Blueprints para roadmaps

ccppmop1593
Como um administrador de aplicativo ou criador de conteúdo do PMO, você pode usar blueprints de modo a configurar layouts para roadmaps. Você pode copiar e configurar blueprints que refletem as metas de cada unidade de negócios da sua organização. Vamos considerar um exemplo em que várias equipes de gestão de produtos na organização estejam usando roadmaps para chegar a diferentes resultados nos negócios. Elas criaram vários atributos personalizados. Alguns atributos são relevantes para o novo roadmap de gestão de produtos de aplicativos bancários, enquanto outros são relevantes para o roadmap de inteligência artificial de última geração. O administrador pode criar blueprints diferentes para essas equipes, de modo que elas vejam somente as informações que sejam relevantes para cada uma.
2
O
Clarity
inclui um blueprint de roadmap padrão. Você pode criar uma cópia do blueprint e editá-la de acordo com seus objetivos. Por exemplo, um blueprint de marketing pode ser muito diferente de um blueprint de engenharia.
As principais etapas que você precisa seguir ao editar blueprints são:
  1. Crie uma cópia do blueprint padrão, renomeie-a e configure seu layout Detalhes (seções e campos).
  2. Adicione os módulos relevantes ao blueprint. Na release atual, o blueprint inclui os módulos Propriedades e Investimentos. Ambos os módulos serão incluídos automaticamente no seu blueprint.
  3. Publique o blueprint.
  4. (Opcional): marque um blueprint como o padrão para roadmaps.
Editar detalhes do blueprint
Você pode adicionar vários atributos personalizados e de valor associados a roadmaps para o módulo Propriedades em um blueprint.
Siga estas etapas:
  1. Na lista de blueprints, clique no nome do blueprint que deseja editar.
  2. Na página de detalhes que exibir o layout do blueprint publicado no momento, clique em
    Editar
    .
  3. Edite os detalhes do blueprint:
    • Arraste e solte os campos disponíveis da lista Campos para uma seção existente dentro do blueprint. Use a opção Pesquisar para procurar por campos específicos por nome de rótulo. Redimensione qualquer campo do layout usando o triângulo sombreado que aparece no canto inferior direito do campo.
    • Arraste e solte os campos de uma seção de layout do blueprint para outra seção.
    • Arraste e solte campos das seções de layout do blueprint de volta à lista de campos. Você também pode clicar no X de um campo em uma seção para remover esse campo. O campo voltará a ficar disponível.
    • Exclua uma seção com ou sem campos. Todos os campos dessa seção serão removidos do layout e voltarão a ficar disponíveis para seleção no painel Campos.
    • Arraste uma seção existente para cima ou para baixo dentro do blueprint para reorganizar as seções. Todos os campos que estiverem contidos na seção também serão movidos para o novo local.
    • Adicione uma seção clicando em Adicionar seção ou arraste e solte o botão Adicionar seção no local em que desejar adicionar uma seção.
      Você só pode adicionar um atributo personalizado a um blueprint se ele estiver ativado para a API.
  4. Se não estiver certo das alterações, descarte as edições. As edições serão excluídas e a exibição de detalhes do blueprint será revertida para a versão publicada no momento.
  5. Clique em
    Publicar
    para salvar suas alterações e tornar o novo layout disponível.
Associar um blueprint a um roadmap
Você pode ir até a página Roadmap e usar o seletor de coluna para adicionar o campo Blueprint à grade. Em seguida, associe o blueprint ao roadmap relevante.
Associando processos a blueprints
Linked
Você pode usar a guia Ações para associar os processos relevantes ao blueprint. Só será possível associar um processo quando as seguintes condições forem atendidas:
  • O processo estiver ativo.
  • O processo estiver associado ao objeto, ou incluir um script personalizado (GEL).
  • Você tiver acesso ao processo.
Siga estas etapas:
  1. Abra a página Administração no Clarity e selecione
    Blueprints
    .
  2. Na lista de blueprints, clique no nome do blueprint que deseja editar.
  3. Na página Propriedades que exibe o layout do blueprint publicado no momento, clique em
    Editar
    .
  4. Selecione a guia
    Ações
    .
  5. Clique em
    Adicionar processo
    para ver uma lista de processos disponíveis para esse blueprint.
  6. Selecione os processos relevantes e clique em
    Adicionar
    .
  7. Use o campo
    Ordem
    para definir um valor manual para esse processo. Esse valor determinará a sequência em que o processo será exibido quando os usuários desejarem executá-lo usando o botão Ações na instância de objeto relevante.
  8. Clique em
    Publicar
    para salvar as alterações.
Usar canais para incorporar conteúdo externo
Use canais para incorporar conteúdo de outra fonte, como site externo, aplicativo ou relatórios de investimento contextuais do PPM clássico no Clarity. É possível interagir com o conteúdo e tomar decisões de negócios conscientes sem sair de um investimento no Clarity.
Como administrador, você pode adicionar um canal ao blueprint e configurar um máximo de quinze (15) canais. Após a criação de um canal, é possível encontrá-lo no painel Módulos. Após a publicação do blueprint, o canal recentemente criado aparece como uma página com guias dentro do investimento (Projeto, Investimento personalizado, Ideias) e de Objetos personalizados.
Depois que você adiciona um canal,
não
é preciso arrastar e soltar o novo canal na seção de layout do blueprint; ele é adicionado automaticamente.
Depois de criar 15 canais, talvez você não veja mais o botão Novo canal.
Esta página contém as seguintes seções:
Configurar um canal
Vejamos como é possível adicionar um canal e incorporar conteúdo de outra origem ao Clarity.
  1. Vá para o
    Blueprint
    e clique em
    Editar
    .
  2. Na guia
    Módulos
    , clique em
    Novo canal
    .
  3. Insira informações nestes campos:
    1. Nome do canal
      : digite o nome do canal
    2. URL do canal
      : digite o URL do canal
    3. URLs do referenciador
      : digite um ou mais URLs de referenciador separados por vírgulas. Use os URLs do referenciador quando o URL do canal redirecionar para outro link de autenticação.
      Por exemplo, especifique o URL de autenticação no URL do referenciador se o URL do seu canal exigir logon por SSO.
  4. Clique em
    Visualizar
    para testar o canal.
    Lembre-se de que apenas links concretos podem ser visualizados.
  5. Clique em
    Publicar
    para publicar o blueprint.
    Seu canal foi criado. Peça que os usuários atualizem a sessão do navegador para verem o novo canal como uma página com guias dentro do investimento.
Parâmetros dinâmicos para canais
  • Você pode usar esses parâmetros para construir conteúdo dinâmico dentro de seus canais
    • project id = ${_internalId}
    • projectCode = ${code}
    • project name =${name}
    • project manager =${manager}
    • logged in user =${_userId}
  • Os canais também oferecem suporte a atributos personalizados como parâmetros de entrada, usando o valor de alias da API do atributo, do seguinte tipo de atributo:
    • postal
    • Sequência de caracteres
    • Pesquisa de valor único (com base em NSQL e dados estáticos)
Os canais também oferecem suporte a conteúdo contextual com parâmetros dinâmicos. O conteúdo com parâmetros dinâmicos não é processado no modo de visualização para canais em blueprints, mas os usuários podem vê-lo dentro do investimento.
Usar caminhos relativos em um URL de canal genérico
Ao adicionar um canal para vincular ao PPM clássico, substitua o URL do servidor pela sintaxe HTML que contém dois pontos e uma barra para as referências de caminho relativo em vez de absoluto. Se os dados forem restaurados para outro servidor, o canal continuará a funcionar.
URL original
URL de canal genérico
http://my_clarity.ca.com/niku/nu
../../../../../niku/nu
Exemplo 1:
neste exemplo, você define um link em um canal para a página de processos do projeto do
Classic PPM
:
../../../../../niku/nu#action:projmgr.projectProcessInstances&id=${_internalId}&object_type =project&object_id=${_internalId}&ui.page.space=mainnav.work&ui.page.template=union.appPage
Exemplo 2:
um link para os investimentos do Rally apareceria como se segue:
https://rally1.rallydev.com/#/investments
Exemplo 3:
o exemplo a seguir mostra um link para um relatório do Jaspersoft:
https://clarityserver.ca.com/reportservice/flow.html?_flowId=viewReportFlow&reportUnit= %2Fca_ppm%2Freports%2Fproject_management%2FCSK_PRJ_ProjectStatusSummary &standAlone=true&ParentFolderUri=/ca_ppm/reports/project_management &populateProject=1&projectKey_1=${_internalId}
Canais que se vinculam ao
Classic PPM
com o tema UI Phoenix aplicado
Se você criar um canal que se vincule à interface de usuário do
Classic PPM
e o tema opcional UI Phoenix estiver aplicado, os usuários verão dois menus principais do lado esquerdo da página. Para exibir apenas um menu principal, siga estas etapas:
  1. Edite o blueprint.
  2. Abra o módulo do canal.
  3. Adicione o seguinte parâmetro ao campo
    URL do canal
    :
    &puiFullscreen=on
  4. Para ocultar os itens de menu específicos do projeto, acrescente o seguinte parâmetro:
    &puiHidePPMTabs=on
  5. Salve e publique o blueprint.
image2019-3-19_19-26-6.png
Vídeo: ocultar a navegação e a barra de ferramentas nos canais quando o tema UI Phoenix é aplicado

Dicas de solução de problemas para configuração de canais pelos administradores
  • Antes de visualizar um canal, atualize a página do navegador.
  • Aconselha os usuários a atualizar o navegador depois de publicar um blueprint com canais novos ou modificados.
  • Evite espaços, pontos e vírgulas e caracteres especiais nos URLs de referência.
  • Os URLs de referência devem ser separados por vírgula.
Problemas conhecidos de canais
Refused to Frame
: é possível que você veja o erro Refused to Frame ao clicar em Visualizar para um determinado URL de canal porque ele viola a diretiva Política de Segurança de Conteúdo: "frame-src app.pendo.io cdn.pendo.iodocops.ca.com 'self' data:"
Resolução
: para resolver essa condição, atualize o navegador. A atualização força o Clarity a colocar na lista branca o domínio em conformidade com a diretiva Política de Segurança de Conteúdo. O novo recurso do canal do blueprint tem uma capacidade integrada para incluir um domínio na lista branca depois de ser definido no canal. Atualize o navegador para que um domínio seja incluído na lista branca e possa ser visualizado. A inclusão na lista branca permite que o Clarity exiba aplicativos externos em sua estrutura, contanto que o outro aplicativo não tenha restrições de CORS integradas, uma vez que o Clarity não pode substituir uma política de segurança externa.
Conteúdo misto
: você pode ver a seguinte mensagem de erro ao configurar um link com HTTP dentro de um domínio que requer uma conexão HTTPS segura:
Mixed Content: The page at 'https://MY-PPM-SERVER.ondemand.ca.com/pm/#/admin/blueprints/blueprint/edit/5000043' was loaded over HTTPS, but requested an insecure resource 'http://OTHER-SITE.domain.org'. This request has been blocked; the content must be served over HTTPS.
O navegador pode mostrar um alerta solicitando sua confirmação antes de carregar os scripts que não são seguros. No Chrome, um ícone de escudo de segurança e o prompt são exibidos solicitando que você confirme se deseja abrir um canal que não é seguro.
Resolução
: para resolver essa condição, edite o canal no blueprint para usar HTTPS e, em seguida, publique o blueprint ou, se já tiver conhecimento de que o conteúdo HTTP é seguro, visualize o conteúdo HTTP em outro navegador.
Os administradores locais também podem colocar um domínio na lista branca usando as opções administrativas do sistema. Consulte CSA: utilitários de linha de comando Service e Admin (próximo à parte inferior da página).