Componentes comuns

ccppmop159
Esta seção fornece os detalhes de todos os componentes comuns usados no
Clarity
2
Gerenciar os dados no layout de grade
Um dos componentes comuns no
Clarity
é a nova grade dinâmica. Você pode encontrar a grade em todo o aplicativo para gerenciar projetos, tarefas, roadmaps, ideias e planilhas de horas, entre outras coisas.
O vídeo a seguir captura todas as tarefas importantes que podem ser executadas nas grades do
Clarity
:

Grades comuns
As grades são consistentes na maioria dos aspectos, entretanto, a funcionalidade específica varia de acordo com a grade, a página, os direitos de acesso do usuário e o comportamento do usuário individual nos navegadores cliente.
Além de suas conhecidas disposições de linhas, colunas e células inspiradas em planilha, as grades oferecem a seguinte funcionalidade:
Opções de exibição
  • Definir a exibição decimal para números e dinheiro (os formatos não se aplicam aos atributos de número inteiro personalizados que você define no Studio)
  • Gerenciar listas de seleção (conjuntos de valores específicos da instância)
  • Selecionar os períodos fiscais que devem ser exibidos (semanas, meses, trimestres e anos) - no
    Clarity
    , é possível visualizar todos os períodos definidos pelo administrador no calendário fiscal. Muitos administradores não definem semanas fiscais e, portanto, essas informações não estão disponíveis no
    Clarity
    .
Editar dados nas grades
  • Clique com o botão direito do mouse em uma grade para usar o menu de contexto para adicionar ou excluir linhas.
  • Adicione um item de linha.
  • Copie e cole valores de célula.
  • Observe os tratamentos de visualização sutis para linhas e células. Por exemplo, novas linhas e células aparecem em uma cor diferente das linhas e células salvas.
  • Os campos obrigatórios ausentes sem valores padrão serão adicionados automaticamente quando você adicionar uma linha. Se os valores estiverem ausentes nos campos obrigatórios, isso será apontado com mensagens e sombreamento de cor sutil.
  • Fixe, redimensione, reordene e redefina colunas para personalizar cada grade.
  • As grades oferecem suporte a um número predefinido de linhas por página. Por exemplo, a grade de roadmap mostra 100 linhas por página, a página de recursos para investimentos da definição de equipe alocada mostra 200 recursos e a página de detalhes da equipe alocada mostra 500 linhas por página. Use os controles de Primeiro, Voltar, Avançar e Último para navegar entre várias páginas.
  • Selecione as datas em um calendário de rolagem com controles de ano, mês e dia.
  • Classifique por uma coluna em ordem crescente e alterne a ordem de classificação com um único clique na ordem decrescente.
    Os campos de pesquisa com valores múltiplos não oferecem suporte à classificação.
  • Pressione a tecla Shift e clique com o botão do mouse para classificar por até quatro colunas. Para remover a classificação de uma das colunas, mantenha pressionada a tecla Shift e clique duas vezes no cabeçalho da coluna.
  • Abra uma conversa clicando no ícone de bolha de comentários de um item de linha na coluna Conversa. O ícone fica em branco ou vazio quando não existem conversas e fica azul depois que pelo menos um comentário é exibido em uma nova conversa.
  • Para mostrar ou ocultar colunas na grade, clique no Painel de colunas e faça as suas seleções. Também é possível arrastar uma célula de cabeçalho de coluna para cima e para fora da grade para ocultá-la da visualização.
  • Passe o mouse sobre um cabeçalho de coluna para exibir o menu de
    ≡ opções de cabeçalho da coluna
    com as opções para a fixação, dimensionamento automático e redefinição de colunas.
newux_common_grid_01
newux_common_grid_01
Recolher linhas relacionadas juntas no modo Agrupar por
É possível ver a barra Agrupar por, sempre que as grades comuns forem usadas no
Clarity
. O recurso Agrupar por permite realizar as seguintes tarefas:
  1. Arraste um cabeçalho de coluna e exiba os dados na grade como linhas de grupos lógicos.
  2. Expanda vários grupos simultaneamente para exibir os dados associados.
  3. Edite os dados diretamente na grade enquanto estiver no modo Agrupar por.
  4. Selecione uma linha e abra o painel Detalhes para editar as informações. As informações que você atualizar no painel Detalhes serão atualizadas automaticamente na grade.
Quando você edita valores de coluna de agregação em registros filho GroupBy, os subtotais de agregação não são calculados automaticamente. Clique no botão Atualizar para atualizar os subtotais.
Group By.jpg
Exemplo:
Sid, um gerente de portfólio, deseja agrupar ideias por prioridade e atualizar rapidamente o benefício planejado associado a algumas ideias. Desse modo, ele pretende examinar o impacto dessas mudanças no benefício planejado total para ideias de alta, média e baixa prioridade. Vamos examinar como o Sid usa a funcionalidade Agrupar por ao analisar ideias.
Siga estas etapas:
  1. Abra o
    Clarity
    e vá para a grade Ideias.
  2. Arraste a coluna
    Prioridade da ideia
    até a barra Agrupar por a fim de agrupar as ideias por prioridade.
  3. Expanda os grupos
    Alto
    ,
    Baixo
    e
    Médio
    e localize as ideias relevantes.
  4. Edite as colunas de
    Benefício planejado
    diretamente na grade ou usando o painel Detalhes. Você verá uma notificação informando que os subtotais foram alterados.
  5. Clique no botão
    Atualizar
    para atualizar os subtotais e examinar o impacto das alterações.
As linhas permanecem na mesma ordem de classificação usada antes de você entrar no modo Agrupar por. Os grupos aparecem na ordem de classificação crescente. Não é possível alterar a ordem de classificação nem escolher quais colunas mostrar ou ocultar.
Agrupar dados na grade por um campo selecionado
Group grid data by a selected field
Os subtotais agregados de cada grupo não são suportados onde não é possível calcular um total matemático. Os atributos Booleano, Data, Porcentagem, Calculado, Fórmula, Agregação, TSV e Pesquisa não podem mostrar um subtotal agregado.
Recurso de criação de gráfico do
Clarity
(beta)
O
Clarity
agora fornece uma experiência de criação de gráficos prontos para uso nas grades comuns do
Clarity
. A experiência de criação de gráficos é muito semelhante aos recursos encontrados em aplicativos de planilha, como o Microsoft Excel ou o Google Sheets, mas é diretamente incorporada no
Clarity
. Vamos considerar o exemplo de Sid, um gerente de portfólio que deseja revisar as ideias enviadas por sua organização e comparar o custo planejado com os benefícios planejados e o ROI planejado. Sid precisa ir para a página Ideias, selecionar as ideias relevantes e usar a opção Intervalo do gráfico (beta). Em seguida, Sid poderá editar o gráfico e exportá-lo para compartilhá-lo com outras partes interessadas.
O vídeo a seguir demonstra como é possível converter de forma rápida e fácil informações importantes da grade para os gráficos:

Gráficos de grade
Alguns pontos-chave que se deve ter em mente ao usar gráficos na grade comum do
Clarity
são:
  • São suportados os tipos de dado Sequência de caracteres, Número, Porcentagem, Dinheiro e TSV. Se você selecionar células que incluem outros tipos de dado, o
    Clarity
    não as considerará ao criar um gráfico.
  • A capacidade de agregar e agrupar somente valores de célula distintos no gráfico não está disponível nesta release beta.
  • Cada gráfico consiste em categorias e séries. Todos os tipos de dado Sequência de caracteres incluídos na sua seleção serão considerados como categorias, enquanto os tipos de dado Número, Porcentagem, Dinheiro e TSV serão considerados como séries.
  • Quando você criar um gráfico, a categoria será realçada em verde, enquanto as colunas incluídas como série serão realçadas em azul. As colunas que não forem consideradas no gráfico não serão realçadas.
  • Você só poderá selecionar as células que estiverem na página atual se tiver várias páginas na grade comum. A grade exibe 100 linhas em uma página.
Criar um gráfico
Você pode criar um gráfico navegando para qualquer uma das grades comuns do
Clarity
.
Siga estas etapas:
  1. Vá para qualquer uma das grades comuns do
    Clarity
    . Em nosso exemplo, Sid pode navegar para a grade Ideias.
  2. Clique com o botão direito do mouse e selecione todas as células que desejar incluir no gráfico.
  3. Após finalizar o critério de seleção, clique com o botão direito do mouse, selecione
    Intervalo do gráfico (beta)
    e selecione o tipo de gráfico que deseja criar. Você pode criar gráficos de Coluna, Barra, Pizza, Linha, X Y (dispersão) e Área. O gráfico é exibido.
É possível mover o gráfico no slide e usar a alça de intervalo do gráfico para ajustar o critério de seleção e atualizar o gráfico dinamicamente.
Depois de criar um gráfico, você poderá executar as seguintes ações:
  • Maximize o gráfico para visualizá-lo mais claramente.
  • Edite os detalhes do gráfico usando o botão Detalhes.
  • Exiba ou oculte o critério de seleção usando o ícone de hiperlink. Quando o critério de seleção estiver visível, você poderá modificá-lo para atualizar o gráfico de forma dinâmica. Quando o critério de seleção estiver oculto, não será possível alterar o critério de seleção inicial usado para criar o gráfico.
  • Exporte o gráfico como um arquivo de imagem.
Alguns pontos-chave que se deve ter em mente ao criar um gráfico são:
  • O
    Clarity
    selecionará o primeiro tipo de dado Sequência de caracteres à esquerda como a categoria padrão. Todos os outros tipos de dado Sequência de caracteres do seu critério de seleção ficarão disponíveis se você desejar editar o gráfico.
  • Você poderá adicionar uma categoria após o gráfico ser exibido. Isso porque só é possível editar as configurações do gráfico depois que o gráfico é exibido.
Editar detalhes do gráfico
Depois de criar um gráfico, você poderá editá-lo executando as operações a seguir.
Siga estas etapas:
  1. Use a guia
    Configurações
    para alterar o tipo de gráfico.
  2. Use a guia
    Dados
    para modificar as categorias e as séries associadas ao gráfico.
  3. Use a guia
    Formato
    para editar a aparência do gráfico. Algumas das principais atividades que você pode executar são:
    1. Edite o título e o preenchimento associados ao gráfico
    2. Edite as legendas associadas ao gráfico. Você pode alterar a posição, o preenchimento, a fonte e o tamanho da fonte associados à legenda.
    3. Edite o eixo e a grade associados ao gráfico. Também é possível usar as opções Rotação de X e Rotação de Y para garantir que o conteúdo do gráfico seja legível. Esse recurso é útil quando sua categoria é um atributo, como o assunto de uma ideia, que inclui frases.
    4. Edite a série para ativar dicas de ferramenta, rótulos e sombreamento. O gráfico é atualizado dinamicamente para refletir suas alterações.
    5. Clique no gráfico para sair do Modo de edição.
Exportar um gráfico
Depois de finalizar a edição do gráfico, clique no ícone
Exportar
para salvar o gráfico no formato PNG.
Selecionar instâncias de objeto favorito
Fav.png
Agora, é possível marcar várias instâncias de objeto como um favorito associando uma estrela a elas. Isso permite sinalizar e localizar facilmente instâncias que exigem monitoramento ou atenção extra. Você pode marcar uma instância como um favorito usando o atributo Estrela(s) atribuída(s) disponível no painel de colunas associado às grades no
Clarity
. É possível marcar as seguintes instâncias de objeto como um favorito:
  • Projeto
  • Ideias
  • Tipo de investimento personalizado
  • Roadmap
  • Hierarquias
  • Objeto personalizado
Siga estas etapas:
  1. Vá até a página relevante no
    Clarity
    e certifique-se de que você esteja no layout de grade.
  2. Selecione o Painel de colunas e adicione o atributo Estrela(s) atribuída(s) à grade.
  3. Clique na linha relevante para selecionar a instância como favorita.
No momento, o recurso Favoritos não está disponível como pronto para uso para clientes locais e do
Clarity
SaaS. Após a atualização para
Clarity
15.9, alguns dos nossos clientes SaaS relataram problemas relacionados a esse recurso. Com isso em mente, o recurso Favoritos foi desativado para clientes do
Clarity
SaaS. Embora o recurso esteja disponível no
Clarity
15.9, ele foi ocultado no Patch 1 do
Clarity
15.9 para clientes locais. Entre em contato com a equipe de suporte da Broadcom se desejar ativar esse recurso em seu ambiente.
  • Nessa release do
    Clarity
    , você pode marcar uma instância de objeto como um favorito somente os objetos de nível superior. Essa funcionalidade não está disponível para subobjetos, como Tarefas.
A exclusão de várias seleções está disponível em grades comuns do
Clarity
Você pode usar o recurso de exclusão em massa na grade comum para excluir vários registros. Considere um cenário em que você criou um projeto a partir de um modelo e deseja excluir tarefas específicas que foram criadas. Agora, é possível selecionar várias tarefas e usar o botão Excluir para apagar todas as tarefas. Se você selecionar mais de um registro, o
Clarity
solicitará a confirmação da ação antes de excluir os registros.
Total
  • Essa funcionalidade não está disponível no nível de instância. Portanto, não é possível excluir em massa vários projetos, ideias, investimentos personalizados ou objetos personalizados. No entanto, depois de acessar Equipe alocada, Tarefas ou outros módulos dentro de um investimento, você pode selecionar vários registros e excluí-los.
  • A lógica de negócios do
    Clarity
    substituirá a solicitação de exclusão sempre que aplicável. Por exemplo, o
    Clarity
    não excluirá uma tarefa com horas trabalhadas associadas a ela.
  • Não é possível usar as opções de exclusão em massa na seguinte grade:
    • Planos de custo (somente exclusão única)
    • Detalhes do plano de custo (somente exclusão única)
    • Orçamentos (não permitido)
    • Detalhes do plano de orçamentos (não permitido)
    • Grade Relatório de status (subobjeto do projeto)
    • Grade de tarefas entre projetos
    • Espaço de trabalho Definição de equipe
    • Itens de roadmap
Exportar dados da grade para um arquivo CSV
Você pode exportar os dados da grade comum para um arquivo CSV. As grades que oferecem suporte ao recurso Exportar para CSV incluem projetos, investimentos personalizados, subobjetos personalizados para projetos, atribuições, equipe alocada e ideias.
  • A interface clássica do
    Classic PPM
    oferece suporte à exportação de até 25.000 linhas para um arquivo CSV. Nesta release, o
    Clarity
    oferece suporte à exportação de até 250.000 linhas para um arquivo CSV.
  • Se você exportar hiperlinks que tenham mais de 255 caracteres, o
    Clarity
    irá truncar o link e exibir apenas o rótulo. Se o link for inferior a 255 caracteres, é possível ver o hiperlink e o rótulo.
Não será possível exportar um arquivo CSV quando a grade estiver no modo Agrupar por.
Siga estas etapas:
  1. Vá até uma grade que ofereça suporte à funcionalidade Exportar para CSV.
  2. Filtre os dados, adicione ou remova colunas, classifique e modifique a visualização. Saia do modo Agrupar por.
  3. Clique no ícone
    Exportar para CSV
    :
    • Se a visualização incluir 500 linhas ou menos, o novo arquivo de exportação CSV será gerado imediatamente.
      O aplicativo atribui o nome da visualização atual (ou a visualização não salva) ao nome do arquivo CSV baixado. Por exemplo, se a visualização for denominada
      Não salvo
      e você clicar no ícone
      Exportar para CSV
      , o nome do arquivo baixado será unsaved.csv.
    • Se a visualização incluir mais de 500 linhas, a mensagem
      Exportação em andamento. O download estará disponível nas notificações
      será exibida.
      O aplicativo atribui
      jobid_viewname.csv
      como o nome do arquivo CSV baixado. Por exemplo, se o nome da visualização for Export Investment, o nome do arquivo baixado será 5000021_Export Investment.csv.
      O arquivo será salvo e estará disponível para download por até
      sete
      dias a partir da data de download. A notificação exibe a data no formato mmm-dd-aaaa.
      A exportação é executada em segundo plano. Você pode continuar trabalhando no aplicativo.
      Quando o arquivo é exportado e disponibilizado para download, uma notificação é exibida no ícone de notificação (sino) no canto superior direito de todas as páginas do
      Clarity
      para alertar você.
    1. Clique no ícone de notificação (sino) para ver um link para o arquivo exportado.
    2. Clique no link para fazer download do arquivo CSV.
  4. Para cancelar a exportação, clique em
    Cancelar
    .
Formatação de dados no arquivo CSV exportado
  • Todas as datas são exibidas no formato AAAA-MM-DD no arquivo CSV.
  • Para todas as configurações de idioma e localidade, todos os pontos decimais aparecem como um ponto (.) ou um caractere de ponto.
  • Os valores monetários não incluem símbolos de moeda.
  • Pontos-e-vírgulas aparecem como delimitadores entre os valores nos campos de pesquisa com valores múltiplos. Por exemplo,
    Carryover; Obrigatório; Escolha do topo
    .
Gerenciar os dados usando layouts de painel

Você pode usar o Layout de painel no
Clarity
para visualizar projetos, tarefas do projeto, ideias e investimentos personalizados como cartões. Esses cartões podem ser organizados com a precisão da operação de arrastar e soltar em um layout de painel com raias colunares. Estes são alguns dos principais recursos associados a cartões:
  • Os cartões agora podem exibir dados numéricos e valores monetários (os usuários podem ajustar a aparência desses dados em Opções de exibição).
  • Os cartões são exibidos com as cores escolhidas, de acordo com o valor selecionado no campo Cor por das Opções de exibição. As escolhas de cor são exibidas na legenda e são salvas com a exibição.
  • Os títulos dos cartões são padronizados de acordo com o campo Nome. Se você configurar um valor padrão para o campo Nome no Studio, o aplicativo usará esse valor ao criar cartões. Sem um valor padrão, os cartões novos mostrarão Novo item como o nome padrão.
  • Você pode clicar duas vezes em um cartão para editar o nome dele. O uso do nome padrão não é obrigatório. É possível alterar o campo usado pelos cartões para que exiba seus nomes. Em Opções de exibição, selecione qualquer atributo de sequência de caracteres.
  • É possível configurar os cartões para exibir até 4 (quatro) campos adicionais em qualquer ordem (use as Opções de exibição). Quando campos adicionais são selecionados, o nome dos campos é exibido na área de legenda.
  • É possível configurar os cartões para exibir até 3 (três) métricas numéricas na ordem selecionada. O nome de cada métrica será exibido na legenda.
Os itens de roadmap também são representados como cartões em um painel. No entanto, atualmente eles não usam o componente comum de layout de painel no
Clarity
.
Recursos padrão associados ao layout da painel
Mostrar e ocultar colunas:
É possível usar o painel Colunas para mostrar e ocultar as colunas no layout do painel.
Use o filtro para localizar registros relevantes:
você pode aplicar um ou mais filtros para pesquisar dados que atendam aos seus critérios de filtro.
Defina as Opções de exibição no layout Painel:
você pode usar as Opções de exibição para configurar o layout Painel para atender aos seus requisitos.
Siga estas etapas:
  1. Abra um investimento e vá para o módulo relevante, se aplicável.
  2. Clique no layout de
    painel
    .
  3. Clique em
    Opções de exibição
    .
  4. Em OPÇÕES DO PAINEL:
    • COLUNAS: selecione o atributo que você deseja que o painel use para cada coluna.
    • COR POR: selecione o atributo que você deseja que o painel use para a cor de cada cartão.
  5. Em OPÇÕES DE CARTÃO:
    • TÍTULO DO CARTÃO: selecione um atributo de sequência de caracteres a ser exibido na parte superior para identificar cada cartão no painel.
    • Campos do cartão: selecione até 4 (quatro) atributos para serem exibidos na face de cada cartão na ordem selecionada.
    • MÉTRICAS DE CARTÃO: selecione até 3 (três) atributos a serem exibidos na parte inferior de cada cartão para apresentar informações de status ou métricas significativas.
  6. Para configurar os seus próprios atributos de exibição, as opções e a cor de cada valor, clique em
    Gerenciar listas de seleção
    .
    • NOME DA LISTA DE SELEÇÃO: digite um nome para a lista de seleção. Cada lista de seleção definida poderá ser aplicada apenas ao projeto atual.
    • ADICIONAR OPÇÃO: para adicionar um valor à lista de seleção, clique em
      ADICIONAR OPÇÃO
      . Edite o nome e a cor de cada opção.
  7. Ao terminar, clique em
    CONCLUÍDO
    .
Criando registros no layout de painel
Quando você estiver no layout de painel e tentar adicionar um novo registro, será exibida uma mensagem de erro porque há campos obrigatórios que não têm valores padrão. Sempre que você criar um registro na visualização do painel, o painel Detalhes será exibido automaticamente. O painel inclui todos os campos obrigatórios necessários para criar um registro. Após o preenchimento dos campos obrigatórios, o
Clarity
atualizará o painel Detalhes e criará um registro. Você pode continuar editando o registro e fechar o painel Detalhes após a conclusão das alterações. Lembre-se de que o registro será perdido se você sair da visualização atual ou atualizá-la.
Ao preencher os campos obrigatórios de um registro no painel Detalhes, você não pode arrastar e soltar o registro em colunas diferentes, já que o registro ainda não foi criado no
Clarity
.
Recursos comuns nos layouts de grade e de painel
Você pode usar os seguintes recursos na grade e no layout do painel:
Editar informações usando o painel Detalhes
Os proprietários do projeto e usuários corporativos com direitos de acesso podem configurar e usar o painel Detalhes para visualizar e atualizar os campos rapidamente no
Clarity
. O painel Detalhes está disponível como um layout de duas colunas que pode ser redimensionado para ocupar até 75% da tela. O layout Detalhes permite incluir dois campos por linha. É possível arrastar horizontalmente qualquer campo para ocupar uma ou ambas as colunas do layout. É possível redimensionar verticalmente os tipos de dados de sequência de caracteres e sequência de caracteres grande.
Embora a largura do painel Detalhes permaneça para os usuários nas páginas do
Clarity
, os campos no painel são associados à sua visualização.
O painel Detalhes está disponível no
Clarity
, onde é possível usar os layouts de painel ou grade padrão. O painel também está disponível para o layout de linha do tempo para tarefas.
Exemplo:
Nicole deseja garantir que toda vez que sua equipe revisa as tarefas do projeto no
Clarity
, ela possa:
  • Verificar se a tarefa é crítica ou não para que ela possa priorizar uma tarefa crítica
  • Visualizar qual porcentagem da tarefa foi concluída e o esforço real dedicado à tarefa
Vejamos como ela configura a coluna de Detalhes e salva uma visualização que passará a ficar disponível para toda a equipe dela.
Example.jpg
Siga estas etapas
:
  1. Abra o
    Clarity
    e o projeto relevante.
  2. Vá para o módulo Tarefas e abra o Layout de grade. Lembre-se de que o painel Detalhes também está disponível no layout de linha de tempo (beta) e painel. As atualizações feitas em um layout serão mantidas em todos os outros layouts.
  3. Clique em qualquer linha na grade.
  4. A guia Detalhes é exibida ao longo da borda direita da página.
  5. Clique na guia
    Detalhes
    . O painel DETALHES será exibido.
  6. No painel DETALHES, clique na guia
    Detalhes
    .
  7. Clique em
    CONFIGURAR
    .
  8. Pesquise e localize o campo Crítico.
  9. Arraste um campo da lista de campos para o layout do painel Detalhes. Solte o campo na parte superior de um campo existente. O novo campo é exibido no layout acima do campo existente.
  10. É possível arrastar e soltar campos para reordenar o sequenciamento. Lembre-se de que é possível arrastar horizontalmente qualquer campo para ocupar uma ou ambas as colunas do layout. Também é possível redimensionar verticalmente os tipos de dados de sequência de caracteres e sequência de caracteres grande.
  11. Da mesma forma, adicione e organize os campos % concluído e Horas trabalhadas ao layout de detalhes.
  12. Para remover um campo, selecione-o no layout e, em seguida, clique em
    X Remover
    .
  13. Clique em
    Sair
    .
  14. Clique em
    Visualizar
    ,
    Salvar como
    e digite o nome de uma visualização para salvá-la.
Adicionar subobjetos personalizados ao painel Detalhes
É possível configurar o
Clarity
para exibir subobjetos no painel Detalhes. Isso permite que você revise, edite e analise dados associados a subobjetos personalizados no painel Detalhes. Considere um cenário em que um cliente usa o
Clarity
para gerenciar projetos e produtos. Foi criado um objeto NPS mestre personalizado para capturar o Net Promoter Score dos produtos. Também foram criados dois subobjetos para capturar dados relacionados ao suporte e aos serviços.
Group
É possível ver os subobjetos no painel Detalhes executando as etapas a seguir:
  1. Certifique-se de que o subobjeto personalizado esteja ativado para API.
  2. Crie uma cópia do blueprint Objeto personalizado e edite-a.
  3. Adicione o subobjeto como um módulo e marque a caixa de seleção para
    mostrar em detalhes
    .
  4. Associe o novo blueprint ao registro.
  5. Vá até o objeto personalizado e selecione um registro.
  6. Abra o painel Detalhes e vá até o módulo de subobjetos.
  7. Edite os detalhes usando o layout de grade.
  • As guias no painel Detalhes agora têm nomes em vez de ícones para diferenciá-las entre os vários subobjetos.
  • As guias no painel Detalhes agora têm uma rolagem para que você possa navegar entre vários subobjetos.
    Group
  • Os subobjetos compartilham a grade entre o módulo e o painel Detalhes.
  • O layout Visualização em grade definido no módulo será refletido no painel de detalhes. Todas as alterações feitas no painel Detalhes também serão refletidas na grade.
  • Os subobjetos no painel Detalhes não podem ter seu próprio painel.
  • Você pode expandir e fechar o subobjeto para ter uma área de visualização maior.
  • O estado do painel Detalhes é mantido até que o usuário o altere. O
    Clarity
    persiste o estado mesmo se o usuário efetuar logoff no
    Clarity
    .
  • A guia selecionada com o painel Detalhes também é mantida.
Filtre os dados no layout de grade ou de painel
Você pode usar filtros para identificar rapidamente os registros que correspondem ao critério de seleção. Considere um cenário em que você deseja se concentrar em ideias que tenham um impacto significativo na sua organização. Portanto, você decide se concentrar em ideias ou ideias de alta prioridade em que o ROI planejado está entre 100 e 400%. Em tais casos, vá até a grade de ideias e crie um filtro com Prioridade da ideia e ROI planejado como os parâmetros e use o critério Corresponder qualquer. Esse critério usa o filtro lógico OR para exibir ideias em que a prioridade é alta ou o ROI planejado está entre as porcentagens especificadas. Poderíamos usar o critério Corresponder tudo se desejássemos usar o critério lógico AND.
OR
CommonSearch.jpg
Você pode usar a barra de pesquisa disponível nos layouts de painel, grade e linha do tempo para filtrar valores com base no nome ou na ID. Considere um exemplo em que você deseja localizar uma tarefa específica em um investimento. Você pode simplesmente digitar os primeiros caracteres de seu nome na barra de pesquisa para localizá-lo e editá-lo.
Os valores de pesquisa não são mantidos quando você salva uma visualização. Além disso, se você sair e retornar ao espaço de trabalho, a barra de pesquisa será limpa.
Você pode usar a barra de pesquisa ao lado do filtro tradicional disponível no
Clarity
. Considere um exemplo em que você usa o filtro para identificar todas as tarefas que não foram iniciadas e, em seguida, use a barra de pesquisa para procurar uma tarefa específica. O
Clarity
exibe somente os resultados que atendem aos critérios do filtro e da barra de pesquisa.
A barra de pesquisa não está disponível em Roadmaps, no módulo Equipe alocada e no módulo Atribuições.
Selecionar valores nas listas suspensas
A imagem a seguir mostra exemplos de como trabalhar com as listas suspensas de valores comuns. Quando uma lista de valores é exibida para uma coluna de grade ou como um campo em uma página, ela permite selecionar um valor (um campo típico de seleção única) ou vários valores (um campo típico de várias seleções). Quando essas listas de valores aparecem como filtros, é possível selecionar vários valores, até mesmo para campos de seleção única. Esse comportamento permite filtrar ou pesquisar mais registros. Por exemplo, os registros que correspondem à Opção selecionada 1
OU
à Opção selecionada 2.
Listas suspensas de valores comuns no
Clarity
Common New UX Drop-Down Value Lists
Visualizações salvas
SavedViews1
O
Clarity
permite salvar e modificar várias visualizações que ajudam você a atingir seus objetivos de negócios. Algumas das principais ações que um usuário pode executar são:
  • Salvar uma configuração existente no layout de grade, painel ou linha de tempo como uma exibição
  • Atualizar visualizações existentes usando a funcionalidade de salvamento rápido
  • Acessar visualizações salvas por outros usuários
  • Marcar exibições relevantes como favoritas para que seja possível acessá-las com facilidade
  • Selecionar visualizações padrão
  • Pesquisar exibições específicas
  • Excluir exibições
O administrador do
Clarity
também pode atribuir o acesso Visualizações – Administrar a um recurso. Qualquer recurso com esse direito de acesso pode:
  • Atribuir exibições específicas como exibições padrão para todos os usuários
  • Excluir exibições criadas por outros usuários
Vamos usar o exemplo de Derrick, que é gerente de recursos e usa a grade Equipe alocada para investimentos com bastante frequência. Ele adiciona o campo Nome do requisito à grade Equipe alocada. Ele deseja salvar essa visualização para poder retornar a ela, se necessário.
SavedViews1
Se Derrick fizer qualquer alteração na visualização, ele poderá clicar em
Salvar
para salvar as alterações e atualizar a visualização com um único clique.
Toda vez que você salva uma visualização, ela é automaticamente adicionada à sua lista de
FAVORITOS
. Você pode clicar na opção Gerenciar para abrir a janela
GERENCIAR VISUALIZAÇÕES
e limpar a caixa de seleção
FAVORITOS
associada à sua visualização para removê-la da lista
FAVORITOS
.
SavedViews1
Nicole, a gerente de projetos que trabalha com o Derrick, informa a ele que criou uma visualização para ajudar a ver a alocação mensal dos recursos. Ela chamou a chamou de Visualização de alocação mensal. O Derrick acessa essa visualização usando a opção Gerenciar para defini-la como favorita, de modo que ele também possa acessá-la facilmente.
Se Derrick carregar a Visualização de alocação mensal criada por Nicole e fizer alterações nela, a visualização será chamada de Cópia não salva da Visualização de alocação mensal. Derrick agora pode clicar em Salvar, para salvar a visualização, ou usar o seletor de visualização, para salvar a visualização com um novo nome. Em qualquer um dos cenários, as alterações de Derrick não afetarão a visualização original de Nicole.
SavedViews1
Se você tiver o direito de acesso
Visualizações - Administrar
, é possível definir a visualização de divisão mensal como padrão para todos os usuários. Quando os usuários acessam a grade Equipe alocada pela primeira vez, a visualização padrão já será carregada para eles. Se uma visualização estiver selecionada como padrão e favorita, a configuração padrão terá precedência.
O direito
Visualizações - Administrar
também fornece o privilégio de excluir os direitos de acesso criados por outros usuários.
Qualquer usuário com o direito de acesso
Visualizações - Administrar
só poderá excluir as visualizações de áreas do aplicativo que têm direitos de acesso. Por exemplo, se o usuário tiver direitos para acessar o módulo Equipe alocada, mas não o módulo Finanças para os projetos, ele só poderá excluir as visualizações do módulo Equipe alocada.
As visualizações salvas em subobjetos do objeto abstrato do investimento estão disponíveis em todos os objetos e instâncias
Quando você usa um subobjeto pronto para uso ou personalizado associado ao objeto abstrato do investimento (Equipe alocada, Tarefas, Plano de custo), as visualizações salvas nesses subobjetos ficam disponíveis em vários objetos e instâncias. Analise os exemplos fornecidos a seguir para obter mais informações sobre esse recurso.
Visualizações salvas no módulo Equipe alocada
Quando você salvar uma visualização no módulo Equipe alocada, ela ficará disponível em todas as outras instâncias e objetos que estiverem usando o módulo Equipe alocada no
Clarity
. O módulo Equipe alocada está disponível para projetos, investimentos personalizados e ideias.
Exemplo:
Derek é um gerente de recursos e é responsável por definir a equipe alocada para investimentos. Ele navega até a grade Equipe alocada de um projeto e personaliza a grade para mostrar as métricas por período para as alocações temporárias e definitivas. Ele também configura a grade para exibir a alocação de cada recurso a cada mês e salva essa visualização. Agora, a visualização estará disponível em todos os projetos e itens de investimento personalizado.
Visualizações salvas no módulo Tarefas
Quando você salvar uma visualização no módulo Tarefas, ela ficará disponível em todas as outras instâncias e objetos que estiverem usando o módulo Tarefas no
Clarity
. O módulo Tarefas está disponível para projetos e investimentos personalizados. Se a instância ou o objeto atual não incluir elementos como listas de seleção ou filtros, uma mensagem de erro será exibida. Em seguida, você verá uma visualização não salva com todos os elementos da visualização salva que se aplicam ao objeto e à instância atuais.
Exemplo
: Nicole, a gerente de projeto, criou uma lista de seleção personalizada no layout da linha de tempo para o módulo Tarefas. Ela também definiu os Períodos para meses e adicionou um filtro para analisar as tarefas com o EPT entre 50 e 100 horas. Agora, ela salva sua visualização e dá o nome de EPT alta. Essa visualização estará disponível em todos os projetos e investimentos personalizados no
Clarity
. No entanto, quando as partes interessadas usarem a visualização EPT alta no módulo tarefas em um projeto ou investimento personalizado diferente, elas verão uma visualização não salva. Isso ocorre porque a lista de seleção só está associada ao projeto no qual foi criada. As partes interessadas verão o filtro EPT, e o Período será definido como meses. As partes interessadas podem salvar a visualização não salva e continuar a usá-la.
Visualizações salvas na grade Plano de custo
Quando você salvar uma visualização na grade Plano de custo, ela ficará disponível em todas as outras instâncias e objetos que estiverem usando a grade genérica de plano de custo. A grade genérica Plano de custo está disponível para projetos, ideias e investimentos personalizados. Se a instância do objeto atual não incluir um atributo de agrupamento que tenha sido usado por um filtro ou grupo na visualização salva, uma mensagem de erro será exibida. Em seguida, você verá uma visualização não salva com todos os elementos da visualização salva que se aplicam ao objeto e à instância atuais.
Exemplo
: Rita, uma gerente financeira, criou um plano de custo para uma ideia e usou o departamento e o local como um atributo de agrupamento. No plano de custo, ela define os períodos para os meses e uma exibição decimal do dinheiro. Por fim, ela agrupa os custos por local e salva sua exibição. Quando as partes interessadas aplicarem essa visualização a um plano de custo de investimento personalizado em que o atributo de agrupamento for Tipo de custo, elas verão uma visualização não salva. Isso ocorre porque o atributo de agrupamento de local não está disponível no investimento personalizado. As partes interessadas continuarão a ver os períodos definidos como meses e a exibição do relevante de dinheiro.
Tipos de dados de atributos disponíveis
Todos os tipos de dados de atributo, exceto os que se seguem, estão disponíveis para configuração em uma grade:
  • TSV (Time Scaled Value - Valor na Escala de Tempo) personalizado
  • Anexo
Embora o atributo de anexo não esteja disponível na grade, agora é possível:
  • Configurar o atributo de anexo a ser exibido no painel Detalhes.
  • Configurar o blueprint do objeto correspondente para exibir o atributo de anexo na página Propriedades.
  • Visualizar, fazer upload e excluir anexos no painel Detalhes ou na página Propriedades.
Você pode executar as seguintes tarefas usando os tipos de dado de atributo:
Atributos obrigatórios
Os atributos obrigatórios exibem um asterisco (*) após o rótulo.
  • A visualização salva no momento pode não ter um ou vários campos obrigatórios. Quando você adiciona uma nova linha, o aplicativo não mostra os campos obrigatórios que não têm valores predefinidos padrão e a visualização alterna para
    Não salvo
    . Todos os atributos personalizados que são marcados como obrigatórios também são adicionados à visualização.
  • Se você adicionar um atributo personalizado obrigatório no
    Classic PPM
    quando os registros já existirem no sistema, forneça um valor padrão. Também é recomendável que você selecione a opção
    Preencher valores nulos com o padrão
    .
  • Outra maneira de preencher um novo atributo obrigatório é especificar uma
    ID de atributo da API
    para que os usuários possam adicioná-la à grade usando o Painel de colunas e inserir um valor.
Atributos personalizados ativados pela API
Quando você cria um atributo personalizado, é necessário ativar o atributo para API a fim de disponibilizá-lo no
Clarity
. Essa definição também permitirá que você acesse o atributo por meio de chamadas de API.
Siga estas etapas:
  1. Efetue logon no
    Classic PPM
    .
  2. Vá para
    Administração
    ,
    Studio
    ,
    Objetos
    .
  3. Pesquise o objeto (como Projeto) que tem o atributo personalizado.
  4. Abra o objeto e vá para a guia
    Atributos
    .
  5. Pesquise o atributo personalizado e clique nele para abrir.
  6. Especifique uma ID exclusiva no campo
    ID de atributo da API
    . O valor deve começar com uma letra minúscula e um sublinhado. Por exemplo, p_uploadImage.
    A ID de atributo da API é a chave de referência para um atributo que aparece no conjunto de resultados de uma chamada de API. Para identificar seus atributos personalizados e validar a exclusividade, é recomendável prefixar suas IDs de atributo da API com uma sequência de caracteres curta consistente. Tornar as IDs de atributo da API exclusivas evita conflitos durante uma atualização futura quando novos atributos são introduzidos. Por exemplo, a ACME Corporation pode atribuir a seguinte ID de atributo da API exclusiva ao seu atributo Conformidade: p_acmeCompliance. Também é recomendável usar a notação do camel case para nomear seus atributos personalizados.
  7. Salve as alterações.
O atributo é ativado para acesso à API e também é disponibilizado no
Clarity
. Você pode configurar o atributo para ficar visível no Layout de painel, no Layout de grade e no painel Detalhes. Para ver o atributo na página Propriedades, configure o blueprint do objeto. Para obter mais informações, consulte a seção Editar um blueprint.
O que acontece quando um atributo na visualização salva é removido posteriormente?
É possível armazenar as configurações de filtro, coluna, classificação e agrupamento em uma visualização salva. Se um atributo na visualização salva for removido ou desativado posteriormente no
Classic PPM
Studio, o seguinte comportamento será observado:
  • Você e outros usuários ainda poderão acessar a visualização.
  • O atributo removido ou desativado não aparecerá mais no filtro, nas colunas, na ordem de classificação ou no agrupamento.
  • A visualização nomeada agora será exibida com o ícone
    Não salvo
    .
Pesquisas parametrizadas e de valores dependentes estáticos
A pesquisa de valores dependentes estáticos e as pesquisas parametrizadas são ativadas no
Clarity
para objetos do tipo projetos, ideias e investimento personalizado. Você pode configurar e ativar pela API as pesquisas necessárias do
Classic PPM
, bem como editar e publicar o blueprint no
Clarity
para que as pesquisas sejam exibidas. Para obter mais informações, consulte Atributos ativados pela API.
Pesquisa de valores dependentes estáticos
- as pesquisas que podem ser aplicadas a um único campo e têm hierarquia estruturada são pesquisas de valores dependentes estáticos. É possível selecionar o valor de nível mais baixo na hierarquia de pesquisa com base na seleção de nível mais alto.
  • Para que a pesquisa de valores dependentes estáticos apareça no
    Clarity
    , você deve preencher a ID de atributo da API.
  • Uma vez ativadas, as pesquisas ficam disponíveis sempre que os atributos são aplicáveis e filtrados. As pesquisas de valores dependentes estáticos podem ser adicionadas ao painel Detalhes usando o blueprint.
  • Você também pode adicionar pesquisas de valores dependentes estáticos aos cartões do painel.
  • Você pode adicionar esses atributos como colunas na visualização em grade e no Detalhes. Também é possível filtrar os dados com base nas pesquisas de lista de valores dependentes estáticos.
    Exemplo
    : a Etapa do investimento de um projeto pode ser indicada com uma pesquisa de valores dependentes estáticos, como
    Etapa do investimento > Desenvolvimento de novos produtos > Manter
    .
    Static Dependent Lookup
Pesquisa parametrizada
- Dois campos de pesquisa são conectados por um parâmetro transmitido. Duas pesquisas são definidas como dois atributos separados no objeto e o valor de uma pesquisa determinará os valores disponíveis na segunda pesquisa.
  • As pesquisas parametrizadas serão exibidas no
    Clarity
    assim que seus valores de alias da API forem preenchidos.
  • As pesquisas funcionarão da mesma forma que na interface do
    Classic PPM
    .
  • As pesquisas parametrizadas ativadas podem ser adicionadas aos blueprints a serem incluídos na página Propriedades.
  • As alterações de um valor de pesquisa em uma visualização em grade ou no painel Detalhes são refletidas perfeitamente no outro.
  • Você também pode adicionar pesquisas parametrizadas aos cartões do painel.
  • É possível filtrar dados com base em pesquisas parametrizadas. Ao filtrar com base na pesquisa por consulta dinâmica (pesquisa que muda as opções com base no valor da pesquisa principal), o filtro exibirá todas as opções possíveis.
Exemplo
: a pesquisa
Alteração de aplicativo
tem dois subvalores,
Aprimoramento
e
Avaliação de COTS
. Depois de selecionar o tipo de projeto, é possível selecionar a categoria do projeto.
Parameterized Lookup