OWB: programar projetos no Open Workbench

ccppmop158
Depois de criar um plano de projeto e as relações de dependência, programe as tarefas e os recursos que trabalharão nas tarefas no Open Workbench (OWB). Se o projeto for grande, a programação poderá ser um processo complexo que equilibra relações da tarefa, a disponibilidade de recursos e a duração da tarefa. Uma vez que a programação é um processo iterativo, geralmente várias etapas são necessárias para equilibrar os recursos que trabalharão em um projeto. Talvez seja necessário fazer alguns ajustes nos planos do projeto. Os ajustes podem incluir alterações na disponibilidade do recurso, ajuste nos links de dependência e adição de tarefas. Para ajudá-lo a programar projetos, o Open Workbench usa um processo de programação automatizado chamado
cronograma automático
.
O processo de programação do Open Workbench
O processo de programação envolve as seguintes etapas e técnicas de programação que podem ser usadas para programar seus projetos usando o Open Workbench:
  1. Determine um dos seguintes itens:
    • O período mínimo necessário para concluir cada tarefa (duração da tarefa).
    • O uso de recursos em cada tarefa (usado para determinar as durações).
  2. Determine a EPT para cada recurso.
  3. Determine o padrão de carregamento de recursos para cada tarefa a partir de um dos padrões de carregamento disponíveis.
Desenvolver cronogramas de projeto no Open Workbench
Siga estas etapas para desenvolver um cronograma realista:
  1. Ajuste os calendários dos recursos para definir dias úteis e feriados para cada recurso.
  2. Execute o cronograma automático do projeto sem restrições quanto à disponibilidade dos recursos.
  3. Execute o cronograma automático do projeto novamente com restrições quanto à disponibilidade dos recursos para eliminar qualquer sobrecarga dos recursos.
  4. Priorize fases, atividades e tarefas.
  5. Recalcule a duração das tarefas com sobrecarga inerente, tendo em mente que não é possível recalcular a duração das tarefas com atribuições de recurso fixas.
  6. Bloqueie as tarefas que não desejar programar novamente.
  7. Refine o uso de padrões de carregamento de recursos.
  8. Ajuste a prioridade da tarefa.
  9. Execute o cronograma automático do projeto novamente com restrições quanto à disponibilidade do recurso.
  10. Se necessário, execute uma das etapas a seguir e execute o cronograma automático do projeto novamente:
    • Ajuste manualmente o cronograma trocando as tarefas.
    • Refine as relações de dependência.
Programar manualmente os projetos no Open Workbench
Defina os atributos de programação, como as datas de início e de término do projeto. Esses dados serão usados ao programar o projeto. Programe todas as tarefas do projeto para começarem e terminarem durante o período do projeto.
Se você usar o cronograma automático, essas datas poderão ser alteradas de acordo com as atribuições de recursos, dependências de tarefas e restrições.
Para todos os projetos do OWB, com ou sem o cronograma automático, lembre-se da seguinte relação entre as
datas de início e término da tarefa
e as datas de início e término do
projeto
. Se você não definir uma data de início ou término imposta para um projeto, o aplicativo definirá o início do
projeto
para corresponder à primeira data de início da
tarefa
e definirá o término do
projeto
para a data de término mais recente da
tarefa
. Os valores de início e término da alocação também serão reduzidos ou estendidos, dependendo do início e término do projeto, a menos que você defina as datas fixas (impostas). As alterações feitas em uma data de início ou término do projeto podem resultar em valores recalculados com fatias de tempo que se estendem para além dos limites de tempo previamente estabelecidos. Por exemplo, as tarefas do seu projeto mostram as datas de término nos próximos meses. Altere o término do projeto para que ocorra neste mês. No entanto, a Alocação por período na exibição de detalhes da equipe poderá continuar mostrando valores para as opções Alocação agregada e Agregar alocação definitiva, que se estendem por um ou mais meses futuros.
Siga estas etapas:
  1. Clique em
    Propriedades do projeto
    no menu do aplicativo.
  2. Abra a guia
    Scheduling
    .
  3. Preencha os campos na seção
    Projeto
    :
    • Início
      Define a data de início do projeto.
      Padrão
      : a data atual do sistema.
    • Início imposto
      Especifica se uma data de início fixa será imposta para o projeto. Sem um início imposto, a data da tarefa mais antiga será usada como início do projeto.
      Você precisará selecionar este campo se posteriormente executar o cronograma automático para o projeto a partir da data de início. Quando esta opção for selecionada, o cronograma automático não poderá alterar a data de início do projeto para acomodar alterações feitas nas datas de início e término das tarefas do projeto, independentemente do início da primeira tarefa.
    • Término
      Define a data de término antecipada do projeto. A data de término do projeto deve ser igual ou posterior à data de término da tarefa mais recente. Esta data é usada como a data de término para a última tarefa no rede do CPM.
    • Conclusão imposta
      Especifica se uma data de término fixa será imposta para o projeto. Sem um término imposto, a data da tarefa mais recente será usada como término do projeto.
      Você precisará selecionar este campo se posteriormente executar o cronograma automático para o projeto a partir da data de término. Quando esta opção for selecionada, o cronograma automático não poderá alterar a data de término do projeto para acomodar alterações feitas nas datas de início e término das tarefas do projeto, independentemente do término da última tarefa.
    • A partir de
      Define a data usada como ponto de referência ao executar cálculos AVA (Análise de Valor Agregado). Se você não inserir uma data em A partir de, o valor 0 (zero) será mostrado nos campos de valor agregado, como CRTR (Custo Real do Trabalho Realizado) e COTR (Custo Orçado do Trabalho Realizado).
      Ao usar o cronograma automático para programar um projeto, a data
      A partir de
      do projeto definirá a data para incluir dados nas estimativas de tempo e orçamento. Essa data é usada em cálculos de EVA (Earned Value Analysis - Análise de valor agregado), como COTA (Budgeted Cost of Work Scheduled - Custo Orçado do Trabalho Agendado) e direciona os cálculos de custos. A EPT de um projeto não é programada na data
      A partir de
      ou antes dela.
    • Prioridade
      Define a ordem em que os subprojetos são programados em um projeto mestre. O valor de prioridade que você digitar aqui será usado como a prioridade padrão para tarefas de resumo. Qualquer tarefa da EAP de nível inferior marcada como tendo herdado a prioridade de sua tarefa pai assumirá o valor dessa prioridade. Por exemplo, se o projeto tiver uma prioridade de 0 a 9, suas tarefas receberão a prioridade mais alta durante a programação. Se o projeto tiver uma prioridade de 11 a 36, suas tarefas receberão a prioridade mais baixa durante a programação.
      Padrão:
      10
      Valores
      : de 0 a 36 (quanto mais baixo o número, mais alta a prioridade).
  4. Preencha os campos da seção
    Caminho crítico
    :
    • Tipo
      Define quais datas o caminho crítico usará como base durante os cálculos de CPM.
      Padrão
      : Atual
      Valores:
      • Atual. O aplicativo usa as datas de início e término atuais das tarefas do projeto para determinar o caminho crítico.
      • Linha de base. O aplicativo usa as datas de início e término e as durações da linha de base atual para determinar o caminho crítico.
    • Sub-redes (todos os projetos)
      Especifica se o CPM deverá calcular o caminho crítico do projeto separadamente para cada sub-rede. Quando essa opção estiver desmarcada, um caminho crítico será calculado para o projeto inteiro.
      Padrão:
      desmarcado
  5. Clique em
    OK
    .
Recalcular a duração da tarefa no Open Workbench
É possível recalcular a duração da tarefa para que o aplicativo calcule a menor duração possível para a tarefa. Para fazer um novo cálculo de duração da tarefa, selecione uma ou mais tarefas na visualização atual e clique em
Ferramentas
,
Novo cálculo
.
Para eliminar a sobrecarga de recursos e maximizar seu uso, o Open Workbench faz um novo cálculo da duração de tarefas de acordo com a EPT, o total de disponibilidade do recurso e a porcentagem máxima de distribuição. O seguinte cálculo matemático é usado para fazer o novo cálculo da duração da tarefa:
Duration = actuals + ETC/(resource availability per day) x (max % availability per day)
O processo para fazer o novo cálculo também maximiza o uso de recursos para reduzir a duração da tarefa sempre que possível. Se uma tarefa tem uma sobrecarga inerente, um novo cálculo pode estender sua duração para eliminar qualquer sobrecarga inerente do recurso para o período. A exceção é quando a tarefa é fixa.
Ao atribuir vários recursos a uma tarefa e fazer um novo cálculo da duração da tarefa, o Open Workbench estima a duração para cada recurso separadamente e seleciona a duração mais longa para determinar a duração total da tarefa. Todas as tarefas incompletas no intervalo selecionado são ajustadas, exceto pelas tarefas fixas. Se você registrou na tarefa a utilização real do recurso, a EPT é modificada.
As tarefas que contiverem o padrão de distribuição
Equalizado
serão calculadas novamente como
Uniforme
. O processo recálculo também substitui os padrões criados pelo cronograma automático e estima a duração com base na disponibilidade total por tarefa. Tarefas bloqueadas ou concluídas não são afetadas pelo processo de novo cálculo. Em vez disso, se a tarefa tem uma EPT, a parte incompleta é modificada.
Exemplo: recurso disponível 8 horas por dia
A disponibilidade do recurso é de 8 horas por dia e o percentual máximo é de 50% (o recurso pode trabalhar nessa tarefa 4 horas por dia). Se a utilização for de 12 dias, quando você recalcular a duração da tarefa, ela será calculada para 24 dias úteis.
Exemplo: recurso disponível 4 horas por dia
A disponibilidade do recurso é de 4 horas por dia e o percentual máximo é de 50% (o recurso pode trabalhar nessa tarefa 2 horas por dia). Se a utilização for de 12 dias, quando você recalcular a duração da tarefa, ela será calculada para 48 dias.
Programar sub-redes no Open Workbench
As
sub-redes
são um conjunto de tarefas em um projeto que têm dependências entre si. Durante o cronograma automático, é possível calcular e exibir caminhos críticos separados para cada sub-rede e para cada tarefa sem dependências. Caso contrário, apenas um caminho crítico, o mais longo, é calculado para o projeto. Use a caixa de seleção Sub-redes (todos os projetos) na guia Scheduling para especificar se deseja que o CPM calcule o caminho crítico do projeto separadamente para cada sub-rede.
Benefícios
  • Se você estiver trabalhando com um projeto mestre que contenha vários projetos, será possível calcular e exibir o caminho crítico de cada subprojeto, não apenas o caminho crítico mais longo.
  • Se estiver trabalhando com um projeto para o qual você tenha definido a estrutura analítica do projeto para oferecer suporte a vários caminhos críticos simultâneos, poderá exibir todos os caminhos críticos.
  • Se você tiver um projeto que contenha tarefas de gestão que estendem o ciclo de vida do projeto, será possível as tarefas de gestão e o caminho crítico verdadeiro.
O procedimento a seguir explica como configurar o projeto para calcular os caminhos críticos separados.
Siga estas etapas:
  1. Clique em
    Propriedades do projeto
    no menu do aplicativo.
  2. Abra a guia
    Scheduling
    .
  3. Marque a caixa de seleção
    Sub-redes
    (todos os projetos) na seção
    Caminho crítico
    .
  4. Execute uma das etapas a seguir para calcular os caminhos críticos separados para o seu projeto: