OWB: adicionar tarefas do projeto e atribuir recursos

ccppmop158
Tarefas são os itens de trabalho no projeto do CA Open Workbench (OWB). Durante o processo de planejamento do projeto, você define as tarefas necessárias para conclui-lo e atingir seus objetivos. No OWB, as tarefas do projeto são organizadas de acordo com a EAP (Work Breakdown Structure - Estrutura Analítica do Projeto). A EAP padrão do Open Workbench inclui os seguintes níveis hierárquicos:
  • Fase
  • Atividade
  • Tarefa ou marco
É possível alterar os rótulos que são usados para identificar os níveis de EAP.
As fases são as principais etapas necessárias para atingir a meta do projeto. A maioria dos projetos bem definidos têm várias fases com objetivos específicos. Em cada fase, há uma série de atividades que levam à conclusão dos objetivos da fase. Você pode dividir cada atividade em tarefas e marcos. Uma
tarefa
é o menor componente de projeto identificável. Um
marco
marca os eventos ou datas significativos que são usados para medir o andamento de um projeto.
Somente a memória e o espaço em disco do seu computador limitam o número de tarefas que podem ser adicionadas a um projeto ou a uma EAP.
2
2
Inserir novas tarefas do projeto no Open Workbench
Há diversos métodos disponíveis para criar tarefas de projeto no Open Workbench (OWB) em projetos novos e existentes, mover tarefas entre projetos e excluir tarefas. Dependendo dos nomes de campo específicos de tarefa que a exibição mostrar, será possível adicionar tarefas e definir algumas de suas propriedades diretamente em uma visualização de planilha. Você também poderá adicionar tarefas e definir suas propriedades na caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
. Para exibir a caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
, clique com o botão direito do mouse em qualquer linha da tarefa e clique em
Modificar
no menu de atalhos.
A caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
consiste nas seguintes guias:
Geral
,
Programação
,
Dependências
,
Avançado
e
Observações
. As guias disponíveis nessa caixa de diálogo irão variar se você estiver criando uma fase ou atividade, uma tarefa ou um marco.
  • Se você selecionar uma fase ou atividade que faça parte de um projeto mestre ou de um subprojeto, somente as guias
    Geral
    ,
    Avançado
    e
    Observações
    serão exibidas.
  • Se você selecionar uma tarefa ou marco que faça parte de um projeto mestre ou de um subprojeto, todas as guias, exceto a guia
    Subprojetos
    , serão exibidas.
  • Se você selecionar uma única tarefa que tenha sido inserida em um projeto mestre como um subprojeto, todas as guias serão exibidas, incluindo a guia
    Subprojetos
    .
Você pode adicionar tarefas ao seu projeto diretamente em uma visualização de planilha, como a visualização Gráfico de Gantt.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse em uma linha acima da qual você deseje criar a tarefa e clique em
    Inserir tarefa
    no menu de atalho.
  3. Se a visualização exibe colunas específicas à tarefa, clique nas células da nova tarefa para inserir dados relacionados à tarefa. Você também pode clicar com o botão direito do mouse na linha da nova tarefa e clicar em
    Modificar
    no menu de atalho.
Alternar tarefas
Você pode alternar manualmente uma programação de tarefa arrastando suas barras de Gantt para uma nova posição. Quando você mover as barras de Gantt, uma janela pop-up exibirá as novas datas. As datas de início e término da tarefa serão alteradas para refletir sua nova posição no gráfico de Gantt. As alterações feitas nas datas de início e término atualizarão automaticamente as datas de início e término da tarefa. Para visualizar essas informações, abra a guia
Geral
na caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
.
Trocando as datas de início e término da tarefa de forma interativa (gráfico de Gantt)
  • Pode-se mudar as datas de início ou término, estendendo a duração da tarefa em relação aos prazos próximos.
  • Pode-se mudar a tarefa inteira para uma nova posição relativa aos prazos próximos, mantendo a duração da tarefa intacta.
Trocando observações da tarefa
  • As relações de dependência podem afetar sua capacidade de alterar as datas de início e término da tarefa e sua duração.
  • Apenas uma tarefa pode ser trocada por vez.
  • Não será possível:
    • Trocar tarefas se você tiver marcado a caixa de seleção
      Congelar barras de Gantt
      na caixa de diálogo
      Gantt
      .
    • Mover tarefas concluídas.
    • Definir as datas de início das tarefas para que comecem após a data de início de suas atribuições de recursos. A data de início de uma tarefa só pode ser anterior ou igual à data de início da atribuição.
    • Definir a data de término das tarefas para antes da data de término de suas atribuições de recursos. A data de término de uma tarefa só pode ser posterior ou igual à data da última atribuição.
    • Alterar a data de término de uma tarefa de duração variável para uma data posterior ao término da última data de término das atribuições, independentemente do padrão de carregamento. No entanto, será possível alterar a data de término em tarefas de duração fixa.
    • Altere as datas de início e término das tarefas de duração variável que tenham atribuições de recurso com EPT. Em vez disso, é possível mover estas tarefas.
    • Alterar a data de início das tarefas que tiverem horas trabalhadas inseridas, a menos que a tarefa tenha uma duração fixa e a data de início seja anterior às horas trabalhadas mais antigas inseridas.
    • Definir durações de tarefa mais longas do que o novo cálculo da duração, caso as tarefas variáveis tenham atribuições de recursos com EPT. No entanto, é possível arrastar as barras de Gantt para novas posições no gráfico de Gantt, alterando as datas de início e término da tarefa.
Alterar o local da tarefa na EAP do projeto
Depois de criar uma tarefa de projeto, é possível alterar sua posição em uma visualização de planilha que exibe o painel de detalhes da tarefa, como a visualização Gráfico de Gantt.
Se você mover uma tarefa para um local vazio dentro de um subprojeto ou para uma posição posterior à última linha de um subprojeto, a tarefa se tornará parte do subprojeto.
Siga estas etapas:
  1. Clique no cabeçalho da tarefa cujo local você deseja alterar para selecioná-la e, em seguida, clique na linha selecionada e mantenha pressionado o botão do mouse.
  2. Arraste a tarefa para o novo local na visualização e solte o botão do mouse.
Estabelecer restrições de tarefa e recurso
Durante o processo de planejamento, é possível estabelecer e ajustar a duração de todas as tarefas do projeto para obter uma duração total aceitável do projeto. É possível criar tarefas com durações fixas ou variáveis, às vezes chamadas de tarefas com restrição de tempo e com restrição de recursos, respectivamente. Por exemplo, uma tarefa de reunião tem restrição de tempo, não de recurso. Use a guia
Geral
na caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
para definir a duração de uma tarefa.
O cronograma automático lida com os seguintes tipos de duração da tarefa de forma diferente:
  • Duração fixa. Uma tarefa de
    duração fixa
    é uma tarefa restrita que deve terminar em um período específico. Tarefas com duração fixa são constantes e não são determinadas por atribuições de recursos. Uma tarefa de duração fixa também é conhecida como tarefa com restrição de tempo. Quando você executa o cronograma automático, a duração da tarefa não é alterada no projeto.
  • Duração variável. Uma tarefa de
    duração variável
    é uma tarefa restrita que pode ser alterada quando o cronograma automático for executado para o projeto. As tarefas de duração variável dependem da disponibilidade e do número de recursos atribuídos. Uma tarefa de duração variável também é conhecida como tarefa com restrição de recurso. Quando você executa o cronograma automático, a duração da tarefa é ajustada conforme a disponibilidade restante, os padrões de carregamento e o percentual máximo de carregamento do recurso atribuído.
Editar tarefas no Open Workbench
É possível selecionar mais de uma tarefa ou recurso para editar as propriedades como um grupo. Isso permite aplicar simultaneamente propriedades comuns ou alterar as propriedades de um grupo de tarefas selecionadas, sem precisar abrir cada tarefa e editar as propriedades.
Para editar várias tarefas, use a caixa de diálogo
Propriedades da tarefa - Várias seleções
. Para visualizar esta caixa de diálogo, a partir de uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa, selecione as tarefas que deseja editar, clique com o botão direito do mouse e selecione
Modificar
.
Use a caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
para definir ou atualizar as propriedades da tarefa. Para visualizar esta caixa de diálogo, clique duas vezes no botão de cabeçalho à esquerda da tarefa que deseja atualizar. Use as diferentes guias desta caixa de diálogo para criar e editar os dados que você talvez não encontre disponíveis em uma visualização.
Também é possível atualizar uma tarefa clicando com o botão direito do mouse em uma visualização de planilha para acessar o menu de atalho que exibe uma lista de comandos relacionados à tarefa. Você poderá editar as propriedades da tarefa do subprojeto se tiver acesso de leitura/gravação ou se estiver salvando um projeto mestre como um arquivo de projeto (.rmp) do Open Workbench. Também é possível selecionar várias tarefas para definir ou editar as propriedades comuns usando a caixa de diálogo
Propriedades da tarefa - Várias seleções
.
As propriedades que são exibidas nas guias da caixa de diálogo
Propriedades da tarefa - Várias seleções
são aquelas que têm a mesma entrada ou configuração para todas as tarefas selecionadas. Se um campo puder ser editado, mas as tarefas selecionadas não tiverem a mesma entrada ou configuração, o campo será exibido em branco. Quando você digitar valores em campos em branco, esses valores serão alterados para todas as tarefas selecionadas. Os campos não editáveis são desativados. As caixas de seleção serão desativadas e marcadas se as tarefas selecionadas tiverem configurações diferentes.
As guias e os campos dessa caixa de diálogo serão iguais aos da caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
, a menos que as alterações feitas se apliquem a todas as tarefas selecionadas.
Regras para editar várias tarefas
  • Não é possível inserir novas tarefas nesta caixa de diálogo.
  • Se qualquer uma das tarefas selecionadas for de subprojeto, não será possível alterar as propriedades da tarefa.
  • Se você selecionar as tarefas detalhadas e as tarefas de resumo juntas, essas guias não aplicáveis às tarefas de resumo (como as guias
    Dependências
    e
    Recursos
    ) não serão exibidas.
  • Ao digitar um valor em um campo cujo valor deva ser exclusivo, a primeira tarefa selecionada supõe que o valor inserido e as tarefas subsequentes considerem números incrementais exclusivos. Por exemplo, se você o termo ENG como ID durante a edição de um grupo de três tarefas, a Tarefa 1 receberá o ENG como ID, a Tarefa 2 receberá ENG-0 e a Tarefa 3 receberá ENG-1.
  • Algumas propriedades avançadas são desativadas porque o valor não é comum a todas as tarefas selecionadas.
Use a guia
Geral
da caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
para definir os atributos básicos de uma tarefa e para identificá-la como uma tarefa principal no projeto. Também é possível usar esta guia para aplicar propriedades em mais de uma tarefa.
Os cronogramas de tarefa a seguir são exibidos nessa guia:
  • Atual. Os valores exibidos são os valores atuais ao calcular o caminho crítico.
  • Linha de base. Os valores exibidos são gerados automaticamente durante a definição da linha de base do projeto e são somente leitura.
  • Antecipado. Os valores exibidos são gerados automaticamente ao executar o cronograma automático para o projeto e são somente leitura. Um cronograma antecipado indica com qual antecedência uma tarefa pode ser concluída, com base em todas as dependências e restrições.
  • Postergado. Os valores exibidos são gerados automaticamente ao executar o cronograma automático para o projeto e são somente leitura. Um cronograma postergado indica quanto tempo uma tarefa pode esperar para ser concluída, com base em todas as dependências e restrições.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Selecione uma ou mais tarefas.
  3. Clique com o botão direito do mouse na tarefa que deseja definir e clique em
    Modificar
    no menu de atalho.
  4. Preencha os campos. Os campos a seguir precisam de explicação:
    • Categoria
      Define o nome do grupo ou da classe aos quais essa tarefa pertence.
    • Tipo
      Define o tipo de tarefa.
      Valores
      : Marco, Tarefa, Fase ou Atividade
      Padrão
      : Tarefa
    • Tarefa principal (tipo)
      Especifica se a tarefa é essencial para o projeto e se é uma tarefa principal. Quando você marcar uma tarefa como principal, ela será listada na guia
      Tarefas principais
      da caixa de diálogo
      Propriedades do projeto
      . É possível converter as tarefas em tarefas padrão.
    • Duração
      Define a duração, em número de dias úteis, que a tarefa (se for uma tarefa fixa) levará para ser concluída.
      Valores
      : de 1 a 20.863.
    • Fixa (duração)
      Especifica se a duração da tarefa é fixa ou variável.
      Padrão
      : Desmarcado (variável)
    • Prioridade
      Define a prioridade da tarefa ou a prioridade herdada, se a tarefa não herdar a prioridade do pai ou de qualquer nível mais alto na EAP.
      Padrão
      : 10 se a prioridade da tarefa pai ou de qualquer nível mais alto da EAP não tiver sido definida.
      Valores
      : de 0 a 36. Quanto menor o número, maior a prioridade.
      Por exemplo, se a tarefa tem uma prioridade de 0 a 9, ela recebe a prioridade mais alta durante a programação. Se a tarefa tem uma prioridade de 11 a 36, ela recebe a prioridade mais baixa durante a programação.
    • Herdado (prioridade)
      Especifica se deseja que esta tarefa use a prioridade da respectivo tarefa pai ou o próximo nível mais alto na EAP. Quando selecionada, o campo
      Prioridade
      não está disponível.
      Padrão:
      selecionado
  5. Preencha os campos. Os campos a seguir precisam de explicação:
    • Início
      Define a data de início da tarefa para o cronograma atual.
      Padrão
      : a data de hoje ou o próximo dia útil após a data de hoje.
    • Término
      Define a data de término da tarefa para o cronograma atual.
      Observação
      : se você não inserir uma data de término, o Open Workbench calculará a data de acordo com a duração das tarefas e a data de início.
    • Status
      Define o status de conclusão da tarefa.
      Valores
      : Não iniciado, Iniciado ou Concluído
      Padrão
      : Iniciado
    • % concluído
      Define o andamento da tarefa como uma porcentagem. Independentemente da configuração do
      Método de cálculo de % concluído
      na guia
      Descrição
      da caixa de diálogo
      Propriedades do projeto
      , você sempre poderá editar o valor do percentual concluído de qualquer tarefa de marco. Esse valor também poderá ser usado nos cálculos de valor agregado.
      • Se o
        Método de cálculo de % concluído
        estiver definido como
        Manual
        , você poderá editar esse campo para o projeto e para todas as tarefas de resumo e detalhes. O status de uma tarefa no nível de resumo será alterado apenas se o status ou o valor de
        % concluído
        for modificado manualmente.
      • Se a opção
        Método de cálculo de % concluído
        estiver definida como
        Esforço
        , o valor deste campo será calculado automaticamente para o projeto e para todas as tarefas de resumo e de detalhe.
      • Se a opção
        Método de cálculo de % concluído
        estiver definida como
        Duração
        , o valor deste campo será calculado automaticamente para as tarefas de projeto e de resumo com base nos valores inseridos manualmente para as tarefas detalhadas.
      Valores
      : de 0 a 100.
  6. Clique em
    OK
    .
Duração da tarefa
A duração é o período, em dias úteis, que uma tarefa requer da concepção à conclusão, incluindo as datas de início e término. É possível alterar a duração da tarefa de diferentes maneiras. É possível editar diretamente na posição desejada na escala de tempo em uma visualização de planilha, como a visualização de Gantt, clicando e arrastando a parte esquerda ou direita da barra de Gantt para a posição desejada na escala de tempo. Também é possível usar a guia
Geral
na caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
para editar a duração de uma tarefa.
Ao adicionar tarefas a um projeto, a data de início padrão da tarefa é a data atual ou o próximo dia útil após a data atual, caso seja feriado ou não seja dia útil.
A duração máxima a ser definida pode começar no dia atual e ir até 3 de junho de 2079. A duração das tarefas de duração variável é calculada automaticamente. Para tarefas com duração fixa, o aplicativo calcula automaticamente a data de término da tarefa. Se a tarefa for fixa e você alterar a data de término, a duração é calculada automaticamente.
Durante a execução do cronograma automático, a duração não é alterada para tarefas com duração fixa, exceto quando você insere uma data de início de cronograma automático posterior à data de término da tarefa. Nesse caso, a EPT é movida para recursos e funções com início a partir da data de início do cronograma automático e propagada para a data de término da tarefa, dependendo do padrão de distribuição. Se a data de início do cronograma automático for maior que a data de término da tarefa, a data de término será movida para a data de início do cronograma automático, e toda a EPT será colocada nessa data.
  1. Clique com o botão direito do mouse na tarefa e clique em
    Modificar
    no menu de atalho.
  2. Preencha o campo
    Duração
    e a caixa de seleção
    Fixa
    .
Prioridade da tarefa
A
prioridade da tarefa
controla a ordem na qual as tarefas são programadas durante a execução do cronograma automático, o assunto para as dependências e as restrições de tarefas e recursos. O cronograma automático, portanto, programa as tarefas com prioridade mais alta antes das tarefas com prioridade mais baixa. O valor de prioridade inserido no campo
Prioridade
é usado ao programar a tarefa.
Caso não defina a prioridade da tarefa, mas marque a caixa de seleção
Herdado
(prioridade) nessa guia, a prioridade será herdada de sua tarefa pai ou do próximo nível mais alto na EAP. Por padrão, esta caixa de seleção está marcada.
Status da tarefa e percentual completo
É possível atualizar o status de uma tarefa ao definir os valores nos campos
Status
e
% concluído
nas propriedades da tarefa. Dependendo da configuração do
Método de cálculo de % concluído
na guia
Descrição
da caixa de diálogo
Propriedades do projeto
, você poderá editar ou preencher automaticamente o campo
% concluído
.
Também é possível definir o status da tarefa editando a tarefa em uma visualização que contém os seguintes elementos de dados em seu layout:
Status
,
Início
,
Término
e
% concluído
.
Ao atualizar o status da tarefa, as seguintes regras se aplicam:
  • É possível inserir 100 como o valor do
    % concluído
    para tarefas com o status
    Iniciado
    .
  • Só será possível marcar as tarefas como
    Concluído
    se o recurso atribuído não tiver EPT restante na tarefa.
  • Se você alterar o status da tarefa para
    Concluído
    , o campo
    % concluído
    será atualizado automaticamente para o 100. Se, em seguida, você reduzir o valor de
    % concluído
    , o status será alterado para
    Iniciado
    .
  • Se a tarefa for um marco, será possível selecionar o status como
    Concluído
    ou
    Não iniciado
    .
  • Se a tarefa tiver uma EPT maior que zero ou tiver horas trabalhadas, mas não tiver sido iniciada, não será possível alterar o status para
    Não iniciado
    , a menos que você primeiro remova a EPT e as horas trabalhadas da tarefa.
  • Se a tarefa tiver uma EPT maior que zero, não será possível selecionar o status
    Concluído
    .
Excluir tarefas
É possível excluir uma tarefa do projeto manualmente pela visualização, como a visualização Gráfico de Gantt. Para excluir a tarefa, clique com o botão direito do mouse na tarefa e clique em
Excluir tarefa
no menu de atalho.
Definir as propriedades do recurso
Use a guia
Recursos
na caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
para definir a utilização real do recurso atribuído, a EPT e a porcentagem máxima nas tarefas.
Use a guia
Recursos
para:
Definir a utilização real do recurso nas tarefas
Se você tiver registrado previamente a utilização real periódica de um recurso, não será possível alterar a utilização real total diretamente em uma visualização.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse em uma tarefa e clique em
    Atribuições
    no menu de atalho.
  3. Selecione o nome do recurso para o qual você deseja registrar a utilização real total na grade
    Recursos atribuídos
    .
  4. Preencha os campos a seguir para atualizar a seção de detalhes do recurso da visualização para refletir a utilização real do recurso na tarefa:
    • Real
      Define a utilização real cumulativa.
    • Somar por
      Define a última data até a qual as horas trabalhadas foram capturadas na tarefa para o recurso.
  5. Clique em
    OK
    .
Remover utilização real de recurso em tarefas
Use o procedimento a seguir para remover as horas trabalhadas para um recurso específico atribuído a uma tarefa. Você também poderá usar esse procedimento se estiver usando o Open Workbench com o
Clarity PPM
e se o modo de acompanhamento do recurso, ou seja, o método de captação das horas, estiver definido como Nenhum no
Clarity PPM
.
Para obter mais informações, consulte
Gestão de recursos
.
É possível remover os horas trabalhadas ou converter a utilização real registrada após a data de volta para a utilização da EPT.
Siga estas etapas:
  1. Clique com o botão direito do mouse em uma tarefa na visualização e clique em
    Atribuições
    .
  2. Execute uma das etapas a seguir na grade
    Recursos atribuídos
    :
    • Limpar a data do campo
      Somar por
      para remover todas as horas trabalhadas.
    • Alterar a data
      Somar por
      para uma data anterior para converter qualquer utilização real que tenha sido registrada após a data anterior à utilização da EPT.
  3. Clique em
    OK
    .
Definir a estimativa para terminar do recurso na tarefa
Também é possível definir a EPT de um recurso em uma tarefa a partir da visualização de planilha Cronograma. Insira os valores de EPT em horas ou dias, dependendo da configuração da opção
Unidade padrão
definida na guia
Padrões
na caixa de diálogo
Opções
. Se uma tarefa tiver um valor de EPT maior que zero, não será possível definir o status da tarefa como
Concluído
.
Se o padrão de distribuição do recurso estiver definido como
Fixo
, só será possível inserir a EPT em uma visualização tabulada.
Também será possível remover a EPT de um recurso em uma tarefa usando essa guia. Se você estiver usando o Open Workbench com o
Clarity PPM
e quiser remover a EPT registrada em uma tarefa que não tenha sido iniciada, faça isso no
Clarity PPM
ajustando a planilha de horas registrada.
Caso esteja usando o Open Workbench com o
Clarity PPM
, será preciso definir uma taxa de faturamento para recursos com base em custo no
Clarity PPM
. Se o recurso não tiver uma taxa de faturamento definida no
Clarity PPM
, adicione uma entrada à matriz de taxas do recurso e execute a rotina Extração da matriz de taxas.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse em uma tarefa e clique em
    Atribuições
    no menu de atalho.
  3. Digite a EPT no campo
    Estimativa
    na grade
    Recursos atribuídos
    e clique em
    OK
    .
Também será possível definir a EPT em uma tarefa usando esse método.
Siga estas etapas:
  1. Selecione a visualização Cronograma.
  2. Altere os dados da escala de tempo, se necessário, e execute uma das seguintes etapas:
    • Digite a EPT na coluna de EPT sem escala de tempo para inserir um valor de EPT total.
    • Digite a EPT na coluna de EPT na escala de tempo para inserir a EPT em um período específico.
  3. Altere o formato da EPT de Horas ou Dias para Custo para os recursos com base em custos, como recursos de despesa, e salve o projeto.
Definir a porcentagem máxima do recurso em tarefas
O procedimento a seguir explica como definir a porcentagem máxima de um recurso em uma tarefa.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse em uma tarefa e clique em
    Atribuições
    no menu de atalho.
  3. Insira o valor percentual máximo no campo
    Max %
    na grade
    Recursos atribuídos
    e clique em
    OK
    .
    Se necessário, use a barra de rolagem para visualizar esse campo.
Liberar recursos de atribuições de tarefas
Ao liberar um recurso de uma atribuição de tarefa, ele ainda fica disponível para atribuição a outras tarefas no projeto.
Siga estas etapas:
  1. Clique com o botão direito do mouse na tarefa e clique em
    Modificar
    no menu de atalho.
  2. Abra a guia
    Recursos
    .
  3. Selecione a atribuição de recurso que deseja liberar na grade
    Recurso atribuído
    e clique em
    Liberação
    .
  4. Clique em
    OK
    .
Transferir atribuições de tarefa entre recursos
Quando você tiver recursos do mesmo tipo atribuídos para trabalhar em seu projeto, será possível transferir as tarefas de um recurso a outro no projeto. É possível optar por transferir todo o trabalho atribuído ou tarefas específicas a um novo recurso.
Ao transferir atribuições:
  • Se o recurso a partir do qual você está transferindo a atribuição não tiver registrado horas trabalhadas na tarefa, ele é removido da tarefa.
  • Se o recurso a partir do qual você está transferindo a atribuição tiver registrado horas trabalhadas na tarefa, ele permanece atribuído à tarefa, e a EPT restante é transferida para o novo recurso.
Siga estas etapas:
  1. Abra a faixa
    Project
    .
  2. Clique em
    Transfer
    no grupo
    Assignments
    .
  3. Selecione o nome do recurso na lista suspensa
    Transfer assignments from this resource
    para transferir a atribuição.
  4. Selecione a tarefa a ser transferida para o novo recurso na grade de tarefas.
  5. Selecione o nome do recurso na lista suspensa
    to this resource
    para transferir a atribuição.
  6. Execute uma das seguintes etapas:
    • Clique na seta para a direita (>) para transferir a tarefa selecionada do recurso atribuído para o novo recurso.
    • Clique na seta para a direita Tudo (Tudo >) para transferir todas as atribuições listadas do recurso atribuído para o novo recurso.
    • Clique na seta para a esquerda (<) para transferir as atribuições do recurso exibido na lista suspensa
      To this resource
      para o recurso exibido na lista suspensa
      Transfer assignments from this resource
      .
    • Clique na seta para a esquerda Tudo (Tudo <) para transferir todas as atribuições do recurso exibido na lista suspensa
      To this resource
      para o recurso exibido na lista suspensa
      Transfer assignments from this resource
      .
  7. Clique em
    OK
    .
    Observação
    : a caixa de seleção Keep Baselines é marcada por padrão. Essa configuração transfere as linhas de base de atribuição originais para o novo recurso.
Definir relações de dependência
Uma dependência fornece um meio de organizar as relações, o tempo e a sequência lógica entre uma tarefa no mesmo projeto (dependência interna) ou entre uma tarefa no projeto e uma tarefa externa ao projeto (dependência externa). Ao criar uma dependência externa, você adiciona a tarefa do subprojeto ao projeto mestre. Criar dependências não ajusta automaticamente o plano do projeto. É preciso executar o cronograma automático para o projeto.
Uma dependência vincula uma tarefa a outra, sendo que a data de início ou de término da segunda tarefa (sucessora) está restrita à data de início ou de término da primeira tarefa (antecessora). Definir relações de dependência para garantir que é possível avaliar o impacto das mudanças em cascata para tarefas ao executar o cronograma automático. Se uma tarefa está isolada e não é necessária, ou não é dependente de outra, ela pode ser independente.
Você pode criar os seguintes tipos de dependência para estabelecer a relação entre as datas de início e término das tarefas dependentes:
  • Término-Início. A data de término da tarefa antecessora determina a data de início mais recente possível para a tarefa sucessora. Com este tipo de dependência, a tarefa sucessora não poderá ser iniciada até que a tarefa predecessora seja concluída.
  • Término-Término. A data de término da tarefa antecessora determina a data de término mais recente possível para a tarefa sucessora. Com este tipo de dependência, a tarefa sucessora não poderá ser concluída até que a tarefa predecessora seja concluída.
  • Início-Início. A data de início da tarefa antecessora determina a data de início mais recente possível para a tarefa sucessora. Com este tipo de dependência, a tarefa sucessora não poderá ser iniciada até que a tarefa predecessora seja iniciada.
  • Início-Término. A data de início da tarefa antecessora determina a data de término mais recente possível para a tarefa sucessora. Com este tipo de dependência, a tarefa sucessora não poderá ser concluída até que a tarefa predecessora seja iniciada.
O tipo de dependência usado ao criar vínculos de dependência é o tipo padrão, definido na guia
Padrões
na caixa de diálogo
Opções
. O tipo de dependência padrão é
Término-Início
. Após criar a dependência, é possível editar o tipo de dependência.
Propriedades das dependências da tarefa
Use a guia
Dependências
na caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
para adicionar ou remover as dependências da tarefa. Para visualizar essa guia, clique com o botão direito do mouse na tarefa em uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa e clique em
Dependências
no menu de atalho.
Esta guia exibe uma lista hierárquica das dependências existentes entre a tarefa selecionada e outras tarefas no projeto. Use esta guia para criar, modificar ou excluir relações de dependência e revisar o nome, a relação, o tipo de dependência e o valor de intervalo da tarefa. Também é possível aplicar dependências para mais de uma tarefa usando essa guia.
A grade
Dependências
desta guia exibe os ícones abaixo, que podem ser usados para identificar as relações de dependência da tarefa:
  • BOW--Predecessor--ICO
    Predecessora
    Este ícone indica que a tarefa é uma predecessora da tarefa selecionada.
  • BOW--Successor--ICO
    Sucessora
    Este
    ícone indica que a tarefa é uma sucessora da tarefa selecionada.
Intervalo e intervalo negativo em relações de dependência
É possível definir o intervalo entre as tarefas como positivo ou negativo. O
intervalo
é a quantidade de tempo predeterminada entre o início e/ou término de duas tarefas no plano de um projeto. O
intervalo negativo
é a quantidade de tempo ou percentual de duração da tarefa no qual duas tarefas podem estar em andamento simultaneamente em um plano de projeto. O intervalo ou o intervalo negativo é definido na guia
Dependências
da caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
.
Exemplo de intervalo positivo
Há duas tarefas no projeto, A e B, e você deseja que a tarefa B seja iniciada três dias após o término da tarefa A. Defina o tipo de dependência como
Término-Início
e digite 3,00 como intervalo.
Exemplo de intervalo negativo
Há duas tarefas no projeto, A e B, e você deseja que a tarefa A seja iniciada dois dias antes do término da tarefa B. Defina o tipo de dependência como
Término-Início
e digite -2,00 como intervalo.
Dependências internas
Uma dependência interna é uma relação de dependência criada entre duas ou mais tarefas no mesmo projeto.
Criar dependências internas em tarefas
É possível criar e editar relações de dependência entre tarefas de duas maneiras diferentes. É possível criar dependências entre tarefas no mesmo projeto nos gráficos de Gantt, nas visualizações de planilha e em uma visualização de rede do CPM para criar dependências internas de tarefa. Use a guia
Dependências
na caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
para criar dependências.
Só será possível criar relações de dependência predecessoras e sucessoras em uma visualização de planilha que exiba o painel de detalhes da tarefa.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse na tarefa para a qual você deseja criar uma relação de dependência e clique em
    Dependências
    no menu de atalho.
  3. Clique na tarefa para a qual você deseja criar a dependência na grade
    Project Tasks
    .
  4. Selecione a tarefa na hierarquia:
    • Pressione a tecla
      Shift
      do teclado e clique em um intervalo de tarefas para selecionar um intervalo contínuo de tarefas.
    • Pressione e mantenha pressionada a tecla
      Ctrl
      do teclado e clique nas tarefas para selecionar um intervalo não contínuo de tarefas.
  5. Execute uma das etapas a seguir para adicionar uma tarefa à grade
    Dependências
    :
    • Clique duas vezes na tarefa.
    • Selecione uma tarefa e arraste a seleção para a grade
      Dependências
      .
    • Selecione uma tarefa e clique em
      Add Predecessor
      ou
      Add Successor
      .
    • Clique com o botão direito do mouse em uma tarefa e clique em
      Add Predecessor(s)
      ou em
      Add Successor(s)
      no menu de atalho.
  6. Clique em
    OK
    .
Criar várias dependências
É possível criar várias dependências entre as tarefas do projeto. É possível adicionar várias predecessoras para as sucessoras de uma tarefa ou de um marco, ou é possível criar uma cadeia de dependências.
Criar cadeias de dependência
Como alternativa à criação de relações de dependência individuais, é possível selecionar várias tarefas simultaneamente e criar uma cadeia de relações da predecessora com a sucessora. Você poderá criar em qualquer visualização de planilha que exiba o painel de detalhes da tarefa.
Para criar uma cadeia de dependências, será necessário ter duas ou mais tarefas em uma visualização.
Siga estas etapas:
  1. Selecione a tarefa que deseja designar como predecessora.
  2. Pressione a tecla
    Ctrl
    no teclado e clique em cada tarefa que desejar transformar em sucessora.
  3. Clique com o botão direito do mouse em uma das tarefas selecionadas e clique em
    Make Chain
    no menu de atalho.
O procedimento a seguir explica como criar várias predecessoras para um marco ou uma tarefa.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Selecione as tarefas que deseja adicionar como tarefas predecessoras.
    • Pressione a tecla
      Shift
      do teclado e clique em um intervalo de tarefas para selecionar um intervalo contínuo de tarefas.
    • Pressione a tecla
      Ctrl
      e clique individualmente nas tarefas para selecionar um intervalo não contínuo de tarefas.
  3. Clique com o botão direito do mouse na tarefa sucessora e clique em
    Make Successor
    no menu de atalho.
  4. Clique com o botão direito do mouse na tarefa sucessora e clique em
    Dependências
    no menu de atalho para verificar a seleção.
O procedimento a seguir explica como criar várias sucessoras para um marco ou uma tarefa.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Selecione as tarefas que deseja adicionar como tarefas sucessoras.
  3. Clique com o botão direito do mouse na tarefa predecessora e clique em
    Make predecessor
    no menu de atalho.
  4. Clique com o botão direito do mouse na tarefa predecessora e clique em
    Dependências
    no menu de atalho para verificar a seleção.
Modificar dependências para tarefas internas
A guia
Dependências
da caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
exibe as relações de dependência da tarefa selecionada, incluindo as dependências internas e externas. É possível usar esta guia para editar a relação de dependência e para adicionar novas relações de dependência.
Ao especificar um percentual como o tipo de intervalo e
Término-Término
como o tipo de restrição, você está especificando uma porcentagem da duração da sucessora. Se especificar um percentual para qualquer outro tipo de restrição, você estará especificando uma porcentagem da duração da predecessora.
Sobrepor tarefas
Se você desejar que duas tarefas sejam programadas no mesmo dia porque o recurso tem mais disponibilidade naquele dia, digite -1.00 como intervalo para sobrepor as tarefas.
Sem intervalo
Para programar duas tarefas dependentes, programe a primeira em um dia e a próxima no dia seguinte, e digite zero como valor de intervalo.
Siga estas etapas:
  1. Clique com o botão direito do mouse na tarefa na visualização e clique em
    Dependências
    .
  2. Selecione a tarefa que deseja modificar da lista
    Project Tasks
    e modifique os seguintes campos:
    • Pred/Succ
      Especifica a relação de dependência da tarefa.
      Padrão
      : Sucessor
      Opções
      : Sucessor ou Predecessor
    • Tipo
      Especifica o tipo de restrição a ser colocado na data de início ou término da tarefa.
      Padrão
      : Término-Início
      Opções
      : Início-Início, Início-Término, Término-Início, Término-Término
    • Atraso
      Define o número que representa os dias ou a porcentagem para indicar o valor ou o tempo entre as datas de início ou término da tarefa, ou para indicar uma sobreposição.
      O tipo de restrição usado será o tipo especificado.
    • Tipo de intervalo
      Especifica o tipo de intervalo.
      Padrão:
      diário
      Opções
      : Diário ou Porcentagem
  3. Clique em
    OK
    .
Excluir dependências de tarefas internas
Ao remover uma relação de dependência interna, nenhuma tarefa é excluída do projeto. Apenas o vínculo de dependência entre as tarefas é excluído. Após a remoção da dependência, será possível alterar a programação e executar o cronograma automático.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse na tarefa e clique em
    Dependências
    no menu de atalho.
  3. Selecione a tarefa que deseja excluir da lista
    Project Tasks
    e clique em
    Excluir
    .
  4. Clique em
    OK
    .
Dependências externas
Uma dependência externa é uma restrição definida fora do projeto, como uma tarefa em outro projeto, que define quando uma tarefa é concluída. As dependências externas são tarefas predecessoras ou sucessoras em outros projetos.
Se estiver usando o Open Workbench com o
Clarity PPM
, você poderá inserir tarefas do projeto do
Clarity PPM
como dependências externas em um projeto aberto no Open Workbench.
É possível visualizar uma lista de dependências externas na página
Dependências externas
. Para visualizar esta página, selecione
Ferramentas
,
Dependências externas
. O projeto vinculado externamente (por meio da dependência externa da tarefa) lista a tarefa vinculada no plano do projeto.
Também é possível visualizar dependências vinculadas externamente na lista de EAP do projeto. As dependências aparecem abaixo da tarefa vinculada com o ícone de
tarefa vinculada
no botão de cabeçalho da tarefa para indicar que é uma tarefa externa.
O ícone de
tarefa vinculada
é exibido como segue:
  • BOW--Linked Task--ICO
    Tarefa vinculada
    O ícone de tarefa vinculada indica que ela é vinculada externamente.
Criar dependências de tarefas externas
Use a caixa de diálogo
Dependências externas
para revisar ou criar uma relação de dependência externa para a tarefa de um projeto externo. Quando você criar uma dependência externa de tarefa, a tarefa externa será inserida como somente leitura, e a relação será exibida em ambos os projetos. Apenas a tarefa externa será vinculada ao projeto mestre, e não o subprojeto ou o projeto inteiro.
A grade
Dependências
exibe os campos que definem cada dependência externa. Use esta grade para visualizar detalhes da dependência externa, como o nome da tarefa externa, se ela é uma predecessora ou sucessora, o tipo de dependência, o tipo de intervalo e o nome do projeto externo. O campo
Projeto
exibe o nome do projeto da tarefa de dependência selecionada. O campo
Tarefa
exibe o nome da tarefa da dependência selecionada.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização de planilha que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse na tarefa à qual você deseja adicionar uma dependência externa e clique em
    Insert External Dependency
    no menu de atalho.
  3. Localize e selecione o projeto e a tarefa para a qual deseja criar a dependência a partir da EAP no painel à direita e clique em
    Selecionar
    .
Salvar projetos com dependências externas
Ao salvar um projeto, uma cópia dos dados da dependência externa também é automaticamente adicionada ao arquivo. Ao fazer alterações em uma tarefa que afetam uma dependência externa, ela não é atualizada no projeto do qual a tarefa é dependente.
Criar dependências externas de tarefa
É possível editar as relações de dependências externas por meio da guia
Dependências
na caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
ou por meio da caixa de diálogo
Dependências externas
. Não é possível mover datas em tarefas externas ou modificá-las em seu projeto. As propriedades da tarefa vinculada externamente são somente leitura e não incluem informações sobre o recurso ou a dependência.
Só será possível acessar a guia
Dependências
na caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
se a tarefa dependente externamente tiver uma relação de predecessora com a tarefa no projeto.
Siga estas etapas:
  1. Abra a faixa
    Project
    .
  2. Clique em
    Dependencies
    no grupo
    External
    .
  3. Localize a tarefa com dependência externa que deseja modificar e preencha os seguintes campos:
    • Pred/Succ
      Especifica a relação de dependência da tarefa.
      Padrão
      : Sucessor
      Opções
      : Sucessor ou Predecessor
    • Tipo
      Especifica o tipo de restrição a ser colocado na data de início ou término da tarefa.
      Padrão
      : Término-Início
      Opções
      : Início-Início, Início-Término, Término-Início, Término-Término
    • Atraso
      Define o número que representa os dias ou a porcentagem para indicar o valor ou o tempo entre as datas de início ou término da tarefa, ou para indicar uma sobreposição.
      O tipo de restrição usado será o tipo especificado.
    • Tipo de intervalo
      Especifica o tipo de intervalo.
      Padrão:
      diário
      Opções
      : Diário ou Porcentagem
  4. Clique em
    OK
    .
Excluir dependências de tarefas externas
Use a caixa de diálogo
Dependências externas
para excluir dependências externas. Ao excluir uma relação de dependência externa, você não exclui a tarefa do projeto. Apenas o vínculo de dependência entre as tarefas é excluído. Após a remoção da dependência, será possível alterar a programação do projeto e executar o cronograma automático.
Se você excluir uma tarefa externa do projeto de origem, que é uma dependência externa em um subprojeto, a dependência externa será removida de todos os registros da tarefa relacionada em todos os outros projetos.
Siga estas etapas:
  1. Abra a faixa
    Project
    .
  2. Clique em
    Dependencies
    no grupo
    External
    .
  3. Selecione a tarefa com dependência externa a ser excluída e clique em
    Delete
    .
Imprimir dependências de tarefa
É possível imprimir uma lista de todas as dependências de tarefa associadas ao projeto. Use a visualização da rede do CPM ou uma visualização de planilha que exiba um gráfico de Gantt para imprimir relações de dependência.
Exibir relações de dependência
É possível exibir relações de dependência na grade
Dependências
da guia
Dependências
da página
Propriedades da tarefa
ou em uma visualização de gráfico de Gantt.
Antes de criar relações de dependência a partir de uma visualização de gráfico de Gantt, é preciso primeiro ser capaz de exibir a relação no gráfico de Gantt. Ao mostrar dependências, a área do gráfico de Gantt da visualização é exibida conectando setas entre as tarefas que têm relações de dependência.
Para exibir a dependência, primeiro preencha o campo
Nome de tarefa
ou
ID da tarefa
para a definição da visualização e coloque os campos em uma coluna antes das colunas
Tipo
,
Intervalo
,
Tipo de intervalo
e
Projeto
.
Siga estas etapas:
  1. Clique duas vezes em qualquer lugar do gráfico de Gantt.
  2. Marque a caixa de seleção
    Mostrar dependências
    .
  3. Clique em
    OK
    para exibir as relações de dependência estabelecidas na visualização.
Relações de dependência entre projetos mestre e subprojetos
Se você trabalhar com projetos mestre e subprojetos, será possível criar relações de dependência entre eles. O método para criar dependências entre um projeto mestre e as tarefas de seu subprojeto é o mesmo para criar dependências entre tarefas no mesmo projeto. Essas relações são refletidas no projeto mestre e no projeto original do subprojeto.
Definir propriedades avançadas
Use a guia
Avançado
da caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
para definir os detalhes avançados de gerenciamento de uma tarefa, como definir, remover ou editar restrições de programação. A guia
Avançado
fornece um local centralizado, no qual é possível definir ou alterar os valores relacionados à tarefa. Todos os atributos da tarefa são exibidos nesta guia.
Essa guia exibe a grade
Campos
, que contém as seguintes colunas:
  • Campo. Exibe uma lista de todas as propriedades avançadas que você pode especificar.
  • Valor. Exibe células, nas quais é possível inserir ou selecionar valores para o campo. Os valores de campo que puderem ser inseridos dependerão do campo selecionado. É possível:
    • Marcar as caixas de seleção exibidas.
    • Digitar valores numéricos, moedas ou datas.
    • Inserir palavras ou frases.
    • Selecionar opções nas listas suspensas.
Os campos disponíveis para edição dependem dos direitos de acesso. Se um campo não estiver disponível para seleção ou edição, significa que ele está desativado (por padrão).
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse na tarefa e clique em
    Modificar
    no menu de atalho.
  3. Abra a guia
    Avançado
    .
  4. Digite os valores na coluna
    Valor
    para os campos a seguir na grade
    Campos
    .
    O valor que você puder inserir dependerá do campo selecionado.
    • % concluído
      Digite um valor entre 0 e 99 para identificar a porcentagem de trabalho concluída para uma tarefa. Quando as tarefas estiverem 100% concluídas, o Open Workbench irá inserir automaticamente o valor 100 neste campo.
    • % real gasto
      Indica o quanto de 100% uma tarefa foi concluída.
    • CRTR
      Define o custo real do trabalho realizado, que é o custo da parte concluída das atribuições em uma tarefa com base na utilização real.
    • AV
      Define a diferença entre o COTA (Custo Orçado do Trabalho Agendado) e o CRTR (Custo Real do Trabalho Realizado).
    • ONT
      Define o orçamento no término, que é o custo orçado da utilização do recurso para o plano de linha de base.
    • Duração fixa da linha de base?
      Define se a linha de base deve ser definida para uma duração fixa.
    • COTR
      Define o custo orçado do trabalho realizado. COTR é o custo da parte concluída de uma tarefa com base na utilização total da linha de base. COTR também é um cálculo de valor agregado.
    • COTA
      Define o custo orçado do trabalho programado, que é o custo da utilização total da linha de base por meio da opção Projeto a partir da data.
    • Categoria
      Define o nome do grupo ou da classe aos quais essa tarefa pertence.
    • ENT
      Define a estimativa mediante o término, que totaliza o custo incorrido até a data e o custo esperado das tarefas incompletas para proporcionar um número projetado.
    • Não planejado
      Define se a tarefa não foi planejada.
  5. Clique em
    OK
    .
Definir as restrições de programação para a tarefa
É possível definir as restrições de programação da tarefa que afetam a execução do cronograma automático por meio da guia
Avançado
da caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
. Restringir tarefas permite indicar quando uma tarefa deve começar ou terminar durante a execução do cronograma automático. As restrições de programação podem substituir as prioridades durante a execução do cronograma automático, mas não podem substituir as tarefas bloqueadas para a programação.
Ao definir restrições de programação de tarefa, a data
Início
da restrição indica que a tarefa começa no início do dia útil, e a data
Término
da restrição indica que a tarefa termina no final do dia útil. Observe o seguinte ao restringir as tarefas:
  • Se o status de uma tarefa for
    Iniciado
    , a data de início da restrição será somente leitura e não será possível editá-la.
  • Se o status de uma tarefa for
    Concluído
    , todas as datas de restrição serão somente leitura e não será possível editá-las.
  • Em caso de tarefa de resumo que restringe tarefas detalhadas, não é possível adicionar as restrições da tarefa de resumo.
Se uma linha em uma coluna estiver cinza, você não poderá digitar nenhum valor.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse na tarefa para a qual deseja definir as restrições de programação e clique em
    Modificar
    no menu de atalho.
  3. Abra a guia
    Avançado
    .
  4. Defina as datas para os tipos de restrição na grade
    Restrições
    e clique em
    OK
    :
    • Precisa iniciar em
      Define a data exata em que a tarefa deve ser iniciada. Esta data é sempre respeitada, a menos que a tarefa esteja bloqueada para outras datas ou cause uma sobrecarga no recurso.
      Esta restrição substitui as datas de restrição
      O início não pode ser antes de
      e
      O início não pode ser depois de
      .
    • O início não pode ser antes de
      Define a data após a qual a tarefa deve ser iniciada.
    • O início não pode ser depois de
      Define a data antes da qual a tarefa deve ser iniciada.
    • Precisar terminar em
      Define a data exata em que a tarefa deve ser concluída. Esta data é sempre respeitada, a menos que a tarefa esteja bloqueada para outras datas ou cause uma sobrecarga no recurso.
      Esta restrição substitui as datas de restrição
      O término não pode ser antes de
      e
      O término não pode ser depois de
      .
    • A conclusão não pode ser antes de
      Define a data em que ou após a qual a tarefa deve ser concluída.
    • A conclusão não pode ser depois de
      Define a data em que ou antes da qual a tarefa deve ser concluída.
Bloquear tarefas ativas
É possível bloquear determinadas tarefas ou marcos ativos para impedir que a programação de funções, como Novo cálculo ou Cronograma automático, movam a tarefa. Use a guia
Avançado
da caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
para bloquear uma tarefa. Você ainda pode trocar a data de início, de término ou ambas as datas da tarefa bloqueada em visualizações que exibem um gráfico de Gantt, como a visualização Gráfico de Gantt.
Ao bloquear uma tarefa e executar o cronograma automático para o projeto, o cronograma automático não move a EPT. Caso tenha funções atribuídas a tarefas bloqueadas, a EPT não é movida e fica no passado. O mesmo se aplica a um recurso que não rastreou as planilhas de horas atuais. A EPT se propaga da data de início da tarefa à data de término da tarefa, dependendo do padrão de carregamento.
Você pode substituir esse bloqueio executando o cronograma automático para o projeto.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse na tarefa e clique em
    Modificar
    .
  3. Abra a guia
    Avançado
    .
  4. Role para baixo na lista
    Campos
    , marque a caixa de seleção
    Lock for Scheduling?
    e clique em
    OK
    .
Visualizar o percentual gasto da tarefa
É possível visualizar o
% gasto
de uma tarefa na guia
Avançado
da caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
. Diferentemente do
% concluído
, o
% gasto
é um campo calculado que representa a porcentagem de uso do recurso gasto em uma tarefa. Uma vez que o
% gasto
é calculado e pode ser mais preciso que o
% concluído
, que é um valor definido pelo usuário e está limitado a duas casas decimais, os cálculos de valor agregado, como COTR, podem gerar diferentes resultados, dependendo do valor de %
concluído
selecionado.
Adicionar observações do projeto, da tarefa e do recurso no Open Workbench
As
observações
permitem registrar informações específicas ao projeto para você mesmo ou para outros integrantes da equipe. É possível visualizar, adicionar, editar e remover observações. Você também pode alterar as categorias das observações e exibir comentários históricos. A lista de observações exibidas na grade Histórico.
Use as
Categorias
para selecionar e filtrar diferentes grupos e classes de tarefas, observações ou recursos na visualização. É possível inserir novas categorias à lista suspensa
Categoria
ou usar as categorias já listadas. As categorias listadas são aquelas que você adicionou ao definir as opções gerais do Open Workbench.
Siga estas etapas:
  1. Abra a caixa de diálogo
    Propriedades do projeto
    ,
    Propriedades da tarefa
    ou
    Propriedades do recurso
    .
  2. Abra a guia
    Observações
    .
  3. Execute uma das seguintes etapas:
    • Insira uma observação na caixa de texto.
    • Selecione uma observação na grade Histórico.
  4. Digite ou selecione uma categoria à qual a observação está associada na lista suspensa
    Categoria
    .
    Se você adicionar uma nova categoria de observação, especifique um local global de arquivos para torná-lo disponível para uso no futuro.
  5. Clique em
    Adicionar
    e clique em
    OK
    .
  6. Para editar, selecione a observação que deseja modificar na grade Histórico e clique em
    Modificar
    para executar uma das seguintes etapas:
  • Para alterar o conteúdo da observação, altere os dados no campo de texto e clique em
    Modificar
    .
  • Para alterar a categoria da observação, digite ou selecione uma categoria na lista suspensa
    Categoria
    .
Excluir observações
Use a guia
Observações
nas caixas de diálogo
Propriedades do projeto
,
Propriedades da tarefa
e
Propriedades do recurso
para excluir uma observação.
Siga estas etapas:
  1. Abra a caixa de diálogo
    Propriedades do projeto
    ,
    Propriedades da tarefa
    ou
    Propriedades do recurso
    .
  2. Abra a guia
    Observações
    .
  3. Selecione a observação deseja excluir da grade
    Histórico
    e clique em
    Excluir
    .
  4. Clique em
    OK
    .
Atribuir recursos a tarefas no Open Workbench
Como gerente de projeto, você atribui recursos a tarefas no Open Workbench (OWB). Também será possível atribuir recursos a tarefas em uma visualização que exiba o painel de detalhes do recurso. Use essa guia para aplicar as propriedades a mais de uma tarefa.
Quando você atribui um recurso a uma tarefa principal, a EPT do recurso determina as datas de Início e Término.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse em uma tarefa e clique em
    Atribuições
    no menu de atalho.
  3. Na grade
    Project Resources
    , selecione o recurso que deseja atribuir à tarefa e clique em
    Atribuir
    .
  4. Clique em
    OK
    .
Definir padrões de distribuição de recursos
Um
padrão de distribuição
define como o trabalho é distribuído no decorrer de uma tarefa. O padrão de distribuição de um recurso define como as atribuições de recursos são usadas para executar as tarefas ao fazer um novo cálculo da duração da tarefa e ao executar o cronograma automático para o projeto. Os padrões a seguir estão disponíveis para ajudar a replicar a forma como os integrantes da equipe trabalham nas tarefas.
Você pode atribuir recursos a tarefas usando os seguintes padrões de carregamento. Use esses padrões de distribuição com o cronograma automático para produzir uma programação viável automaticamente, que permita variações em tempo real à medida que o trabalho for atribuído e concluído.
Use o campo
Carregando
na guia
Recursos
da caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
para definir o padrão de carregamento em uma tarefa de um recurso.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Clique com o botão direito do mouse em uma tarefa e clique em
    Atribuições
    no menu de atalho.
  3. Selecione o nome do recurso na grade
    Recursos atribuídos
    para a qual você deseja definir o padrão de carregamento.
  4. Preencha o campo
    Carregando
    na grade e clique em
    OK
    .
Padrão de carregamento uniforme
Este padrão atribuirá o tempo do recurso uniformemente na tarefa somente nos dias em que o recurso estiver disponível para atender aos requisitos da tarefa. Por exemplo, se um recurso estiver programado para trabalhar quatro horas por dia em uma tarefa, ele não será programado para trabalhar naquela tarefa quando estiver disponível para trabalhar nela por apenas três horas. A porcentagem máxima e a disponibilidade do recurso são consideradas ao atribuir recursos à tarefa usando o padrão de distribuição.
Para usar esse padrão de carregamento, defina a porcentagem máxima do recurso na tarefa.
Padrão de carregamento adiantado
Este padrão aloca o uso do recurso o mais cedo possível na tarefa. Os recursos são atribuídos para que o trabalho seja feito o mais cedo possível, conforme o permitido por sua disponibilidade. A porcentagem máxima do recurso em uma tarefa e a disponibilidade do recurso são levadas em conta ao usar esse padrão de carregamento.
Para usar esse padrão de carregamento, defina a porcentagem máxima do recurso na tarefa.
Esta imagem ilustra um padrão de carregamento adiantado
Padrão de distribuição adiado
Este padrão de distribuição aloca o uso de recursos o mais tarde possível na tarefa. Os recursos são atribuídos para que o trabalho seja feito o mais tarde possível, conforme o permitido por sua disponibilidade. A porcentagem máxima e a disponibilidade do recurso são consideradas ao atribuir recursos às tarefas usando esse padrão de distribuição.
Para usar esse padrão de carregamento, defina a porcentagem máxima do recurso na tarefa.
Esta imagem ilustra o padrão de distribuição adiado
Padrão de distribuição fixo
Este padrão de distribuição aloca o uso do recurso para as tarefas de acordo com as suas necessidades. O Open Workbench bloqueia automaticamente as atribuições de recurso fixas para que elas não sejam alteradas ao executar o cronograma automático ou ao recalcular a duração da tarefa.
Ao usar este padrão, é possível criar uma tarefa sem continuidade, ou uma que seja iniciada, interrompida e iniciada novamente. É possível exibir o padrão em visualizações em que a EPT é tabulada.
Esta imagem ilustra o padrão de distribuição fixo
Padrão de distribuição equalizado
Este padrão ajusta a distribuição do recurso à sua disponibilidade restante, reduzindo os altos e baixos. Esse padrão é flexível e pode ser exibido como a imagem reversa ou de espelhamento de padrões de tarefas sobrepostas. As alterações feitas à duração de uma tarefa depois de ela ser programada farão com que as atribuições do recurso para cada período sejam uniformizadas ao longo da duração da tarefa.
Esse padrão assume as características do padrão de carregamento uniforme nos seguintes casos:
  • A duração, a data de início ou a data de término de uma tarefa foram alteradas
  • A tarefa foi programada automaticamente
  • Novos valores de EPT foram informados
Esta imagem ilustra o padrão de distribuição equalizado
Acompanhar o andamento do recurso no Open Workbench
Acompanhar os recursos pela utilização real total
É possível registrar a utilização real periódica usando a guia
Recursos
na caixa de diálogo
Propriedades da tarefa
ou editando uma visualização que exiba o nome do campo Real.
Siga estas etapas:
  1. Abra uma visualização que exiba o painel de detalhes da tarefa.
  2. Selecione uma tarefa e clique na célula que estiver exibindo a utilização real total.
  3. Digite a utilização real total para cada célula aplicável na escala de tempo.
Acompanhar os recursos pela utilização real periódica
O registro periódico da utilização de recursos para cada tarefa à qual um recurso está atribuído é a maneira mais abrangente e precisa para acompanhar o seu projeto. Os recursos registram a utilização real preenchendo suas planilhas de horas no
Clarity PPM
, sendo que o tempo real que cada recurso gasta em uma tarefa é registrado ao final de um período específico.
É possível usar a visualização Gráfico de Gantt para acompanhar a utilização de recurso para todas as tarefas às quais um único recurso esteja atribuído. Use essa visualização para acompanhar os dados de utilização para um recurso em um projeto inteiro ou grupo. Ao usar essa visualização com a lista suspensa
Quick Filter by Resource
, será possível exibir dados para um recurso de cada vez.
Custo real das atribuições de tarefas de recursos
É possível exibir os dados do custo real total das atribuições de tarefa do recurso nas visualizações. Primeiro, é preciso adicionar o campo
Custo real
ao layout da visualização. Na definição da visualização, esse campo está disponível nas subpastas
Assignment To Tasks
e
Tudo
da pasta
Resource Information
. É possível formatar o campo
Custo real
para exibir um único valor ou vários valores na escala de tempo.
O custo real de uma atribuição de tarefa é usado para determinar o CRTR (Custo Real do Trabalho Realizado) para uma tarefa e para definir a linha de base de custo para tarefas e atribuições de tarefa.
Caso esteja usando o Open Workbench com o
Clarity PPM
, o custo real de uma atribuição de tarefa no Open Workbench será o custo real total da atribuição da tarefa do
Clarity PPM
. Esse valor tem como base as unidades de trabalho real registradas em uma atribuição de recurso usando planilhas de horas, transações financeiras, agendadores externos ou XOG.
Durante a criação de cenários hipotéticos com a utilização real, o custo real é calculado usando a taxa do recurso em vez das unidades de trabalho reais. A seguinte fórmula é usada:
Actual Cost = Actual Usage * resource rate