Notas da Versão do websphere (Monitoramento do WebSphere)

Índice
uimpga-ga
websphere_RN
O probe de monitoramento do WebSphere (websphere) monitora o IBM WAS (WebSphere Application Servers) e armazena as informações de monitoramento nos intervalos especificados. É possível definir os alarmes que são gerados quando os limites especificados são violados.
Índice
Histórico de revisões
Esta seção descreve o histórico das revisões do probe websphere.
Os casos do suporte podem não estar visíveis para todos os clientes.
Versão
Description
Estado
Data
1.82
O que há de novo:
  • Adicionadas as novas métricas a seguir:
    • Contagem de GC
    • Tempo de GC
    • Hora do intervalo de GC
  • Os perfis aprimorados do MCS agora suportam as novas métricas acima.
GA
Outubro de 2019
1.81
O que há de novo:
  • Adicionadas as novas métricas a seguir:
    • J2EE Application State
    • Servlet Sessions Live Count
    • Bean Module Method Response Time
    • Thread Pool Declared Thread Hung Count
    • Thread Pool Size
    • Connection Pool Wait Time
    • Connection Pool Used
    • Connection Pool Free Size
    • Connection Pool Use Time
    • Connection Pool Waiting Thread Count
    • JVM Runtime Heap Size
    • JVM Runtime Process CPU Usage
    • JVM Runtime Used Memory
  • Perfis aprimorados que permitem configurar métricas, linhas de base, limites de alarme, alarmes - incluindo os alarmes Tempo acima do limite - e as mensagens de alarme de fechamento e alarme personalizado, tudo em um único perfil do MCS.
GA
Março de 2019
1.80
O que há de novo:
  • Suporte adicionado para monitoramento do IBM WebSphere 9.0.
Defeitos corrigidos:
  • O probe não funcionava quando o TLS v1.2 foi ativado no servidor do Websphere, e a versão do Java JRE era a 6 (o Java versão 6 ainda é a versão mínima exigida).
    Casos de suporte número 00972305 e 00875294.
  • O probe não permitia o uso de caracteres curinga em modelos que restringiam a criação de modelos em ambientes grandes.
    Caso de suporte número 00847306.
  • O servidor do mysql não atualizava os dados de QoS a partir do probe Websphere.
    Caso de suporte número 690389
    .
  • O probe não era iniciado no WebSphere Application Server, AIX 7.1.
    Caso de suporte número 00533968
    .
GA
Dezembro de 2018
1.74
Defeito corrigido:
  • O probe não exibia nenhum dado no Painel unificado sobre o sistema AIX.
    Caso de suporte número 70002617
GA
Março de 2016
1.73
Defeito corrigido
:
  • O tamanho do log continuava aumentando, até mesmo depois de definir o valor da chave de tamanho do log.
    Caso do Salesforce: 00164635
GA
Junho de 2015
1.72
Defeitos corrigidos
:
  • O probe não tratava um ponto (.) no nome do aplicativo implantado e não gerava métricas para o aplicativo.
    Caso do Salesforce: 00151138
  • O probe continuava sendo reiniciando e, eventualmente, travava se credenciais diferentes fossem fornecidas para estabelecer conexão com o mesmo servidor e porta.
    Caso do Salesforce: 00157088
  • O probe levava tempo para carregar os pontos de verificação de aplicativos J2EE.
    Caso do Salesforce: 00157088
  • O probe não estava gerando alertas com o recurso Alarme avançado.
    Caso do Salesforce: 00158147
  • No probe versão 1.70, um novo recurso não pôde ser adicionado à configuração do probe.
    Casos do Salesforce: 00145653, 00149026, 00148816
  • O probe não exibia métricas no nó Monitor automático quando aplicadas por meio da configuração automática.
    Caso do Salesforce: 00149110
  • As credenciais de usuário não são mais armazenadas nos logs do probe.
    Caso do Salesforce: 00151834
GA
Abril de 2015
1.71
Fornecida uma opção na GUI do probe para configurar o IBM WebSphere 8.5
GA
Novembro de 2014
1.70
Adicionado suporte para o sistema operacional zLinux.
GA
Junho de 2014
1.65
  • Corrigido o defeito no qual o probe exibe um erro no ambiente de português ao adicionar informações sobre o recurso ou falha ao iniciar a GUI do probe, se um recurso já estiver adicionado.
  • Corrigido o defeito no qual o probe está gerando duas IDs do dispositivo para um recurso.
  • Corrigido o defeito no qual os dados de TNT2 não coincidem com os dados da tabela de definição de métrica.
GA
Abril de 2014
1.64
  • Adicionado suporte para o JRE 1.7x.
  • Corrigido um problema no qual o erro
    Nenhuma entidade encontrada
    estava sendo lançado durante a criação de um perfil de um recurso válido com detalhes incorretos.
GA
Março de 2014
1.63
  • Corrigida a alteração do nome do servidor na verificação automática de perfis.
  • Corrigido erro de GUI em vários grupos.
  • Corrigida a funcionalidade de modelo para modelos de diferentes perfis.
GA
Outubro de 2013
1.62
Modelo de padrões de probe adicionado.
GA
Novembro de 2012
1.61
  • Problema ao arrastar o cenário de curinga e modelo para a configuração automática.
  • Problemas corrigidos do monitor: Procura, Ativação/Desativação, Número de atualização de monitores após a exclusão, Desaparecimento de monitores após editar o perfil.
  • O grupo padrão não está mais visível se não houver nenhum recurso sob ele.
  • Corrigido o problema de definição de QoS no monitoramento automático.
GA
Setembro de 2012
1.60
  • Adicionado suporte para o WAS versão 8.0 e 8.5.
  • Adicionados recursos para configurações automáticas, monitores automáticos e modelos.
  • Adicionado o recurso de monitoramento para o status em/fora de atividade.
  • Suporte adicionado para AIX.
  • Limite baixo adicionado para monitores na GUI.
  • Guia Limite de memória adicionada na caixa de diálogo Configuração geral.
GA
Agosto de 2012
1.51
  • Adicionado suporte para a verificação automática de servidores adicionados recentemente.
  • Corrigidos os problemas relacionados à verificação.
  • O mecanismo de inicialização do probe foi alterado para iniciar o java.
  • Alterada a estrutura de configuração. Os monitores agora são parte da seção de perfil.
GA
Dezembro de 2010
1.40
Adicionado suporte para informações de banco de dados NIS estendidas.
GA
Junho de 2010
1.31
  • Adicionado suporte para o WebSphere Application Server versão 7.0.
  • Suporte adicionado para AIX.
  • Adicionada uma opção para desativar o uso de SSL.
  • Subsistema de mensagem alterado para 2.3.4.x (apenas instalações novas).
GA
Abril de 2009
1.25
  • Atualizar bibliotecas.
  • Arquivo de segurança adicionado.
GA
Dezembro de 2007
1.23
  • Melhor manipulação dos agrupamentos.
  • Problemas da GUI corrigidos.
GA
Setembro de 2007
1.21
Script de inicialização alterado no Solaris.
GA
Dezembro de 2006
1.20
Coleta de dados corrigida no agrupamento do websphere.
GA
Novembro de 2006
1.18
Coleta de dados otimizada
GA
Outubro de 2006
1.17
  • Mensagens obsoletas corrigidas em SystemOut.log (WAS 6.0).
  • Coleta de dados otimizada.
GA
Setembro de 2006
1.16
  • Problemas corrigidos na plataforma UNIX.
  • Adicionado suporte para "Primeiro número da porta do probe".
  • Pequenas alterações da GUI.
GA
Julho de 2006
1.15
  • Alarmes ausentes corrigidos.
  • Pequenas alterações da GUI.
  • Erro corrigido na gravação do arquivo de configuração quando a seção continha '/'.
  • Java SDK alterado - agora envia o nome do probe com os alarmes.
  • Corrigida a busca de chaves do WAS.
  • Versão inicial.
GA
Maio de 2006
Requisitos específicos de hardware do probe
O probe do websphere deve ser instalado em sistemas com os seguintes recursos mínimos:
  • Memória: 2 a 4 GB de RAM. A configuração de OOB do probe requer 256 MB de RAM.
  • CPU: processador dual core de 3 GHz, 32 ou 64 bits
Requisitos específicos de software do probe
O probe websphere requer o seguinte ambiente de software:
  • Nimsoft Monitor Server 7.6 ou CA Unified Infrastructure Management 8.0 ou posterior
  • Robô 7.6 ou posterior (recomendado)
Para a funcionalidade SOC, é necessário o Nimsoft Monitor Server 7.6 ou o CA UIM 8.0 ou posterior e o UMP 2.5.2 ou posterior.
  • Verifique a instalação do Java JRE 6 ou posterior.
  • WebSphere Application Server versão 7.0 ou posterior.
O WebSphere Community Edition (CE) não é suportado.
Considerações sobre a instalação
É possível instalar o probe do websphere em um servidor que esteja executando o WAS ou em um computador remoto.
  • Se ele estiver instalado em um servidor que esteja executando o WAS, instale os arquivos de ambiente relevantes no servidor.
  • Se estiver instalado em um computador remoto, instale os arquivos de ambiente relevantes nesse computador.
    Instale o diretório files/AppServer do WAS no sistema em que o probe estiver implantado para todas as versões do WAS.
  • Para o WebSphere versão
    7.0
    ,
    8.0
    e
    8.5
    , copie as pastas
    runtimes
    e
    plugins
    do diretório WebSphere do WAS.
  • Se o sistema operacional no computador remoto com o probe e o WAS forem diferentes, copie as pastas
    etc
    e
    lib
    do servidor do WebSphere no computador remoto.
  • Se o probe estiver em execução no sistema operacional Windows, use o diretório AppServer do Windows. Da mesma forma, se o probe estiver em execução em Linux ou Solaris, use o diretório AppServer do ambiente respectivo.
Verificar a instalação do Java
Instale o Java versão 6 ou superior da IBM no computador que estiver executando o probe e inclua o executável do java no caminho do probe. Também é possível copiar a pasta Java do diretório do servidor do WebSphere para o computador remoto do Windows no qual o probe está instalado.
O Java JRE 6 e superior está disponível com o WAS 7.0 e superior, e será possível usar o mesmo caminho para java_home.
No UNIX
Você pode definir as configurações do JVM e da Página inicial do Java para instalar o probe em um sistema operacional UNIX.
Siga estas etapas:
  1. Defina a variável de ambiente JAVA_HOME para o diretório no qual a JVM da IBM está instalada e exporte o JAVA_HOME. Por exemplo,
    export JAVA_HOME=/usr/lib/jvm/ibm-java2-i386-50/jre/bin
  2. Certifique-se de que a variável PATH inclua $JAVA_HOME. Por exemplo,
    export PATH=$JAVA_HOME:$PATH
  3. Abra um shell como usuário raiz e execute o comando
    java - version
    .
O resultado mostra a versão do JVM da IBM instalada.
No Windows
Você pode definir as configurações do JVM e da Página inicial do Java para instalar o probe em um sistema operacional Windows.
Siga estas etapas:
  1. Para definir o caminho do Java, clique com o botão direito do mouse em
    Meu computador
    e selecione
    Propriedades
    .
  2. Selecione a guia
    Avançado
    e clique em
    Variáveis de ambiente
    .
  3. Altere a variável
    Path
    para que ela também contenha o caminho para o executável do Java da IBM.
  4. Abra uma janela do DOS e use o comando
    java – version
    .
    O resultado mostra que a versão Java da IBM está instalada.
PMI
Ative a PMI (Performance Monitoring Infrastructure - Infraestrutura de Monitoramento de Desempenho) no WAS para que o probe possa coletar os dados de desempenho. Para obter mais informações sobre a PMI, consulte http://www-01.ibm.com/support/knowledgecenter/SSTVLU_8.6.0/com.ibm.websphere.extremescale.doc/txsenablepmi.html?lang=en
Versões do WAS
Determinadas versões do WAS impedem que clientes externos da PMI, como o probe websphere, obtenham valores de PMI corretos do servidor. O erro interno foi corrigido nas seguintes versões do WAS:
  • No WAS 5 e 6, o erro foi corrigido.
  • No WAS 5, o erro foi corrigido na versão 5.1.1.10.
  • No WAS 6, o erro foi corrigido na versão 6.0.2.9; as versões antigas, como 6.0.2.5 e 6.0.2.7, contêm o erro.
Problemas conhecidos
Esta seção descreve os problemas conhecidos do probe.
  • Após a implantação do websphere versão 1.81, não é possível editar nem salvar o recurso no console de mensagens instantâneas depois de excluir um perfil existente com configuração de alarme avançado. Como solução alternativa, atualize manualmente a configuração de alarme avançado no arquivo cfg modificando a chave alarm_on_resource.
  • O probe para de funcionar se você salvar a configuração do probe com um caminho
    Base Java
    ou um caminho
    Bibliotecas
    inválido.
A GUI do Console de administração do probe tem as limitações adicionais abaixo.
  • O probe para de funcionar se você não atualizar a página da web após adicionar o novo recurso.
  • O probe não permite criar modelos, monitores automáticos e configurações automáticas.
  • O probe não oferece suporte a qualquer outra QoS, exceto a padrão.
  • O probe não oferece suporte a nova verificação para a opção de host que permite verificar os perfis no servidor do host após um intervalo pré-configurado de 15 minutos.
  • O probe exibe a mensagem "Controlador: Foi alcançado o máx. de reinicializações para o probe 'websphere' (comando = )" e o probe não consegue funcionar. Esse é um problema conhecido e ocorre quando vários robôs são executados no mesmo computador Linux. O probe funciona em um robô, mas falha em outro. Como solução alternativa, atribua manualmente um valor aos parâmetros -DNIM_SPOOLER_PORT e -DNIM_CONTROLLER_PORT usando a Configuração de dados brutos do Gerenciador de infraestrutura.