Diversos

A Central de Segurança do Windows (WSC, Windows Security Center) monitora o status de segurança do computador. A Central de Segurança do Windows fornecerá alertas em seu computador-cliente se algum software de segurança estiver desatualizado ou se as configurações de segurança precisarem ser reforçadas.
Você pode configurar todas as opções da Central de Segurança do Windows em seus computadores-cliente que executam somente o Windows XP SP3. Você somente pode configurar a opção
Exibir uma mensagem da Central de Segurança do Windows quando as definições estiverem desatualizadas
no Windows Vista e no Windows 7 e posteriores. A Central de Segurança do Windows foi renomeada como Central de Ações no Windows 7/8, e depois renomeada como Segurança e manutenção no Windows 10.
A opção
Exibir alertas do antivírus na Central de Segurança do Windows
foi removida na versão 14.3 RU4.
A Central de Segurança do Windows foi renomeada como Central de Ações no Windows 7/8, e como Segurança e manutenção no Windows 10.
Opções diversas
Opção
Descrição
Desativar a Central de Segurança do Windows
Especifica quando desativar a Central de Segurança do Windows nos clientes que executam o Windows XP SP3.
  • Nunca
    Nunca desativar a Central de Segurança do Windows. Ignorá-la por completo. Essa configuração é o valor padrão.
  • Uma vez
    Desativar a Central de Segurança do Windows somente uma vez. Se um usuário reativá-la, o cliente não a desativará novamente.
  • Sempre
    Sempre desativar a Central de Segurança do Windows. Se um usuário reativá-la, ela será novamente desativada, imediatamente.
  • Restaurar
    Reativar a Central de Segurança do Windows somente se o cliente a desativou.
O status do produto da Symantec está sempre disponível no
Symantec Endpoint Protection
, independentemente de a Central de Segurança do Windows estar ativada ou desativada.
Exibir alertas de antivírus na Central de Segurança do Windows
Especifica quando a Central de Segurança do Windows exibe alertas de antivírus.
Selecione um dos seguintes itens:
  • Ativar
    A Central de Segurança do Windows exibe esses alertas na área de notificação.
  • Desativar
    A Central de Segurança do Windows não exibe esses alertas na área da notificação.
  • Usar configuração atual
    A Central de Segurança do Windows usa a configuração existente para exibir esses alertas.
Exibir uma mensagem da Central de Segurança do Windows quando as definições estiverem desatualizadas. Avisar após
x
dias
Define o período de tempo após o qual a Central de Segurança do Windows considerará que os arquivos de definições estão desatualizados e exibe uma mensagem a respeito.
Especifica o número de dias nos quais se permitirá que as definições estejam desatualizadas.
O valor deve estar na faixa de 1 a 30.
O cliente realiza uma verificação a cada 15 minutos para comparar o prazo de desatualização, a data das definições e a data atual. Em geral, nenhum status de desatualização é relatado à Central de Segurança, pois as definições costumam ser atualizadas automaticamente. Se você atualizar as definições manualmente, talvez tenha que esperar até 15 minutos para exibir um status preciso.
Coexistência com o Windows Defender
Essa opção está disponível somente nas versões 14.3 RU1 e 14.3 RU1 MP1. Na versão 14.3 RU2, essa opção foi removida da interface do usuário.
Quando o Windows Defender e o Symantec Endpoint Protection estiverem ativados e em execução no mesmo computador, a verificação do Auto-Protect será executada após o Windows Defender. O Auto-Protect pode detectar as ameaças que o Windows Defender deixa passar.
Se o Windows Defender estiver desativado nos computadores cliente, desative essa opção. Caso contrário, a proteção automática continuará sendo executada com atraso. 
O Auto-Protect não pode ser executado no modo de coexistência em um terminal que esteja protegido por um FBWF (File Based Write Filter - Filtro de gravação com base em arquivo). Esses terminais ignoram essa opção.
proteção do navegador da Internet
Especifica um URL que aponta para o site de suporte da Symantec ou para um URL personalizado a ser usado como página inicial quando um risco à segurança assumir o comando da página inicial de um computador-cliente. O cliente usará esse URL quando a proteção reparar o risco.
O URL também é exibido no log de eventos do sistema para o cliente no qual o erro ocorreu.