigo da base de conhecimento sobre falhas de conexão entre o JasperSoft Studio e o servidor do JasperSoft.
O
Clarity
anunciará o suporte ao JasperSoft 7.1.3 para os clientes da versão local em breve.
Do
Clarity
15.7 em diante - o OracleJDK será substituído pelo AdoptOpenJDK
Imagem Java
O
Clarity
interromperá as atualizações do produto relacionadas ao Oracle Java, a partir de
19 de agosto de 2019
. Isso permitirá que nossa equipe de desenvolvimento se concentre em agregar valor às futuras releases de produto. A CA Technologies, uma empresa da Broadcom Company (CA), continua oferecendo suporte a seus produtos e a apoiar os termos e condições estabelecidos nos contratos de licença entre a CA Technologies e seus clientes.
Os clientes existentes podem continuar executando e usando releases que incluem componentes do Oracle Java em ambientes de produção e não produção
. No entanto, para resolver quaisquer problemas futuros de segurança e vulnerabilidade do Java que possam surgir, pode ser necessário que os clientes instalem um service pack ou atualizem para uma release mais recente do
Clarity
que ofereça suporte ao AdoptOpenJDK. Essa alteração não afeta o JasperSoft, que continuará oferecendo suporte ao Java 8.
2
O
Clarity
PPM agora é
Clarity
O
Clarity
PPM foi renomeado como
Clarity
. Você pode ver o novo logotipo do
Clarity
na tela de logon e na Nova experiência do usuário. A documentação foi atualizada para refletir a nova marca.
Clarity
refere-se à Nova experiência do usuário, e
Classic PPM
refere-se ao
Classic PPM
Studio.
Clarity
Ação de atualização
: ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você verá o novo logotipo do
Clarity
.
O vídeo abaixo descreve as melhorias feitas no logotipo do Clarity nesta release.

Esse vídeo não estará disponível quando você fizer download da documentação em formato PDF. Clique aqui para assistir ao vídeo no YouTube.
Os objetos mestre personalizados, subobjetos e atributos virtuais personalizados estão disponíveis em
Clarity
Agora, é possível ativar objetos mestre personalizados e subobjetos personalizados para a API no
Classic PPM
, para que eles estejam disponíveis no
Clarity
. Consideremos um cenário em que você usa o
Clarity
para gerenciar todo o ciclo de vida do produto. Agora você deseja capturar o NPS (Net Promoter Score) de todos os seus produtos e salvar esses dados no
Clarity
. Você também deseja fazer perguntas específicas aos clientes sobre os processos de suporte e serviços. No entanto, você deseja salvar esses dados separadamente das pontuações do NPS. Você pode criar um objeto mestre personalizado no
Classic PPM
, denominado NPS, e ativá-lo para a API para que ele esteja disponível no
Clarity
. Você pode, então, criar dois subobjetos, ou seja, serviços e suporte, e ativá-los para a API. Em seguida, será possível usar o
Clarity
para salvar os dados do NPS e os detalhes associados da pesquisa de serviços e suporte.
Ativar objetos mestres personalizados e subobjetos personalizados para a API no Clarity
Você também pode usar o XOG para ativar atributos virtuais personalizados e de valor para a API no
Classic PPM
. Os atributos virtuais personalizados são definidos apenas em subobjetos. Um atributo virtual é um atributo somente leitura no subobjeto, que está vinculado a um atributo específico no objeto mestre.
Não é possível usar o
Classic PPM
para ativar atributos virtuais personalizados e de valor para a API.
Para obter mais informações, consulte Clarity: exibindo objetos mestre e subobjetos personalizados.
Ação de atualização
: ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você será capaz de ativar os objetos mestre e os subobjetos personalizados existentes. Você poderá, então, trabalhar com eles no
Clarity
. Você também pode usar o XOG para ativar atributos virtuais personalizados e de valor para a API.
O vídeo a seguir descreve as melhorias realizadas nos objetos e subobjetos personalizados nesta release.

Esse vídeo não estará disponível quando você fizer download da documentação em formato PDF. Clique aqui para assistir ao vídeo no YouTube.
Aprimoramentos na gestão financeira
Você pode criar planos de benefícios em Projetos, Investimentos personalizados e Ideias usando o módulo Finanças. Em seguida, você pode associar seus planos de custo a planos de benefícios para estimar o benefício de seus investimentos ou o VPL (Valor Presente Líquido) de um investimento.
Criar planos de benefícios em objetos de investimento usando o módulo Finanças no Clarity
Um plano de benefícios pode ser associado a um número ilimitado de planos de custo, mas um plano de custo pode ter apenas um plano de benefícios associado. Você pode usar o módulo Finanças para criar novos planos de benefícios ou atualizar os planos existentes. Lembre-se de que não é possível excluir um plano de benefícios associado a um plano de custo.
Observe que as visualizações salvas são compartilhadas entre os módulos financeiros de diferentes tipos de investimento. Por exemplo, se você salvar uma visualização na grade do plano de benefícios de um investimento personalizado, a mesma visualização estará disponível na grade do plano de benefícios para ideias e projetos.
Ação de atualização
: ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você poderá associar os planos de benefícios existentes que estavam disponíveis no
Classic PPM
ao
Clarity
. Você também poderá criar outros planos de benefícios diretamente no
Clarity
.
Os vídeos a seguir descrevem as melhorias realizadas no módulo Finanças, em Projetos, Investimentos personalizados e Ideias.


Esse vídeo não estará disponível quando você fizer download da documentação em formato PDF. Clique aqui e aqui para assistir ao vídeo no YouTube.
Componente de pesquisa comum
Você pode usar a barra de pesquisa disponível nos layouts de painel, grade e linha do tempo para filtrar valores com base no nome ou na ID. Considere um exemplo em que você deseja localizar uma tarefa específica em um investimento. Você pode simplesmente digitar os primeiros caracteres de seu nome na barra de pesquisa para localizá-lo e editá-lo.
Componente de pesquisa comum no Clarity
Os valores de pesquisa não são mantidos quando você salva uma visualização. Além disso, se você sair e retornar ao espaço de trabalho, a barra de pesquisa será limpa.
Você pode usar a barra de pesquisa ao lado do filtro tradicional disponível no
Clarity
. Considere um exemplo em que você usa o filtro para identificar todas as tarefas que não foram iniciadas e, em seguida, use a barra de pesquisa para procurar uma tarefa específica. O
Clarity
exibe somente os resultados que atendem aos critérios do filtro e da barra de pesquisa.
A barra de pesquisa não está disponível em Roadmaps, no módulo Equipe alocada e no módulo Atribuições.
Para obter mais informações, consulte Componentes comuns.
Ação de atualização
: sem impacto. Ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você verá a nova barra de pesquisa nos layouts de painel, grade e linha do tempo.
Aprimoramento da lista suspensa personalizada
A partir do
Clarity
15.8.1, a lista suspensa Pesquisas estáticas de valor único contém uma opção de pesquisa para permitir que você pesquise o atributo rapidamente em vez de rolar pela lista inteira. Se o nome do atributo for muito longo, o
Clarity
exibirá o nome com reticências. A funcionalidade de pesquisa é aplicável em todos os locais em que Pesquisas estáticas de valor único se aplicarem.
Lista suspensa pesquisável
Ação de atualização
: sem impacto. Ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você verá a barra de pesquisa nas pesquisas de valor estático.
Aumento do tamanho do hiperlink ao exportar para o Excel (
Classic PPM
)
A funcionalidade Exportar para o Excel no
Classic PPM
foi aprimorada para oferecer suporte a links com até 2085 caracteres. Em releases anteriores, um hiperlink era removido do arquivo Microsoft Excel quando você usava a funcionalidade Exportar para o Excel, sempre que o URL tivesse mais de 255 caracteres. A partir do
Clarity
15.8.1, o limite do tamanho do URL foi aumentado de 255 para 2085 caracteres.
Ação de atualização
: sem impacto. Ao atualizar para o
Clarity
15.8.1 e usar a funcionalidade Exportar para o Excel, você verá os links relevantes em um arquivo do Microsoft Excel.
O vídeo a seguir descreve os vários aprimoramentos na UI feitos nesta release.

Esse vídeo não estará disponível quando você fizer download da documentação em formato PDF. Clique aqui para assistir ao vídeo no YouTube.
A Segurança no nível do campo é suportada para Investimentos personalizados
A Segurança no nível do campo agora está disponível para Investimentos personalizados. Considere um exemplo em que Sid, um gerente de portfólio, é responsável por criar, editar e gerenciar itens de investimento personalizados para sua organização. Sid cria um investimento personalizado para definir a estratégia de sua organização. Ele protege o atributo do plano de orçamento estimado e fornece direitos de edição às partes interessadas relevantes. Agora, as partes interessadas podem revisar e atualizar o plano de orçamento estimado para as estratégias relevantes.
Segurança no nível do campo
Depois que a estratégia é finalizada, Sid compartilha a estratégia com as equipes. Todos os recursos na equipe têm acesso de visualização ao atributo de plano de orçamento estimado.
Para obter mais informações, consulte Acesso seguro no nível do campo.
Ação de atualização
: ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você poderá usar a Segurança no nível do campo para proteger os atributos associados aos investimentos personalizados.
O vídeo a seguir descreve os vários aprimoramentos feitos na Segurança no nível do campo nesta release.

Esse vídeo não estará disponível quando você fizer download da documentação em formato PDF. Clique aqui para assistir ao vídeo no YouTube.
Personalizar os logotipos de cabeçalho e do logon
Agora, é possível personalizar o logotipo do cabeçalho e do logon para que o
Clarity
reflita a marca da sua organização. Também é possível diferenciar entre vários ambientes, como desenvolvimento, QA e produção. Para obter mais informações, consulte Clarity: Configurações do sistema.
Você precisa ter privilégios administrativos para atualizar os logotipos
.
Clarity
Ação de atualização
: ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você poderá usar a seção Configurações do sistema no
Clarity
para personalizá-lo, de modo que ele reflita a marca da sua organização.
O vídeo a seguir descreve os vários aprimoramentos na UI feitos nesta release.

Esse vídeo não estará disponível quando você fizer download da documentação em formato PDF. Clique aqui para assistir ao vídeo no YouTube.
Configurando o
Clarity
para dar suporte ao SAML 2.0 (somente a versão local)
O
Clarity
15.8.1 ou superior permite que os clientes locais usem as credenciais emitidas por um IDP que ofereça suporte ao SAML 2.0 e efetuem logon no
Clarity
. Algumas das principais vantagens do uso do logon SSO com base no SAML são:
  • Integração perfeita entre redes e ambientes: todos os usuários podem se movimentar facilmente entre a intranet da empresa e o
    Clarity
    .
  • Gerenciamento simplificado de senhas: não é necessário gerenciar senhas de usuários separadamente do
    Clarity
    , pois o sistema de gerenciamento de usuários existente já lida com o gerenciamento das senhas.
Para obter mais informações, consulte Configurando o Clarity para dar suporte ao SAML 2.0.
Adicionar equipe a investimentos usando a grade de seleção múltipla
Você pode usar o novo botão Adicionar equipe alocada para adicionar recursos, funções e equipes a um investimento no
Clarity
. Após clicar no botão Adicionar equipe alocada, você poderá escolher se deseja adicionar recursos, funções ou equipes. Se você escolher recursos, o
Clarity
carregará uma lista de todos os recursos disponíveis para você em uma grade genérica de várias seleções. Você pode usar as opções de pesquisa e filtro para identificar rapidamente os recursos relevantes e adicioná-los ao investimento.
Adicionar equipe a investimentos usando a grade de seleção múltipla no Clarity
Para obter mais informações, consulte Clarity: Alocar uma equipe do projeto.
Ação de atualização
: sem impacto. Ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você poderá começar a usar o botão Adicionar equipe alocada para adicionar recursos, funções e equipes aos seus investimentos.
O vídeo a seguir descreve os vários aprimoramentos feitos na definição de equipe desta release.

Esse vídeo não estará disponível quando você fizer download da documentação em formato PDF. Clique aqui para assistir ao vídeo no YouTube.
Visualizar o esforço de trabalho em dias
Agora, é possível configurar o
Clarity
para exibir o esforço de trabalho em dias. Nas versões anteriores do
Clarity
, só era possível exibir o esforço de trabalho em ETI ou em horas. Agora, é possível usar as Configurações gerais para configurar o esforço de trabalho a ser exibido em dias. Isso é extremamente útil no módulo Equipe alocada ou no módulo Atribuição em projetos e investimentos personalizados no
Clarity
. Essa configuração não afeta as seguintes áreas:
  • Espaço de trabalho Definição de equipe
  • Planilhas de horas
  • Finanças
  • Roadmaps
Exibir o esforço de trabalho em dias no Clarity
Ação de atualização
: sem impacto. Ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você poderá configurar o
Clarity
para exibir o esforço de trabalho em dias.
Mensagem de aviso removida do espaço de trabalho Definição de equipe (reservas mistas ativadas)
No
Clarity
15.8.1 e em releases futuras, você não verá uma mensagem de aviso no espaço de trabalho Definição de equipe informando que a página está disponível no modo somente leitura, já que a reserva mista estará ativada. O espaço de trabalho Definição de equipe continuará no modo somente leitura se você tiver ativado a reserva mista.
Clarity
Ação de atualização
: sem impacto. Ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você não verá uma mensagem de aviso ao acessar o espaço de trabalho Equipe alocada. Isso é aplicável quando você ativa as reservas mistas no
Classic PPM
.
O espaço de trabalho Definição de equipe agora oferece suporte a investimentos personalizados
Você pode usar o espaço de trabalho Definição de equipe para planejar as alocações de funções, os recursos de solicitação e a definição de equipe de investimentos personalizados. Nas releases anteriores do
Clarity
, era possível usar o espaço de trabalho Definição de equipe apenas para projetos e ideias.
O espaço de trabalho Definição de equipe agora oferece suporte a investimentos personalizados no Clarity
Ação de atualização
: ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você poderá começar a usar o espaço de trabalho Definição de equipe para alocar equipes para os Investimentos personalizados. Isso não era suportado nas releases anteriores do
Clarity
.
O vídeo a seguir descreve os vários aprimoramentos feitos na definição de equipe desta release.

Esse vídeo não estará disponível quando você fizer download da documentação em formato PDF. Clique aqui para assistir ao vídeo no YouTube.
Capacidade de importação aprimorada em roadmaps
Agora, a opção Importar do
Clarity
exibe a grade correspondente com caixas de seleção. Até a release 15.8 do
Clarity
, a opção Importar permitia pesquisar objetos de investimento específicos. A partir do
Clarity
15.8.1, passou a ser possível selecionar projetos, ideias ou itens de investimento personalizados na respectiva grade. A grade de seleção permite selecionar itens de linha individuais. Você também pode selecionar ou desmarcar todas as linhas.
O espaço de trabalho Definição de equipe agora oferece suporte a investimentos personalizados no Clarity
Para obter mais informações, consulte Clarity: Planejamento de cima para baixo com roadmaps.
Ação de atualização
: sem impacto. Ao atualizar para o
Clarity
15.8.1, você poderá começar a usar o recurso de importação aprimorado para importar investimentos para os roadmaps.
O vídeo a seguir descreve os vários aprimoramentos feitos nos roadmaps desta release.

Esse vídeo não estará disponível quando você fizer download da documentação em formato PDF. Clique aqui para assistir ao vídeo no YouTube.
O Internet Explorer 11 não é suportado para os recursos do
Clarity
O
Classic PPM
ainda oferece suporte ao IE 11, entretanto, o
Clarity
não pode estender a compatibilidade com versões anteriores de qualquer tecnologia de navegador antigo, incluindo o IE 11.
Esse não é um problema conhecido do
Clarity
. É um problema conhecido do IE 11. A Microsoft investiu em um novo navegador, o Microsoft Edge.
Se os usuários ignorarem os requisitos de suporte e tentarem usar o IE 11 com o
Clarity
, os seguintes problemas poderão ocorrer:
  • Recursos com defeito ou perdas de memória (sem correções programadas da Microsoft)
  • Ausência de suporte à estrutura do navegador para novos recursos da API REST
  • Apresentação deficiente ou baixo desempenho com HTML 5 e novos componentes angulares
  • Links para outros sites param de funcionar ou mostram mensagens indicando que é necessário atualizar o navegador
Por exemplo, usando o IE 11, você pode fazer com que a linha de tempo do roadmap pare de funcionar, as páginas de definição de equipe alocada podem não carregar todos os recursos e outros problemas podem ocorrer de forma que pareçam
aleatórios
, até que os usuários percebam que estão usando uma tecnologia de navegador antiga e não suportada para acessar uma interface de aplicativo web completamente nova e repleta de recursos de arrastar e soltar. Para obter melhores resultados ao visualizar as páginas da moderna experiência do usuário no
Clarity
, alterne para um navegador novo, como Edge, Firefox ou Chrome.
Não é possível atualizar no Oracle até que a licença de segurança e o pacote MD5 estejam ativados
  1. Entre em contato com o administrador do banco de dados ou com a Oracle para obter a OAS (Advanced Security License - Licença de Segurança Avançada), necessária somente se você estiver usando o DBMS_CRYPTO.
  2. Ative e conceda permissões explícitas a dbms_obfuscation_toolkit.md5 (também fornecido com a instalação do seu Oracle).
  3. Inicie a atualização.
Problema conhecido devido ao suporte encerrado para idiomas
Essa release não oferece mais suporte aos seguintes idiomas:
Catalão
Tcheco
Dinamarquês
Término
Húngaro
Holandês
Norueguês
Polonês
Russo
Sueco
Turco
Chinês simplificado
Chinês tradicional
Coreano
Consequentemente, um usuário pode ver um rótulo de texto bruto ou um texto em inglês na interface do usuário em vez do texto traduzido.
Solução alternativa
: alterne as configurações da conta do
Clarity
para um dos idiomas suportados listados nas notas da versão.
A opção Exportar para CSV não mostra dados de métrica por período, a menos que a coluna de totais esteja presente
As grades EQUIPE ALOCADA e ATRIBUIÇÕES do projeto usam as colunas Totais e Métricas por período para EPT, Custo da EPT, Horas trabalhadas e Custo real.
  • Se a coluna Totais e as colunas Métricas por período forem configuradas na grade, o recurso de exportar para arquivo CSV funcionará conforme o esperado.
  • Se você não tiver a coluna Totais configurada na grade, a exportação não funcionará conforme o esperado (todas as colunas de métrica por período ficam em branco).
Solução alternativa
: na grade, clique em Painel de colunas e adicione a coluna Totais ao layout de grade antes de usar a opção Exportar para CSV.
Problema conhecido em novas instalações do Jaspersoft 7.1
Em ambientes locais, você pode observar a entrada
Failed to execute: create index
nos registros de instalação durante uma nova instalação do Jaspersoft 7.1.0 no Oracle 11g R2 ou 12c:
[exec] [exec] init-js-db-pro:
[exec] [exec] [echo] For JDBC driver the artifactId and version properties are set:
[exec] [exec] [echo] maven.jdbc.artifactId=ojdbc8
[exec] [exec] [echo] maven.jdbc.version=12.2.0.1.0
[exec] [exec] [echo] Specified JDBC driver jar exists
[exec] [exec] [advanced-sql] Executing resource: /fs0/clarity1/install_cd/ca_ppm_jaspersoft_7.1.0/buildomatic/install_resources/sql/oracle/js-pro-create.ddl
[exec] [exec] [advanced-sql] 0 rows affected
[exec] [exec] [advanced-sql]
Failed to execute: create index
idx46_jiresfldr_hidden_idx on JIResourceFolder(hidden)
[exec] [exec] [advanced-sql] java.sql.SQLException: ORA-01408: such column list already indexed
[exec] [exec] [advanced-sql] 0 rows affected
[exec] [exec] [advanced-sql] Executing resource: /fs0/clarity1/install_cd/ca_ppm_jaspersoft_7.1.0/buildomatic/install_resources/sql/oracle/quartz.ddl
Você pode ignorar essa entrada. O aviso parece estar alertando você sobre um cenário de criação de índice duplicado. No entanto, não é um aviso válido.
  • Esse aviso não tem impacto sobre a instalação e não afeta qualquer funcionalidade do Jaspersoft 7.1.
  • As equipes de engenharia da CA confirmaram que todos os comandos DDL são executados com êxito após o aviso relatado.
  • O aviso é exibido apenas em novas instalações Oracle; ele não ocorre com versões suportadas do Microsoft SQL Server
Revisar as rotinas canceladas após a atualização
Verifique todas as rotinas do
Clarity
que estão no estado cancelado após a conclusão da atualização. Preste atenção especial a todas as rotinas canceladas que anteriormente eram rotinas recorrentes. Às vezes, após uma atualização, os parâmetros de rotina mudam e as rotinas passam para o estado cancelado. Se não revisar proativamente as rotinas canceladas, você só as perceberá depois de receber escalonamentos da empresa.
Dependências de instalação e atualização
Os scripts de instalação e atualização nesta release apresentam as seguintes dependências na ordem cronológica listada:
Instalação/atualização deste componente:
Requer este componente:
Atualizar o
Classic PPM
  • Data warehouse configurado
  • Rotina de carregamento do data warehouse concluída
Clarity
  • Complemento do Acelerador de PMO instalado
Instale os complementos do PMO ou APM
  • Data warehouse configurado
Caminhos de atualização suportados para a release
15.8.1
Verifique a tabela para identificar a release mínima suportada a partir da qual é possível atualizar para a versão mais recente do
Clarity
.
Versão do Clarity
Versão mínima suportada para atualização direta
15.8.1
15.6.1
15.8.0
15.3
15.7.1
15.3
15.7.0
15.2
15.6.1
15.0
15.6.0
15.0
15.5.1
14.3
15.5.0
14.3
15.4.1
14.1
15.4.0
13.2
15.3
13.2
15.2
13.2
15.1
13.2
  • Se você tiver a Release 14.3 ou mais antiga, a sua release não será mais suportada. Atualize para a release 15.4 primeiro e, em seguida, para a
    15.8.1
    .
  • Não é possível atualizar para a release
    15.8.1
    diretamente
    a partir da release 14.2 com o Jaspersoft 5.6.1 ou a partir da release 14.3 com o Jaspersoft 6.1.0. A atualização do Jaspersoft 6.4.2 ou 7.1 não oferece suporte a essas configurações. A atualização
    indireta
    ainda é suportada. Por exemplo, atualize para a 14.3 e o Jaspersoft 6.4.2 primeiro. Em seguida, atualize para a 15.8 e para o Jaspersoft 7.1.
  • Você poderá atualizar de uma release anterior mesmo que não tenha o ambiente de relatórios do Jaspersoft configurado. O data warehouse é obrigatório, no entanto, o relatório não é. Você pode optar por atualizar da release 14.x e fazer uma instalação nova do ambiente de relatórios.
  • Para atualizar das releases anteriores à 13.x, em geral, é útil atualizar para a 14.3 ou 14.4 primeiro e ignorar o componente Relatórios avançados. Essa abordagem simplifica o processo de solução de problemas e reinicialização se uma etapa de atualização falhar. Em seguida, da 14.x, é possível atualizar para a 15.6 e instalar o Jaspersoft 7.1 para os Relatórios avançados.
O programa de instalação detecta quantas etapas de atualização incremental são necessárias para atualizar sua instalação para a release mais recente. Se forem duas ou mais, o sistema perguntará se você prefere que o programa de instalação salve backups automatizados em cada etapa. Por exemplo, da 15.4 para a 15.5, da 15.5 para a 15.5.1, da 15.5.1 para a 15.6, da 15.6 para a 15.6.1, da 15.6.1 para a 15.7, da 15.7 para a 15.7.1, da 15.7.1 para a 15.8 e da 15.8 para a 15.8.1.
Se você tiver instalado quaisquer patches na versão base, certifique-se de ter aplicado o patch cumulativo mais recente suportado antes e depois de atualizar. A manutenção do patch antes e depois das atualizações é importante para a solução de problemas, as correções de segurança e a integridade geral do sistema.
Siga estas etapas
:
  1. Selecione a release atual no menu
    Versões
    , na parte superior direita dessa página de ajuda.
    Por exemplo, selecione 15.1 e verifique se o patch 15.1.0.9 foi instalado ou selecione 15.3 e verifique se o patch 15.3.0.5 foi instalado antes de iniciar a atualização para a 15.8. Após a atualização, instale o patch mais recente da 15.8.
Você poderá ter problemas se tentar atualizar diretamente de um nível de patch não suportado. Para obter melhores resultados, siga um caminho de atualização suportado. Para saber mais, entre em contato com o suporte da CA. Você também pode visitar a Comunidade do
Clarity
para colaborar com outros integrantes da comunidade sobre suas perguntas específicas.
Pré-atualização: executar o verificador de instalação (somente no local)
O utilitário verificador de instalação (checkinstall) avalia qualquer instalação ou atualização. O utilitário é executado automaticamente no início de uma instalação ou atualização e no fim de uma tentativa de atualização. Você também pode executá-lo manualmente. O utilitário produz um arquivo de resultados na forma de relatório (precheck-results.html) no diretório <raiz-da-instalação>/checkinstall/check-logs.
Ação de atualização
: para obter melhores resultados, execute o Verificador de instalação antes de iniciar o processo de atualização e instalação completa. Antes de prosseguir, avalie cuidadosamente e resolva os avisos.
Siga estas etapas:
  1. Extraia o programa de instalação do
    Clarity
    no servidor de aplicativos do
    Clarity
    .
  2. Abra um prompt de comando e vá até o diretório do Checkinstall localizado no diretório para o qual você extraiu o programa de instalação.
  3. Chame o comando checkinstall:
    UNIX
    :
    sh checkinstall.sh
    Windows
    :
    checkinstall.bat
    O sistema solicitará que você digite o Nome de usuário do operador e o Email do operador. Essa informação se refere ao usuário que está atualizando ou instalando e seu email. Essas informações são armazenadas no registro de instalação.
  4. Verifique se os resultados.
    Os resultados contêm os avisos e erros, além de indicarem as personalizações feitas. Revise as personalizações e faça ajustes na atualização, se necessário.
Disponibilizar os arquivos JAR de terceiros para o programa de instalação (somente no local)
Devido a restrições de licença de alguns arquivos JAR da biblioteca de terceiros (atualmente jgroups-all.jar e xinclude.jar), foram feitas alterações na forma como esses arquivos são entregues. Os arquivos JAR são fornecidos separadamente da imagem do
Clarity
na mídia de instalação. A imagem do arquivo install.jar não contém os arquivos mencionados. Quaisquer pacotes de instalação de versões anteriores que incluíam o arquivo install.jar também excluíam os arquivos JAR. Para cada release do
Clarity
, os arquivos JAR são agrupados em uma pasta da mídia de instalação que contém o arquivo JAR de bibliotecas de terceiros. Na Release 15.x, o arquivo é denominado
thirdparty.libs.15.x.0.jar
.
Ação de atualização
: recupere o arquivo
thirdparty.libs.15.x.0.jar
da mídia de instalação. Coloque o arquivo em um local do sistema de arquivos de modo que possa ser acessado pelo programa de instalação.
Dica
: para impedir que o programa de instalação solicite o local do arquivo JAR, coloque-o no diretório raiz de instalação. Se você colocar o arquivo em outro diretório, o programa de instalação solicitará o local do arquivo.
Atualizar grandes conjuntos de dados (somente no local)
Se a atualização do
Clarity
processar um grande volume de dados, é recomendável substituir as configurações de memória padrão usadas pela atualização.
Você pode substituir as configurações de memória padrão para essa release. Crie um arquivo
memory.properties
e coloque-o no diretório $cappm/config. Defina os valores de memória desejados nesse arquivo.
Os valores padrão usados durante a atualização são:
defaultScriptMaxMem=1024m defaultScriptPermGenMem=128m
Veja a seguir alguns exemplos de configurações no arquivo
memory.properties
:
defaultScriptMaxMem=2560m defaultScriptPermGenMem=512m
Nível de compatibilidade do banco de dados do MS SQL Server
Se você estiver usando o SQL Server 2016 para esta release, defina o nível de compatibilidade como 130 no SQL Server Management Studio ou use o seguinte comando:
EXEC SP_DBCMPTLEVEL <database>, 130
Processos personalizados, scripts e outras personalizações
O
Clarity
não pode atualizar qualquer conteúdo personalizado não suportado. As personalizações devem ser desativadas e talvez precisem ser reformuladas e reimplementadas para que funcionem com a funcionalidade em constante mudança do produto.
Após uma atualização, a menos que você as desative, as personalizações poderão resultar em erros ou não funcionar conforme o esperado.
Siga estas etapas
:
  1. Identifique o conteúdo personalizado. Por exemplo, você tem um ou mais processos personalizados com scripts GEL personalizados que modificou atributos de status da planilha de horas em uma release anterior.
  2. Confirme as personalizações e reconheça que os scripts de atualização podem não oferecer suporte ao conteúdo personalizado. Mesmo que o conteúdo personalizado seja atualizado, ele pode não funcionar mais conforme o esperado. Por exemplo, o processo personalizado faz referência a um objeto ou atributo que foi alterado na nova release.
  3. Como um administrador local, o script checkinstall fornece um aviso para personalizações que detecta antes da atualização. É possível ver esses avisos ou os registros mencionados para compreender os tipos de personalização que podem afetar negativamente sua experiência de atualização. Por exemplo:
    WARNING: Possible schema customizations have been found. Any customizations to the system are the responsibility of the customer to maintain and are not supported. To upgrade, all customizations must be reviewed, changed, or removed as needed before the upgrade. After a successful upgrade, the customizations may be added back to the system. The possible customizations found are listed in the following log files:
    check‐logs/database_customization_triggers.txt check‐logs/database_customization_indexes.txt check‐logs/database_customization_tables.txt checklogs/database_customization_constraints.txt
  4. Como administrador de SaaS, você não vê esses avisos nem registros mencionados. Essas mensagens de exemplo proporcionam uma visão dos tipos de personalização que podem afetar negativamente a sua experiência de atualização.
  5. Em ambientes locais ou SaaS, desative as suas personalizações antes da atualização. Após a atualização, reintroduza as personalizações e teste-as na interface do
    Classic PPM
    . Como alternativa, verifique o impacto do comportamento da personalização no
    Clarity
    .
  6. Além dos objetos de banco de dados, avalie também os valores de atributo. Analise as mudanças no data warehouse e no banco de dados Oracle e Microsoft (veja a seção Reference na documentação em inglês). Verifique se as personalizações dependem de algum atributo novo, alterado ou descartado.
Alguns clientes encontraram erros com conteúdo personalizado herdado. Após a desativação do processo personalizado, do script ou de outro conteúdo personalizado herdado, o
Clarity
forneceu a funcionalidade sem perda real para os usuários finais. É recomendável executar uma análise fazendo uma comparação do valor dos recursos do
Clarity
em uma solução completa de COTS/SaaS com o valor de desenvolver suas próprias personalizações não suportadas.
Pré e pós-atualização: preservar as personalizações do diretório de arquivos (somente no local)
Durante a atualização, será solicitado o diretório de instalação de destino. As novas etapas de pré e pós-atualização permitem que você copie arquivos bidirecionalmente no diretório do
Clarity
usando a criação de script baseada em ant. Use os scripts ant para automatizar a preservação e a restauração de personalizações nos diretórios do
Clarity
.
Os modelos são fornecidos nas pastas de atualização específicas da release, que se encontram no diretório raiz do programa de instalação (no mesmo nível do arquivo install.bat). Os modelos são:
preprocess-upgrade.xml
e
postprocess-upgrade.xml
.
Exemplo do script preprocess-upgrade.xml
<project name="content" default="upgrade" basedir="."> <target name="upgrade"> <echo>Preserving customer specified files prior to upgrade from install.dir = ${install.dir}</echo> <if fileexists="${install.dir}" not="true"> <fail>Install dir not specified = ${install.dir}</fail> </if> <delete dir="upgrade_temp"/> <mkdir dir="upgrade_temp" /> <!-- Uncomment the copy below and list the files to be included for preservation --> <!--<copy todir="upgrade_temp"> <fileset dir="${install.dir}" > <include name="myfiles/my*.*"/> <include name="abb/*01.jar"/> <include name="a*01.jar"/> </fileset> </copy>--> </target> </project>
Exemplo do script postprocess-upgrade.xml
<project name="content" default="upgrade" basedir="."> <target name="upgrade"> <echo>Restoring customer specified files after upgrade to install.dir = ${install.target.dir}</echo> <if fileexists="${install.target.dir}" not="true"> <fail>Install dir not specified = ${install.target.dir}</fail> </if> <!-- Uncomment the copy task below and list the files to be restored that were preserved in the preprocess-upgrade.xml script.--> <!--<copy todir="${install.target.dir}"> <fileset dir="upgrade_temp" > <include name="myfiles/my*.*"/> <include name="abb/*01.jar"/> <include name="a*01.jar"/> </fileset> </copy>--> </target> </project>
Pós-atualização e pós-instalação: otimizar o desempenho do Oracle 12c (somente no local)
Em instalações locais do Oracle 12c R1 ou R2, você pode detectar um problema de regressão no Oracle 12c quando a dica ORDERED é usada em consultas estruturadas. Um bug do Oracle 12c R2 pode degradar o desempenho se o otimizador for definido como 12.2.0.1.
  • Os sistemas que estão usando o Oracle 12cR1 (12.1.0.2) não precisam de qualquer ação.
  • Para sistemas que usam o Oracle 12c R2 (12.2.0.1), você pode otimizar o desempenho definindo o otimizador para 12.1.0.2. É recomendável aplicar essa correção local opcional.
Siga estas etapas
:
  1. Em um prompt de comando no Oracle, digite as seguintes linhas:
    sqlplus / as sysdba ALTER SYSTEM SET "_fix_control" = '17800514:0'; Exit;
  2. Execute o seguinte comando:
    ALTER SYSTEM SET OPTIMIZER_FEATURES_ENABLE= '12.1.0.2' SCOPE=BOTH;
  3. Verifique se os parâmetros do arquivo de inicialização do Oracle 12c R2 parecem semelhantes ao seguinte exemplo:
    *._fix_control='17800514:0' *._optimizer_multi_table_outerjoin=FALSE *.audit_file_dest='/fs0/oracle/12201/12c/admin/niku/adump' *.audit_trail='DB' *.cluster_database=FALSE *.compatible='12.2.0.1' *.control_files='/fs0/oracle/12201/12c/oradata/niku/CONTROL01.CTL','/fs0/oracle/12201/12c/oradata/niku/CONTROL02.CTL' *.cursor_sharing='FORCE' *.db_block_size=8192 *.db_name='niku' *.diagnostic_dest='/fs0/oracle/12201/12c/admin/niku/udump' *.dispatchers='(PROTOCOL=TCP) (SERVICE=nikuXDB)' *.local_listener='LISTENER_NIKU' *.nls_comp='BINARY' *.nls_date_format='YYYY-MM-DD HH24:MI:SS' *.nls_language='AMERICAN' *.nls_sort='BINARY' *.nls_territory='AMERICA' *.open_cursors=1000 *.optimizer_adaptive_plans=false *.optimizer_adaptive_reporting_only=TRUE *.optimizer_adaptive_statistics=FALSE *.optimizer_features_enable='12.2.0.1' *.optimizer_inmemory_aware=FALSE *.pga_aggregate_target=4G *.processes=1000 *.remote_login_passwordfile='EXCLUSIVE' *.session_cached_cursors=1000 *.sessions=1536 *.sga_target=80G *.streams_pool_size=536870912 *.trace_enabled=TRUE *.undo_tablespace='UNDOTBS1'