Opções avançadas de verificação: migração de armazenamento

Use essa guia para ajustar as verificações dos arquivos mantidos pelos sistemas de gerenciamento de armazenamento hierárquico (HSM, Hierarchical Storage Management) e de backup off-line. Um sistema HSM migra arquivos para um armazenamento secundário, como DVD-ROM, jukebox de fitas ou armazenamento SAN. No entanto, o sistema pode deixar partes do arquivo original no disco.
Podem surgir problemas de desempenho e espaço em disco caso ocorram as seguintes situações:
  • O cliente
    Symantec Endpoint Protection
    verifica os stubs.
  • O sistema HSM coloca os arquivos de volta no disco original.
Para todas essas opções, consulte o fornecedor de HSM ou de backup para escolher as configurações apropriadas.
Opções de migração para armazenamento
Opção
Descrição
Ignorar arquivos offline
.
Ignorar arquivos offline e esparsos
Especifica que arquivos offline e esparsos são ignorados.
Alguns aplicativos definem o bit esparso do arquivo para indicar que a parte do arquivo não está presente no disco. Alguns produtos HSM definem esse bit e outros não. Com um arquivo esparso, um stub do arquivo permanece no disco, e a maior parte do arquivo é movida para o armazenamento offline. Essa é a configuração padrão
Ignorar arquivos offline e esparsos com um ponto de nova análise
Especifica que arquivos offline e esparsos com um ponto de nova análise são ignorados.
Alguns fornecedores usam pontos de nova análise. Os aplicativos que usam pontos de nova análise também usam um driver de dispositivo adequado para gerenciar pontos de nova análise nos arquivos. Com um ponto de nova análise, uma parte do arquivo permanece no disco e o restante é acessado de maneira transparente através do driver do dispositivo.
Verificar partes residentes em arquivos offline e esparsos
Especifica que, se o arquivo for esparso, o cliente do
Symantec Endpoint Protection
verificará somente a parte residente.
O cliente do
Symantec Endpoint Protection
identifica as partes residentes de um arquivo. A parte não residente permanece no armazenamento secundário. Alguns fornecedores suportam esse recurso.
Verificar todos os arquivos, forçando a demigração (preenche a unidade)
O cliente do
Symantec Endpoint Protection
verifica o arquivo inteiro, o que força a demigração do armazenamento secundário, se necessário. Como o tamanho do armazenamento secundário é geralmente maior do que o tamanho do volume local, essa configuração pode preencher o volume local. Quando o volume local estiver cheio, arquivos adicionais abertos para verificação podem falhar.
Verificar todos os arquivos sem forçar a demigração (lentamente)
Especifica que todos os arquivos são verificados, sem forçar a demigração.
O cliente do
Symantec Endpoint Protection
copia um arquivo do armazenamento secundário à unidade de disco rígido local como um arquivo temporário para verificação. O aplicativo HSM deixa o arquivo original no armazenamento secundário.
Esse método é lento e nem todos os fornecedores de HSM o suportam. Como um arquivo é copiado do armazenamento secundário a um disco para verificação, a demanda do recurso é alta. O desempenho do processador e da rede pode deteriorar-se ainda mais se o cliente do
Symantec Endpoint Protection
detectar conteúdo infectado quando um reparo ou uma exclusão forem retornados ao armazenamento secundário.
Verificar todos os arquivos alterados recentemente sem forçar a demigração
Especifica que todos os arquivos que foram tocados recentemente são verificados, sem forçar a demigração.
Essa opção permite especificar que somente os arquivos migrados recentemente e que podem ainda residir em um armazenamento secundário mais rápido são verificados. Esse método pode reduzir alguns dos problemas de demanda por recursos com a opção Verificar todos os arquivos sem forçar a demigração.
Você pode verificar os arquivos que residem em discos mais rápidos e ignorar a demigração e as verificações se os arquivos residirem em discos lentos. Por exemplo, os arquivos poderão ser migrados a um disco remoto após 30 dias sem nenhum acesso. Após 60 dias sem acesso, o arquivo será migrado para um DVD-ROM ou um armazenamento SAN remoto. Esse método ainda pode ser lento porque o acesso aos arquivos sem demigração forçada pode ser uma operação lenta.
Se selecionar essa opção, você deve selecionar o tipo de acesso e o número de dias para definir "alterado recentemente".
Abrir arquivos usando semântica de backup
Especifica que os arquivos sejam abertos usando semântica de backup.
Em algumas situações, essa opção pode permitir que o cliente
Symantec Endpoint Protection
verifique os arquivos sem demigração. Ela também pode permitir que o cliente verifique o stub, mas não o restante do arquivo demigrado.
Tipo de acesso dentro do número de dias selecionados
Se selecionar Verificar todos os arquivos alterados recentemente sem forçar a demigração, você deverá configurar essa opção. Essa opção especifica o tipo de acesso (Acessado, Modificado ou Criado) e o número de dias a definir como "recente".